WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: 21/fev/2019 . 21:06

Carga de macarrão roubada é encontrada pela Polícia na região de Rio Real na Bahia

Uma carga de macarrão que havia sido roubada, foi encontrada na tarde de segunda-feira (18/2) por equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 6ª CIPM, no povoado de Mucambo do Rio Azul, no distrito de Rio Real, a 208 km de Salvador.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caminhão levava 18 fardos de macarrão quando dois homens em uma motocicleta abordaram o veículo durante uma subida na BR-101, em seguida o caminhão foi levado para uma estrada de terra, onde quatro comparsas estavam esperando.

Integrantes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga), de Feira de Santana, foram ao local onde parte da carga foi escondida pelos criminosos.

O comandante da 6ª CIPM, major PM Luiz Alan Costa, revelou que a unidade tem intensificado o policiamento ostensivo e preventiva às margens da rodovia, principalmente nas proximidades dos povoados de Loreto, Capiaça, Palmeira, Mucambo do Rio Azul, Lagoa Seca entre outros.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia precisa vencer o Liverpool para avançar na Sul-Americana

Eficiência. Essa é a palavra de ordem para o Bahia no jogo dessa quinta-feira (21), contra o Liverpool, pela Copa Sul-Americana. O confronto de volta, válido pela primeira fase do torneio, acontece às 19h15, no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai. “A gente precisa ser mais eficiente. É construir e fazer com que essas chances possam ser transformadas em gol”, determinou o técnico Enderson Moreira.

O caminho do gol é o único para tornar viável a classificação tricolor à segunda fase da competição continental. O Bahia precisa vencer a partida, após a derrota por 1×0 na Fonte Nova, amargada no último dia 7. Qualquer triunfo é suficiente desde que não se repita o placar do jogo de ida. Se isso ocorrer, a vaga será decidida nos pênaltis.

“A gente sabe que será um jogo extremamente difícil. O Liverpool é uma equipe muito competitiva. Nos trouxe muitas dificuldades no jogo em Salvador (…). É uma equipe que dá poucas oportunidades para os adversários, tem muita humildade para marcar e marca com muita intensidade”, analisou Enderson Moreira. Caso o Bahia avance, terá o adversário da segunda fase definido por sorteio.

Apesar de sinalizar as dificuldades que o Bahia terá nessa quinta, Enderson Moreira garante que o time está preparado para a decisão diante do Liverpool. “Nós chegamos confiantes, preparados, mas sabendo que é um jogo extremamente difícil, que precisamos ter muita concentração. Qualquer lance pode ser decisivo, mas a gente vem aqui pra poder buscar esse triunfo e a nossa classificação”, vibrou o treinador.

“Estamos preparados pra isso, pra fazer grandes jogos, decisivos. Que a gente possa transformar boas atuações em resultado. É isso que tem nos faltado em alguns momentos”, avaliou.

Essa será a terceira partida fora de casa seguida. Após empatar em 2×2 com o Rio Branco, do Acre, na Arena Floresta, no último dia 13, e garantir vaga na Copa do Brasil, o Bahia entrou em campo no domingo (17) pelo Campeonato Baiano e venceu o Vitória da Conquista por 3×1, no estádio Lomanto Júnior. O triunfo foi conquistado com o time reserva e comandado pelo auxiliar técnico Cláudio Prates. Os titulares foram poupados e seguiram em Salvador sendo preparados por Enderson Moreira para o jogo decisivo contra o Liverpool.

NOVAS PEÇAS
O Bahia vai a campo com força total e será reforçado pelo meia Ramires. Revelação da temporada passada, o prata da casa vai vestir a camisa azul, vermelha e branca pela primeira vez na temporada. Ele retornou ao Fazendão na semana passada, após defender a seleção brasileira sub-20 no Sul-Americano da categoria.

Testado durante essa semana entre os titulares, Ramires não deve ser a única novidade no time. Sem render o esperado, Guilherme deve ficar como opção no banco de reservas e dar lugar a Shaylon. Artilheiro do Bahia na temporada, com oito gols, Gilberto será o único homem de referência no ataque. Se recuperando de contusão, os atacantes Fernandão e Rogério não viajaram. Arthur Caíke não está inscrito na competição.

A delegação tricolor chegou a Montevidéu na quarta-feira (20) pela manhã e durante à tarde encerrou a preparação com um treino no estádio Saroldi, do River Plate local. “É uma partida muito importante, é uma classificação que é esperada por todos nós. A gente quer muito classificar. Sabíamos desde o início que é uma competição muito difícil, não se pode vacilar. (…) Espero que a gente possa, acima de tudo, fazer um grande jogo”, projetou Enderson Moreira.

Contra o Liverpool, o Bahia deve ir a campo com: Douglas, Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore e Douglas Augusto; Artur, Shaylon e Ramires; Gilberto.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Verba pública beneficiou assessora e parente em gabinete de Flávio Bolsonaro

Flávio Bolsonaro

Dinheiro do fundo eleitoral entregue a candidatas do PSL no Rio de Janeiro beneficiou a empresa de uma ex-assessora de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e parentes de outra colaboradora do agora senador.

Uma das beneficiadas é a contadora Alessandra Ferreira de Oliveira, primeira-tesoureira do PSL-RJ, partido presidido pelo senador, filho do presidente Jair Bolsonaro.

Durante as eleições, a empresa dela (Ale Solução e Eventos) recebeu R$ 55,3 mil a partir de pagamentos de 42 candidatos do PSL no Rio. Desse total, R$ 26 mil tiveram como origem 33 candidatas que só receberam a verba do diretório nacional na reta final da eleição.

Outros beneficiados foram dois parentes de Valdenice de Oliveira Meliga, tesoureira do diretório estadual do PSL.

Na maioria dos casos, a verba repassada às pessoas ligadas ao gabinete de Flávio veio do diretório nacional da sigla.

No período em que cuidava das contas das candidatas, Alessandra estava lotada no gabinete da liderança do PSL na Alerj, à época exercida por Flávio. O cargo lhe garantiu um salário bruto de R$ 6.490,35 entre maio do ano passado e o último dia 12, quando foi exonerada.

De junho a outubro, quando faturou R$ 55,3 mil nas eleições, a contadora recebeu R$ 30 mil líquidos no cargo da Alerj.

Das 33 candidatas que contrataram Alessandra, 26 tiveram menos de 2.000 votos. Mais da metade dos R$ 2.857,14 enviados a essas candidatas pelo partido tiveram um mesmo destino: R$ 750 para a empresa da contadora e igual valor para um escritório de advocacia.

A empresa Ale Solução e Eventos, de Alessandra, contou inclusive com a candidatura-tampão de duas parentes de Valdenice. A irmã e a nora de Val, como a tesoureira é conhecida, registraram candidatura só em setembro, em substituição a duas mulheres que desistiram da disputa. Elas tiveram as candidaturas indeferidas, mas nem recorreram da decisão. No curto espaço de tempo, realizaram as transferências para a empresa indicada.

A Folha revelou neste mês que o PSL transferiu alto volume de recursos públicos em Pernambuco e Minas Gerais para candidaturas de laranjas —que tiveram votações pífias. Parte do dinheiro foi destinada a supostos serviços de pessoas ligadas à sigla.

O escândalo dos laranjas resultou na demissão do ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral) —presidente do PSL nas eleições de 2018.

No Rio, a dinâmica difere em dois pontos: não houve grande repasse a pequenas candidatas, mas várias fizeram pequenas transferências para a mesma beneficiária.

Candidatas relataram à Folha que o PSL-RJ informou que poderia oferecer de forma gratuita apoio contábil e jurídico às candidatas. Resolução do Tribunal Superior Eleitoral exige a assinatura de contador ao prestar contas.

Segundo relatos à reportagem, a cobrança começou após o PSL Nacional confirmar a liberação dos recursos.

“O Flávio disse que as mulheres não iriam pagar nada. Até porque o partido precisava das mulheres”, disse a guarda municipal Ana Cristina, derrotada a deputada federal. Ela contratou outra contadora com recursos do diretório nacional, por R$ 1.000.

Andrea Cunha, que se candidatou a estadual, diz que Alessandra ameaçou não liberar recursos porque ela já havia contratado outra contadora. “Foi aquela briga danada. Quando achava que não ia receber, caiu na conta.”

Todas as candidatas que contaram com o serviço de Alessandra assinaram um contrato com data retroativa a 15 de agosto. Contudo, mensagem enviada pela contadora mostra que ela cobrou a firma do documento no dia seguinte aos depósitos do diretório, em 26 de setembro.

O endereço indicado como da empresa nos contratos fica em uma sala ao lado da do PSL-RJ. O documento afirma que a fonte dos recursos para pagamento das candidatas deve ser o fundo eleitoral enviado pelo diretório nacional –exigência que não consta em contratos de homens.

Alessandra trabalhou para outros oito candidatos, entre eles o próprio Flávio, de quem recebeu R$ 5.000. O PSL-RJ também lhe pagou R$ 1.500.

As candidatas tiveram liberdade de usar os R$ 1.357,14 restantes, e a verba sobressalente também beneficiou parentes de Valdenice, a tesoureira do PSL-RJ. Seu irmão, Paulo Eduardo Rodrigues de Oliveira, recebeu R$ 1.350. Renan Meliga dos Santos, sobrinho do marido de Val, também foi contratado por R$ 7.500 para locação de veículos.

Val é considerada uma das assessoras mais próximas do filho e Jair Bolsonaro. Ela foi escolhida como presidente do PSL na cidade do Rio e também é irmã de dois PMs presos em operação que investiga uma quadrilha de policiais que praticam extorsão.

OUTRO LADO
A contadora Alessandra Ferreira de Oliveira disse que o valor cobrado das candidatas foi “irrisório”. Ela negou ter exigido sua contratação para garantir a liberação dos recursos do diretório nacional do PSL para as postulantes.

“Era muito demanda para mim. Então quanto menos viesse, melhor”, disse.

Segundo Alessandra, a oferta de serviço gratuito foi feita pela antiga equipe de contadores da sigla. Ela disse que assumiu o cargo de primeira-tesoureira em maio, mês em que foi nomeada na Alerj.

“Se eu pudesse fazer de graça, até faria. Mas foi um valor muito abaixo da tabela que a gente cobrou, irrisório.”

Flávio Bolsonaro afirmou que as candidatas tiveram liberdade para escolher os profissionais que conduziriam suas prestações de contas.

Ele afirma que os preços cobrados pelos quadros do partido foram simbólicos e que 19 candidatas optaram por outros profissionais —3 ouvidas pela Folha negaram direcionamento com Alessandra.

“Ouvidas a maioria delas [ex-candidatas], restará evidenciada a verdade, ou seja, de que tudo se deu de modo transparente e em respeito às normas legais e éticas”, disse em nota. O senador não comentou a contratação de parentes de Valdenice com dinheiro do fundo —procurada, ela não respondeu.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Governo deverá criar simulador da aposentadoria

O governo federal anunciou que pretende construir um simulador para que a população possa se informar sobre as regras de transição e o tempo restante para a aposentadoria pela proposta de reforma da Previdência apresentada ontem (20).

“Lógico que temos que lembrar que temos uma proposta, vamos fazer em cima do que o governo mandou (inicialmente)”, disse o diretor de programa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Felipe Portela.

De acordo com o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, a transição por pontos é mais adequada para o trabalhador que começou a contribuir mais cedo. Já a transição por idade funciona melhor para quem passou a contribuir mais tarde.

Já quem estiver a dois anos da aposentadoria no momento da promulgação poderá pedir aposentadoria por tempo de contribuição pelas regras atuais (35 anos de contribuição para homens e 30 anos para mulheres), mediante um pedágio de 50% e incidência do fator previdenciário, que diminui o valor do benefício.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Ex-PM é preso com quadrilha acusados de contrabando de cigarros em Irecê, na Bahia

Um ex-Policial Militar, identificado como Rildo Vieira da Silva e outros seis comparsas identificados como Vanderlei Nunes Gonçalves, Renê Ribeiro Novaes, Nildomar Rodrigues de Araújo, Agenor Alves Medrado de Araújo, Adaelton Martins dos Anjos e Adenilton Messias dos Santos, foram presos na manhã desta quinta-feira (21/2) durante uma operação entre a Polícia Militar e Federal, no município de Irecê, a 480 km de Salvador.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na ação, foram apreendidas 700 caixas de cigarros contrabandeados, três caminhões de placas DBB- 7235, FDB-6915, KDX-5919 e um veículo modelo GM Onix, placa PXT-7086.

“Fomos acionados pela PF, na terça-feira (19), depois da instituição receber informes sobre o bando. Dividimos as equipes e, enquanto umas faziam o acompanhamento do caminhão, outras foram ao local, onde seria descarregado o material”, explicou o comandante da Cipe Semiário, major Carlos Maltez, acrescentando que parte dos criminosos já estava no depósito “e, quando o restante do grupo chegou, demos o flagrante”.

O grupo criminoso e todo material apreendido foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, em Salvador.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Fim da Linha: Dois homens morrem após confronto com policiais em Feira de Santana

Dois homens morreram, por volta das 23h de ontem (20), no bairro Queimadinha, em Feira de Santana, após trocarem tiros com policiais da Rondesp Leste e da Sertão 23, da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Os homens ainda foram socorridos pelos policiais para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiram.

Conforme a ocorrência policial, a Sertão 23 estava em ronda pelo local quando homens efetuaram disparos contra a viatura. Os policiais pediram reforço da Rondesp, que estava próximo ao local, e os homens correram em direção à área de taboas.

“Ao aproximar-se da área de taboas, o indivíduo, como já é costume dos marginais deste local, atirou contra os policiais da Rondesp que, sem alternativa, efetuaram disparos em revide”, informa a ocorrência.

Com eles os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com quatro cartuchos deflagrados. Os dois não portavam documentos pessoais e ainda estão sem identificação.

Confronto em Tanquinho

Um homem morreu no Hospital Municipal João Campos, na cidade de Tanquinho, por volta das 11h da manhã de ontem após trocar tiros com policiais militares da Rondesp Norte. Segundo informações de populares, trata-se de um homem que era conhecido como Camarão e morava na Rua Bela Vista, em Tanquinho. Com ele os profissionais apreenderam um revólver calibre 38 com projéteis detalhados.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Deu Ruim: Polícia prende acusado de homicídio na zona rural de São Felipe

O suspeito preso pela polícia – FORTE NA NOTÍCIA

Uma operação em conjunto realizada pela Polícia Civil de Cruz das Almas e o Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da Polícia Militar, lotado na 27ª CIPM, cumpriram um mandado de prisão preventiva por homicídio, expedido pelo 2° Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Salvador, da pessoa de Sandro Ribeiro dos Santos, 38 anos. O homem foi preso na tarde desta quarta-feira (20), no distrito de Vila Caraípe, zona rural de São Felipe.

FORTE NA NOTÍCIA

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conheça o terceiro animal mais rico do mundo, a gata Olivia

A gatinha de estimação, conhecida como Olivia Benson, é o terceiro animal mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 97 milhões de dólares, o equivale a 364 milhões de reais, segundo o site Market Watch. A dona do bichinho é ninguém menos que Taylor Swift, estrela internacional que faz o maior sucesso no público teen.

A cantora é muito apegada a sua gata Olivia e vive compartilhando momentos fofos nas redes sociais. Olivia participa de diversas propagandas e estreou em alguns comerciais das marcas americanas Diet Coke e Keds. Na frente dela só os animais de estimação da condessa alemã Karlotta Leibenstein são os mais ricos do mundo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Mulheres ocupam 69% dos cargos de liderança em comunicação empresarial

A pesquisa inédita Perfil da Liderança em Comunicação no Brasil, divulgada pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), mostra que apesar de ocupar 69% dos cargos de liderança na comunicação corporativa no Brasil, as mulheres representam 45% do total de cargos de direção ou vice-presidência nas empresas onde trabalham.

A pesquisa foi feita com 578 profissionais de 20 estados, dos quais 78% são empregados em empresas privadas de grande porte (62%), sendo 41% em multinacionais e 37% em companhias nacionais de todos os setores da economia, com destaque para o de serviços (27%), que inclui agências de comunicação. São Paulo abriga a maioria dessas lideranças (57%). Do total de participantes, 398 são mulheres. Setenta e quatro por cento dos profissionais estão contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e 11% sob regime societário.

Embora as mulheres já estejam bem representadas nas empresas, o estudo mostra que é mais lento o processo para elas chegarem aos cargos de direção, informou o coordenador da pesquisa da Aberje, Carlos Ramello.

Salários

Em termos salariais, 59% dos consultados informaram ganhar mensalmente entre R$ 7 mil e R$ 20 mil. Por nível de cargo, verifica-se que 71% dos gerentes ganham por mês entre R$ 10 mil e R$ 30 mil, enquanto para 71% dos diretores, o salário é superior a R$ 15 mil. O levantamento não separa os ganhos mensais dos líderes em comunicação por gênero. “A experiência mostra que não existe diferenciação entre homens e mulheres nessa situação. Estão dentro das mesmas faixas (salariais)”, disse Ramello. As mulheres já não constituem um grupo de diversidade nos cargos de lideranças nas empresas, “até mesmo porque são maioria”.

Do total de entrevistados, 81% se declararam brancos, 14%, pardos, 5%, negros, e 2%, amarelos; 93% são heterossexuais, enquanto 5% disseram ser homossexuais e 2%, bissexuais. Apenas 1% disse apresentar algum tipo de deficiência. “Isso mostra que não existe diversidade entre os cargos de liderança”, acrescentou o coordenador da pesquisa.

Geração X

Carlos Ramello observou que os profissionais que integram a chamada “geração do milênio”, ou ‘milleniais’, com idade até 35 anos, são minoria entre os líderes em comunicação. Essa geração abrange as pessoas nascidas a partir de 2001, que se desenvolveram em uma época de grandes avanços tecnológicos, prosperidade econômica e facilidade material. De acordo com o estudo, a maioria dos líderes pertence à geração X, referente às pessoas nascidas logo após a Segunda Guerra Mundial, entre 1946 e 1964, quando ocorreu um aumento significativo da taxa de natalidade. A proporção identificada pelo estudo foi de 72% de lideranças da geração X e 28% dos ‘milleniais’.

Isso revela que as organizações, nas contratações ou promoção de seus líderes, acabam considerando muito a experiência. “As organizações são um pouco mais conservadoras nessa atribuição de liderança”. A experiência na área de atuação é priorizada pelas empresas. Quarenta e quatro por cento dos participantes exercem cargos de liderança na área de comunicação há mais de oito anos.

Escolaridade

Todos os participantes da pesquisa têm curso superior, sendo 40% graduados em jornalismo, 19% em comunicação e 16% em relações públicas. Dos 578 profissionais, 73% fizeram ou estão fazendo especialização ou MBA. Oitenta e nove por cento se comunicam em inglês e 57% em espanhol.

Do total de entrevistados, 90% usam a internet como principal fonte de informação, seguida do jornal (27%) e da televisão (27%). Em média, os entrevistados dedicam uma hora e meia por dia às redes sociais, sendo que os ‘milleniais’ dedicam duas horas ou mais diariamente. O Facebook e o Linkedin são as redes sociais mais utilizadas pelos profissionais que exercem cargos de liderança, da ordem de 93% cada, seguidos pelo Instagram, com 88%.

Os participantes leem, em média, 5,5 livros por ano, superando a média nacional de quatro por ano, com destaque para livros técnicos e profissionais (38%). A maioria dos participantes (57%) não fazia qualquer atividade voluntária no momento da pesquisa e um quarto não era engajado em nenhuma causa.

Análise do contexto e avaliação de tendências foram apontadas por 55% dos consultados como as principais competências para um líder em comunicação. A maior competência que eles demonstram é o profundo conhecimento do setor onde atuam.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

MP e Defensoria Pública do Rio pedem bloqueio de recursos do Flamengo

Centro de treinamento presidente George Helal, conhecido com Ninho do Urubu, é utilizado pela equipe de futebol do Flamengo. Foto da bandeira destruída depois de um incêndio. - Ricardo Moraes/Reuters/direitos reservadosCentro de treinamento presidente George Helal, conhecido com Ninho do Urubu, é utilizado pela equipe de futebol do Flamengo. Foto da bandeira destruída depois de um incêndio.

O Ministério Público e a Defensoria Pública do Rio de Janeiro pediram a imediata interdição do Centro de Treinamento (CT) George Helal, o Ninho do Urubu, em Vargem Grande, e o bloqueio de R$ 57,5 milhões das contas do clube. Essas ações foram defendidas pelo Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor do Ministério Público (GAEDEST/MPRJ) e pelo Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria (DPGE).

Os órgãos pediram hoje (20) urgência para que o Juizado Adjunto do Torcedor e dos Grandes Eventos determine as medidas em consequência do incêndio no alojamento do Ninho do Urubu, no último dia 8 de fevereiro, que causou as mortes de dez atletas e ferimentos em outros três jogadores, todos da categoria de base do Flamengo.

O texto da petição encaminhada destaca que “a omissão do clube, aliada ao grave acidente ocorrido, demonstra um desrespeito reiterado às determinações de interdição das referidas instalações”. No ano passado, a prefeitura do Rio publicou edital de interdição do alojamento, por falta de alvará do Corpo de Bombeiros.

O pedido de urgência cautelar é para que o CT seja interditado até que as instalações estejam “completamente seguras e regularizadas junto ao Corpo de Bombeiros e ao município do Rio de Janeiro, com a emissão de Certificado de Corpo de Bombeiros, Alvará de Funcionamento e Habite-se”.

O Ministério Público e a Defensoria indicaram que, em caso de descumprimento, seja estabelecida multa única de R$ 10 milhões para o clube e multa diária pessoal para o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, no valor de R$ 1 milhão.

Conforme os órgãos, o bloqueio judicial no valor de R$ 57,5 milhões é um meio de garantir “o ressarcimento das indenizações a serem posteriormente apuradas na ação principal que também pedirá à Justiça que obrigue o Flamengo a realizar uma série de medidas capazes de evitar que outros infortúnios voltem a se repetir”.

O Flamengo não se manifestou sobre o pedido de interdição e de bloqueio de R$ 57,5 milhões nas contas do clube.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia