Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu nesta sexta-feira (16) um homem apontado por envolvimento no assassinato do delegado Clayton Leão Chaves, em maio de 2010, em Camaçari, Grande Salvador. Segundo a investigação, o suspeito estava no município de Várzea Grande, cerca de 300 km distante da fronteira com a Bolívia.

Ele acabou surpreendido pelos agentes quando tentava fugir para o país vizinho. Em seguida, foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal e, posteriormente, levado ao sistema prisional do estado mato-grossense. De lá, o suspeito será transferido para a Bahia, conforme explicou o delegado Arthur Gallas, titular da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter).

“Estamos na tratativa para viabilizar a transferência dele. Ele já foi encaminhado para o sistema carcerário do Mato Grosso. Agora nós já estamos tomando todas as providências para obter a autorização judicial para recambiá-lo para a Bahia”, declarou Gallas.

À época titular da 18ª Delegacia Territorial (DT) de Camaçari, Clayton Leão Chaves foi executado aos 35 anos em uma emboscada na Estrada da Cascalheira. Ele foi alvejado enquanto concedia entrevista para uma rádio ao vivo. O delegado chegou a ser socorrido para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

A ação que resultou na prisão de mais um suspeito de participar do homicídio foi coordenada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Mato Grosso (Ficco/MT) e contou com o apoio do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil da Bahia, e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes daquele estado.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp