Maria Augusta dos Anjos, de 51 anos, que recebeu o coração da jovem Eloá Pimentel, morta em 2008 pelo ex-namorado, não resistiu às complicações da infecção pelo novo coronavírus. Ela estava internada desde abril em um hospital particular no Pará e tinha 75% do pulmão comprometido.

A morte dela foi comunicada por uma sobrinha nas redes sociais. A família chegou a criar uma ‘vaquinha virtual’ para pagar os custos da internação. “Ligaram do hospital e hoje foi o dia escolhido: Nosso Pai celestial recolheu a Augusta para a vida eterna, para morar ao seu lado, para abraçá-la e dizer ‘Ah filha, que bom que você chegou, vem aqui perto do Papai’. Hoje, chegou ao fim todo seu sofrimento, sem remédios, sem cirurgias, sem agulhas, sem máquinas… apenas a grandiosa face de Deus!”, escreveu a sobrinha.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Mulher que recebeu coração de Eloá Pimentel morre de covid-19 - ISTOÉ  Independente

No dia 13 de outubro de 2008, Eloá, de 15 anos, estava em casa, em Santo André, no ABC Paulista, quando o ex-namorado, Lindemberg Fernandes Alves, de 22, inconformado com o término do relacionamento, invadiu o imóvel. Ele manteve a vítima refém por mais de cem horas até matá-la com dois tiros. Ao todo, cinco pessoas receberam sete órgãos doados pela família da vítima. Augusta recebeu o coração de Eloá no dia que completou 39 anos.

Mulher que recebeu coração de Eloá Pimentel morre de covid-19

G1 > Edição São Paulo - NOTÍCIAS - Receptores de órgãos de Eloá se  encontram pela primeira vez em SP

GCN.net.br - Notícias de Franca e Região

Lição de Vida. Conheça a história de Maria Augusta Silva, a pessoa que  recebeu o coração transplantado de Eloá | Blog do BG