Morreu no fim da tarde desta quinta-feira, 10, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Capim Grosso no território da Bacia do Jacuípe com suspeita de infecção pela Covid-19, a jovem Taís Oliveira Santos, 22 anos, moradora de Gavião que fica a 25 km de distância de Capim Grosso.

Segundo o site Vitória da Conquista notícias apurou com o portal Calila Notícias, a jovem apresentou durante a semana sintomas característicos da Covid e procurou a unidade de saúde de Gavião e após ser consultada a equipe médica pediu sua transferência para a UPA de Capim Grosso e diante do agravamento do seu quadro de saúde foi solicitada sua transferência para outra unidade com maior suporte e conseguiu a regulação para Senhor do Bonfim, mas não resistiu a foi a óbito por volta das 17h30 antes de deixar Capim Grosso.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Apesar de apresentar sintomas característicos da Covid-19 o caso ainda é tratado como suspeito, pois, foi feito um teste rápido e deu negativo, porém, foi recolhido também o material para exame tipo PCR e encaminhado para o Laboratório Central de Saúde Publica do Estado da Bahia (LACEN) que deverá liberar o resultado nos próximos dias. Diante da suspeita, a Secretaria de Saúde de Gavião orientou a família a realizar o sepultamento cumprindo os protocolos de casos de Covid-19, ou seja, sem velório e número reduzido de pessoas. A Secretaria de Saúde divulgou o boletim epidemiológico na noite desta quinta com um óbito, ou seja, como é um caso suspeito não aparece no boletim. A Prefeitura de Gavião divulgou Nota de Pesar.