Foto: Haeckel Dias/Ascom-PC (Ilustrativa)

O homem que divulgou um vídeo no qual admitia ter agredido a ex-companheira, em Jaguaripe, no início da semana, foi preso neste sábado (17), no município, por equipes da 23ª Delegacia Territorial (DT), de Lauro de Freitas – integrante do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom). A ação cumpriu mandado de prisão preventiva solicitado pela Polícia Civil e deferido pelo Poder Judiciário.

De acordo com o relato da vítima, uma mulher de 37 anos, ele a agrediu, ameaçou-a e reteve seu telefone celular. Eles conviveram por cinco meses. No vídeo, divulgado nas redes sociais e exibido pela imprensa, ele desafia a polícia diante da ex-companheira. Durante a semana, a Polícia Civil procurou a vítima, que realizou um pedido de medida protetiva.

A Instituição, então, solicitou a decretação de prisão preventiva contra o homem, posteriormente deferida pela 1ª Vara Criminal de Nazaré das Farinhas. O delegado Joelson Reis, titular da 23ª DT, explicou como se deu a prisão, que contou com o apoio da policiais da sede do Depom e da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Santo Antônio de Jesus).

“A vítima foi agredida na cidade de Jaguaripe, mas conseguiu sair do local e foi a Lauro de Freitas, onde mora. Lá, ela se sentiu segura para fazer o registro, no dia 9, em virtude de o autor ter influência em Jaguaripe. Na segunda, ela compareceu, submeteu-se a exames físicos, foi ouvida e apresentou as filmagens. Diante da comprovação do crime, foi instaurado inquérito e foram solicitadas a medida protetiva e a prisão preventiva. Diante da necessidade de cumprirmos rapidamente a ordem judicial, nos foi fornecido e franqueado o reforço de uma equipe do Depom. No caminho, solicitei apoio da Coordenadoria, que nos ajudou na localização do imóvel onde ele estava”, declarou.

O homem foi apresentado na sede da 4ª Coorpin, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva. Ele foi submetido a exames de lesão corporal e deve ser recambiado para Salvador, a fim de que seja interrogado e posteriormente transferido ao sistema prisional.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp