WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



Maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  



evolution jeans

Greve: Apesar de acordo, caminhoneiros se mantêm mobilizados nas rodovias baianas

Na BA-526 e na BRs 101, 116 e 324 ainda há manifestação da categoria nesta sexta-feira. Não há prazo para o término do movimento.

Apesar do acordo entre o governo federal e representantes dos caminhoneiros para suspender greve por 15 dias em todo o país, as mobilizações continuam nas rodovias baianas nesta sexta-feira (25). Na BA-526, próximo à Ceasa de Simões Filho, caminhões estão estacionados desde a 1h, no acostamento. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está acompanhando a mobilização, de acordo com informações do Centro Integrado de Comunicação (Cicom), da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Os manifestantes, no entanto, não estão bloqueando a pista.

Também há mobilização dos caminhoneiros na BR-101, na altura do município de Muritiba, no Recôncavo baiano, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Na BR-324, na altura do bairro de Valéria, em Salvador, há manifestação com uma faixa interditada sentido Salvador, segundo a Via Bahia. Na mesma rodovia, no km 541 na altura de Amélia Rodrigues, no sentido Feira de Santana, há um ponto de bloqueio, de acordo com a PRF. Os protestos começaram entre 5h30 e 6h. Segundo informações da Via Bahia, as manifestações também continuam na BR-116, com restrição de passagem apenas para veículos de carga (caminhões e carretas) nas cidades de Santo Estevão, Itatim, Milagres, Jequié, Poções, Manoel Vitorino e Vit. da Conquista. Ainda de acordo com a concessionária, o tráfego está fluindo normalmente para demais veículos.

Acordo

Na noite desta quinta-feira (24), o governo anunciou que tinha feito um acordo para que as manifestações ficassem suspensas por 15 dias em todo país, devido ao desabastecimento que já atinge diversas cidades. O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, informou que foi celebrado termo de acordo com integrantes de movimento dos caminhoneiros. “Nós precisamos retomar a vida normal”, disse ele depois de se reunir com representantes do movimentos dos caminhoneiros para anúncio do acordo. Já o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, garantiu redução de 10% no preço do diesel. O preço ficará fixo por 30 dias (os últimos 15 dias arcados pela União). A primeira quinzena custaria cerca de R$ 350 milhões a Petrobras como compensação. O ministro informou que o preço de referência é o da refinaria. Segundo Padilha, os aumentos vão ocorrer a cada 30 dias e que governo vai reeditar tabela de frete a cada trimestre. “Não haverá reoneração da Folha para transporte de carga”, disse.

:: LEIA MAIS »

Homicídio em Vitória da Conquista; jovem de 20 anos é morto a tiros no Conveima 2

Fotos: Blitz Conquista

Michael Silva Costa, de 20 anos, foi executado a tiros na tarde dessa sexta-feira (25), no bairro Conveima 2, em Vitória da Conquista.A vítima estava em via pública quando dois homens chegaram numa motocicleta e atiraram. Michael foi executado com vários tiros na cabeça.De acordo com a polícia, o crime pode ter sido resultado de uma dívida de drogas.(Blitz Conquista)

:: LEIA MAIS »

Padre Fábio de Melo diz que 80% de seus seguidores são mulheres

O padre superstar Fábio de Melo, que recentemente celebrou o casamento de Lexa e MC Guimê, falou sobre o perfil dos seguidores dele (ou melhor, das seguidoras) nas redes sociais.

“Meu público é muito feminino. Quando entro nas estatísticas do meu Instagram, 80% são mulheres. Meu discurso como padre é naturalmente atraente para o público feminino, eu falo com mais ternura”, disse ele em entrevista ao “TV Fama”, da RedeTV!.

Porém, segundo o padre, isso não significa que apenas mulheres o abordem: “Os homens que se aproximam querem tirar uma foto para dar para a tia, para a mãe”, explicou. Sobre os recém-casados, o sacerdote aconselha: “É melhor o casal viver primeiro a experiência de ser marido e mulher e depois começar a multiplicar”.

:: LEIA MAIS »

Greve continua: Caminhoneiros criticam líderes de sindicatos e dizem que continuarão parados

Para motoristas autônomos, acordo é temporário, não atende demandas e, portanto, não aceitam decisão dos líderes sindicais, a quem chamam de “aproveitadores”.

Os grupos de trocas de mensagem entre caminhoneiros mudaram as fotos na noite desta quinta-feira (24) para uma em que diz “a greve continua”, após o anúncio do acordo do governo com oito entidades da categoria. Os motoristas autônomos disseram que não deixarão as rodovias. “Os supostos sindicatos que estão negociando não representam os caminhoneiros que estão na rua”, disse o motorista Aguinaldo José de Oliveira, 40, que trabalha com transportes há 22 anos e para quem o movimento não tem um líder específico.

“São uns aproveitadores que não falaram com a gente antes da greve e chegaram agora, quando já estava tudo parado”, afirma o caminhoneiro que está na av. Anhanguera, em Campinas. “Nos mais de 30 grupos de WhatsApp que participo, ninguém aceitou esse acordo.” Segundo ele, os caminhoneiros pretendem manter a paralisação porque o acordo não atinge as suas principais reivindicações. “São 14 itens que a gente nem conhece. O principal é a redução do diesel, mas não essa esmola temporária de 15 centavos.” Segundo o documento, o governo irá manter a redução de 10% no valor do óleo diesel nos próximos trinta dias.

Outro caminhoneiro de 48 anos, parado em Campina Grande, na Paraíba, e que preferiu não se identificar, também reclamou de pontos que não aparecem no acordo feito em Brasília. “Por que só caminhoneiros têm que usar tacógrafo e fazer exames toxicológicos?” Para ele, ou todos os motoristas são obrigados a cumprir tais exigências ou nenhum. “Pagamos R$ 400 para um exame toxicológico, além do IPVA, do diesel e ainda temos que pagar pedágios caros, que não aparecem no acordo”, disse. “Não está faltando nem comida, nem bebida para gente, vamos continuar nas estradas”, afirmou o caminhoneiro. Folha.

Greve: “Estoquem comida, abasteçam seus carros”. Notícias falsas alimentam pânico no Whatsapp

Áudios de WhatsApp sugerem ‘correr ao supermercado’, mas esse tipo de comportamento pode agravar ainda mais a situação; veja o que economistas dizem.

Os quatro dias consecutivos de greve de caminhoneiros não apenas dominaram a pauta do governo em Brasília, mas também provocaram uma corrida aos postos de gasolina e temores de desabastecimento em supermercados. A crise é terreno fértil, ainda, para boataria e notícias falsas difundidas por redes sociais e aplicativos de mensagens. No WhatsApp, gravações de áudio que circulam em grupos já sugerem às pessoas que “se previnam”. “Olá, pessoal, aqui quem fala é o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros do Brasil. Quero falar para vocês se prevenirem, avisem suas famílias, vão no mercado, comprem comida, abasteçam seus carros, se previnam. Vai trancar tudo. (…) A guerra está começando. Greve já”, diz uma gravação que tem circulado pelo aplicativo de mensagens.

Trata-se de uma notícia falsa: não existe um “Sindicato dos Caminhoneiros do Brasil” e, embora a greve de fato afete momentaneamente a distribuição de combustível e produtos, não há, segundo especialistas ouvidos pela BBC Brasil, a menor necessidade de estocar alimentos para o longo prazo, como para semanas ou para mais de um mês. “É impensável pensar num prazo desses no Brasil”, diz Maurício Lima, sócio-diretor da consultoria Ilos, especializada em logística e distribuição. Segundo ele, o fornecimento em grandes cidades como São Paulo tende a se normalizar muito rapidamente depois da greve. Hoje, a distribuição de alimentos nas cidades funciona com as próprias empresas de varejo tendo seus centros de distribuição regionais, que fazem a entrega para as lojas com frequência diária ou semanal.

Supermercado impõe limite para garantir abastecimento de itens essenciais (Foto: Divulgação)

“O estoque não fica mais na loja. Então, uma falta de combustível pode gerar uma certa escassez momentânea, mas assim que a greve acabar, o retorno dos produtos às gôndolas também é imediato, porque não depende da indústria. O estoque já está lá”, explica Lima. O fornecimento de perecíveis é um pouco mais afetado e pode gerar alguns prejuízos, mas nada que prejudique a distribuição no longo prazo e justifique a montagem de um estoque em casa. E uma corrida a supermercados e postos de gasolina acaba, inadvertidamente, piorando a situação dos próprios consumidores: infla os preços e piora a escassez, segundo Otto Nogami, professor de economia do Insper. “As pessoas têm uma capacidade de se contagiar muito fácil e muito grande, gerando uma ansiedade e um medo que não correspondem ao problema real”, diz ele.

:: LEIA MAIS »

Conquista: Prefeitura altera expediente nas repartições públicas municipais nesta sexta-feira

Os serviços públicos essenciais e as aulas da Rede Municipal de Educação da zona urbana serão mantidos normalmente.

Em razão da situação anormal gerada pela greve dos caminhoneiros e, consequentemente, dos prejuízos no fornecimento de combustível ao município, a Prefeitura de Vitória da Conquista altera o expediente nas repartições públicas municipais nesta sexta-feira (25). O funcionamento será das 8h às 13h. Os serviços públicos essenciais e as aulas da Rede Municipal de Educação da zona urbana serão mantidos normalmente. Vale ressaltar que durante todo o dia a Prefeitura manteve o diálogo com a Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Rodoviária Estadual em busca de soluções para que não ocorresse a descontinuidade dos serviços oferecidos pela Administração Municipal.

Veja aqui o decreto

Conquista: Produtora confirma suspensão do “Forró Light” por causa dos protestos

Evento seria realizado em 2 de junho, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista. Uma nova data será agendada. Quem quiser pode recuperar o valor do ingresso já pago.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Diante da paralisação nacional dos caminhoneiros e da crise de desabastecimento de combustível, com impactos em todo o país e que, neste caso, impõe dificuldade no transporte da banda e de equipamentos, e ainda compromissados sempre com eventos com qualidade e segurança, a Mistureba Produções informa o ADIAMENTO do FORRÓ LIGHT, que seria realizado no próximo dia 2 de junho de 2018, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista. Uma nova data será agendada e divulgada em breve. Quem já comprou pode ser ressarcido, basta procurar um dos pontos de venda e ter o valor devolvido. A Mistureba Produções lamenta o adiamento e frisa que os motivos são extraordinários e externos à empresa. Contamos com a colaboração de todos e estamos à disposição para qualquer esclarecimento adicional. // Mistureba Produções.

Greve dos caminhoneiros: UESB suspende atividades nos três campi até o próximo sábado

Suspensão se deve à falta de combustível que está afetando as cidades da região Sudoeste e dificultando o deslocamento dos estudantes.

A reitoria da Uesb informa que as atividades acadêmicas da Instituição estão suspensas, em seus três campi (Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga), a partir da tarde desta quinta-feira, 24. Já as atividades administrativas serão suspensas a partir desta sexta, 25, conforme a Portaria 0782/2018. A suspensão, que acontece até sábado, 26, se deve à falta de combustível que está afetando as cidades da região Sudoeste e dificultando o deslocamento dos estudantes até a Universidade. Posteriormente, haverá uma nova análise quanto à continuidade da referida suspensão. Ascom-UESB.

VÍDEO: Três jovens mortos em acidente na rodovia estariam participando de “racha”

Guilherme Santos Bessa, de 28 anos, Raphael Godoy Lorenzo, de 23, e Eduardo Mendes Fernandes Borges, de 31, tiveram morte instantânea.

Uma testemunha disse à Polícia Civil que participava de um racha com os três jovens que morreram após o carro em que estavam bater em um viaduto na GO-020, em Goiânia, na madrugada desta quarta-feira (23). Segundo a delegada Nilda Andrade, Edmar Machado de Melo Júnior, de 23 anos, que também estava no veículo e sobreviveu à batida, o veículo estava a 160 km/h. O vídeo de uma câmera de segurança mostra o momento da colisão (veja acima). Assista a reportagem:

:: LEIA MAIS »

Conquista: FTC suspende as aulas, mas mantém data do Vestibular, por conta da greve

Logo que a situação desta greve permitir o deslocamento das pessoas, informaremos e retornaremos às atividades. A FTC (Vitória da Conquista) vem informar que a partir das 14h estará cancelando os atendimentos acadêmicos/pedagógicos por entender que se tornou inviável a manutenção destes serviços. Logo que a situação desta greve permitir o deslocamento das pessoas com segurança e conforto, informaremos e retornaremos às atividades. ATENÇÃO: O VESTIBULAR 2018.2 da FTC Conquista – será realizado normalmente neste domingo (27 de maio) às 13h Vestibular ocorre neste domingo O vestibular será realizado às 14h deste domingo, 27 de maio, (com abertura dos portões às 13h) no Campus da FTC de Vitória da Conquista. São 21 cursos nas áreas de Exatas, Humanas, Saúde, Tecnologia e Licenciatura; distribuídos em uma estrutura de mais de 18 mil metros quadrados, cinco módulos, 34 laboratórios, núcleos de atendimento à comunidade, academia escola, cozinha experimental e biblioteca com acervo de 25 mil itens. As bolsas de estudo podem chegar até 100% de desconto em todas as mensalidades do curso escolhido, de acordo com a nota do aluno no vestibular desse próximo domingo (27 de maio). As vagas oferecidas são para os cursos de Biomedicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Farmácia, Educação Física (bacharelado e licenciatura), Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Publicidade e Propaganda, Direito, Administração, Psicologia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gastronomia, Sistemas de Informação, Engenharia Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Engenharia Mecatrônica (único da região) e Arquitetura e Urbanismo (Novo). Inscrições através do portal vestibular.ftc.br ou com isenção da taxa de inscrição feita pelo telefone (77) 3422-8801. Conheça os diversos planos de descontos que a FTC oferece: :: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia