A mulher, de 37 anos, envenenada pelo marido com dietilenoglicol, morreu nesta sexta-feira (7), no hospital onde passava por tratamento, em Belo Horizonte. De acordo com o serviço funerário que atendeu a família, o corpo de Gisele Lidiana da Silva Rocha Queiroga foi liberado às 11h. Segundo as investigações, Kleber Pires de Queiroga, de 42 anos, comprou a substância pela internet por R$ 35 e esperou o momento oportuno para envenenar a companheira.

No dia 11 de abril, ele misturou o produto em uma cerveja e deu à mulher. Dois dias depois, a vítima procurou atendimento no hospital de Mateus Leme, na Região Metropolitana da capital. Ela piorou e foi transferida no mesmo dia para o Hospital Municipal de Contagem, também na Grande BH. Em seguida, foi encaminhada para Belo Horizonte, onde ficou internada na UTI. Ela não resistiu. Gisele será velada às 11h, no velório municipal de Mateus Leme. Em seguida, o corpo será sepultado às 13h, no cemitério que fica no centro da cidade. O marido dela foi preso após procurar a polícia e confessar o crime. // G1-MG.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Gisele Lidiane foi envenenada pelo companheiro — Foto: Divulgação