Untitled 1

A família de um motociclista de 28 anos, que se acidentou na manhã desta quarta-feira (26) em Cachoeiro de Itapemirim, ficou sabendo da morte do rapaz da pior forma, por meio de uma foto da vítima caída na pista e compartilhada em grupos de Whatsapp. Edvan de Souza Adão tinha acabado de sair do trabalho, em uma empresa do setor de mármore na localidade de Duas Barras, quando foi atingido por uma caminhonete S-10 na rodovia ES-482. Ele morreu na hora.

A batida ocorreu por volta de 6h20 na localidade de Morro Grande, em frente a um posto de combustível. Um motorista que testemunhou a batida disse que o motociclista teria feito uma conversão à esquerda, quando foi atingido pela caminhonete. No impacto, o corpo do motociclista bateu contra o para-brisa da caminhonete e foi lançado no acostamento. A mulher que conduzia o outro veículo não se feriu.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Pode ser uma imagem de 2 pessoas

Como Edvan estava demorando, a esposa começou a ficar preocupada. “Ela estranhou, pois ele sai do serviço às 6 horas e normalmente às 6h20, 6h25 estava chegando à sua casa”, contou uma tia do rapaz. Preocupada, a mulher ligou para o celular do marido, mas a ligação não completava. Telefonou para alguns parentes, porém ninguém sabia onde ele estava. Até que um sobrinho dela viu a foto do rapaz caído na pista em um grupo de Whatsapp e ligou avisando. Edvan deixou um filho de 5 anos de idade. Segundo o site Tribuna Online, o corpo dele foi velado na igreja evangélica Assembleia de Deus Ministério Chama Viva, no bairro Monte Cristo, onde o jovem residia, sendo em seguida sepultado no cemitério do distrito de Pacotuba.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa