Violência: Pastor é suspeito de assassinar garota de 14 anos. Família está devastada – Vitória da Conquista Notícias . VCN // BLOG DO MARCELO :: Bahia

“A dor é imensa e a revolta também. Foi tirado de nós nosso pedaço mais precioso. Era uma menina ainda com alma de criança, brincalhona, alegre e meiga. A ficha não caiu”. O desabafo é de Luzia Aguiar, de 63 anos, avó materna da adolescente Aguida Fernandes Freitas, de 14, que foi encontrada morta após desaparecer em Pariquera-Açu, no interior de São Paulo. Um pastor é o principal suspeito de matá-la, e a polícia trabalha para localizá-lo e descobrir a motivação do crime.

Aguida desapareceu na noite de terça-feira (11). Segundo o pai relatou ao G1, a filha pegou o celular da irmã, por volta das 19h30, e foi para a frente da casa da família, localizada na Rua Augusto Gauglitz. Depois disso, ele a procurou e viu que a filha não estava mais na frente da residência. O pai, então, tentou ligar para a adolescente, mas a chamada terminava na caixa postal.

Como a menina nunca havia desaparecido anteriormente, o pai a procurou por bairros da cidade, mas ninguém soube informar seu paradeiro. No dia seguinte, registrou o desaparecimento da filha na delegacia. Uma amiga da adolescente relatou ao pai da menina que a viu com um rapaz próximo de onde a vítima morava.

A polícia foi até a residência indicada, porém, ela estava vazia. As autoridades fizeram buscas e encontraram o corpo da jovem em um terreno ao lado do imóvel, na quarta-feira (12). Ela apresentava um hematoma no pescoço e uma lesão na boca.

Os policiais descobriram que o homem citado pelas testemunhas é um pastor que havia alugado a casa recentemente, para onde iria se mudar com a família. O delegado Fábio Maia, responsável pelo caso, informou que, desde quando o corpo foi localizado, o suspeito abandonou a família e desapareceu.

Em entrevista ao G1 nesta sexta-feira (14), a avó da vítima relatou que a família ainda não consegue acreditar no que aconteceu. “É muito difícil tudo isso. O sentimento de toda a família é de querer justiça, porque isso não pode ficar impune, ela era uma criança. É horrível isso, a gente vê acontecer com tantas meninas e nunca imagina que vai acontecer na nossa família”, lamenta.

Luzia conta que mora em Sete Barras, cidade próxima a Pariquera-Açu, e que quando soube que a neta estava desaparecida, já ficou desesperada, já que a menina sempre foi muito responsável. “Mesmo preocupada, ainda não imaginava que isso iria acontecer. Quando liguei para ter notícias, meu neto falou que já tinham encontrado o corpo dela. Foi a notícia mais devastadora que já recebi. A mãe dela está arrasada, não conseguiu nem ver o enterro”, diz a avó.

A morte da adolescente gerou comoção na região em que vivia, e diversas mensagens de condolências foram postadas nas redes sociais. A Diretoria de Ensino de Registro também lamentou o ocorrido. “Pedimos a Deus que conforte os corações de familiares e amigos neste momento de dor e tristeza”, escreveu o órgão educacional.

O corpo de Aguida foi sepultado na tarde desta quinta-feira (13). A Polícia Civil informou ao G1 que realiza ininterruptamente diligências para localizar o suspeito e esclarecer a motivação do crime.

“A minha neta tinha sonhos pela frente, e quem fez isso não pensou em nada disso. A saudade que fica é muito grande e dolorida. Eu acredito muito em Deus, e sei que a justiça será feita. O cara que fez isso destruiu duas famílias, a nossa e a dele, também. Porque imagino como também deve estar a esposa dele, e peço a Deus também por ela e seus filhos”, finaliza a avó.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Diretoria de Ensino de Registro emitiu condolências sobre morte de adolescente — Foto: Reprodução/Facebook