O Jornal A Tarde divulgou uma pesquisa em sua edição impressa desta quinta-feira (1º) sobre as intenções de votos à prefeitura de Vitória da Conquista. O levantamento da Potencial Pesquisa, feto a pedido do jornal A Tarde, aponta para a possibilidade de um eventual segundo turno entre o ex-prefeito e deputado estadual Zé Raimundo (PT) e o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB), repetindo o cenário eleitoral das eleições de 2016.

O levantamento, realizado por telefone, ouviu 600 pessoas entre os dias 24 e 29 de setembro e registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo a pesquisa, na aplicação do questionário estimulado, quando os nomes dos candidatos são citados pelos entrevistadores, Zé Raimundo tem 34% das intenções de votos e Herzem 29%. Os dois estão tecnicamente empatados, considerando a margem de erro da pesquisa que é de 4 pontos para mais ou para menos.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Com informações do site Jonal A tarde

Veja o perfil dos sete candidatos à prefeitura de Vitória da Conquista

Na sequência aparece o vereador David Salomão, escolhido por 9% dos entrevistados. Dois candidatos aparecem empatados com 2% da preferencia do eleitorado, Maris Stella (Rede) e Cabo Herling (PSL). Romilson Filho do (PP) e Professor Ferdinand (PSOL) têm 1% cada segundo a pesquisa.

A pesquisa aponta um elevado percentual de candidatos ainda indecisos quanto ao voto, 16%, normal para o começo de uma campanha que ainda vai durar quase 45 dias, até 15 de novembro, quando acontecerá a votação do primeiro turno. Os que declararam votar branco ou nulo somam 8%.

A Potencial Pesquisa também realizou a pesquisa espontânea, quando não são divulgados os nomes dos concorrentes e o entrevistado escolhe aquele que pretende votar sem influência do entrevistador. Nestas circunstâncias, o candidato Zé Raimundo foi citado por 22% e Herzem apareceu logo em seguida, com 21%. David Salomão foi citado por 3% dos entrevistados, já os candidatos Cabo Herling, Maris Stella e Romilson foram lembrados por 1% dos entrevistados cada. O Professor Ferdinand não pontou.

Segundo análise do Jornal A Tarde, Zé Raimundo tem melhor desempenho entre os eleitores de menor renda, entre os mais jovens e entre as mulheres. Já Herzem aparece melhor colocado entre os eleitores com mais de 44 anos.

Rejeição

Quanto à rejeição, David Salomão e Herzem Gusmão estão com as maiores taxas. O primeiro não teria o voto de jeito nenhum de 51% dos eleitorados e o segundo de 48%. Cabo Herling tem 46% de rejeição, Romilson Filho e Professor Ferdinand 42 e Maris Stella 40%. Zé Raimundo não seria a opção em nenhuma hipótese para 39% dos entrevistados.

De acordo com os dados da pesquisa analisados pelo jornal A Tarde, o candidato petista é preferido pelos mais jovens, enquanto o emedebista é preferido pelo eleitorado de mais idade.

Gestão Herzem tem 36% de aprovação

A pesquisa também perguntou qual a avaliação da gestão de Herzem Gusmão frente à prefeitura de Vitória da Conquista. Para 9% dos entrevistados, o prefeito faz uma ótima gestão, enquanto 27% consideram a administração regular. Os que consideram a gestão ruim são 14% e péssima 15%. Os que não souberam ou não quiseram opinar somaram 2%.

Também foram avaliadas as avaliações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do governador do Estado Rui Costa (PT). Para 14% dos entrevistados o presidente faz uma ótima administração e para 18% o mandato do presidente é considerado bom. Os que consideram o governo regular são 30%, enquanto 7% avaliam como ruim e 28% como péssimo. Não souberam ou não quiseram opinar foram 3%.

Já Rui Costa obteve a melhor avaliação entre os três gestores avaliados. Para 15% dos entrevistados a gestão do governador é ótima e 34% consideram boa. Os que consideram que ele faz um governo regular representam 32% dos entrevistados. Para 4% a administração do Estado é ruim e para 11% é péssima. Os que não souberam ou não quiseram opinar somaram 5%.

Metodologia

A pesquisa usou a metodologia quantitativa com a técnica de entrevistas individuais diretas por telefone, seleção aleatória do elemento amostral e abordagem com utilização de questionário estruturado junto a uma amostra representativa do eleitorado do município. As entrevistas são realizadas por uma equipe de entrevistadores contratada pela POTENCIAL PESQUISA & INFORMAÇÃO, devidamente treinada para este tipo de abordagem.