WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



evolution jeans

Bahia registra 26 casos de sarampo e 276 são investigados; veja cidades

A Bahia possui 26 casos de sarampo confirmados e 276 permanecem em investigação. Os números são de janeiro até o dia 26 de outubro deste ano e são da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). O sarampo é uma doença infecciosa, extremamente contagiosa, transmitida pela tosse e espirro, e pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. Conforme informou a Sesab, a cidade de Santo Amaro, no recôncavo baiano, é onde concentra o maior número de casos confirmados, 13 foram registrados. Em Gandu são cinco casos; em Salvador e Ituberá, são dois casos. Já nas cidades seguintes, cada uma possui um caso confirmado: Andorinha, Camaçari, Jacobina e Palmeiras. “É uma situação de alerta, uma situação que nos diz que a gente precisa melhorar a cobertura vacinal contra essa doença, melhorar também a identificação dos casos o mais rápido possível. Então, quando o paciente tiver os sintomas, deve buscar a unidade de saúde e o profissional deve notificar rapidamente e instituir as medidas de controle para que a gente consiga controlar esse surto no nosso estado”, explicou a coordenadora de imunização da Sesab, Akemi Chastinet. A coordenadora destacou que as vacinas contra sarampo estão disponíveis em todos os postos de vacinação do estado, gratuitamente. O grupo que pode ter acesso à dose é formado por crianças a partir de seis meses até adultos com até 49 anos. Akemi Chastinet explica que a prioridade são as crianças menores de cinco anos, pois elas estão mais expostas aos riscos e complicações do sarampo. Entretanto, as doses estão disponíveis para todas as idades até 49 anos. Crianças de seis meses até adultos de 29 anos precisam receber duas doses da vacina. Já os adultos de 30 a 49 anos, apenas uma dose. As manchas vermelhas são o sintoma mais comuns do sarampo — Foto: Getty Images via BBCAs manchas vermelhas são o sintoma mais comuns do sarampo — Foto: Getty Images via BBC As manchas vermelhas são o sintoma mais comuns do sarampo — Foto: Getty Images via BBC Sintomas do sarampo Os sintomas da doença aparecem apenas de 10 a 14 dias após a exposição ao vírus. Incluem tosse, coriza, olhos inflamados, dor de garganta, febre e irritação na pele com manchas vermelhas. Além disso, em casos mais graves, pode causar também infecção nos ouvidos, pneumonia, diarreia, convulsões e lesões no sistema nervoso. Diagnóstico e tratamento O diagnóstico é clínico e pode ser confirmado com exames de laboratório específicos como IgM para Sarampo ou PCR (reação da cadeia de polimerase) para identificar o vírus. Não há tratamento para uma infecção de sarampo que já está estabelecida e é necessário auxílio médico para aliviar os sintomas e acompanhar a evolução do paciente. Normalmente, os sintomas desaparecem em dias ou semanas. Situação A doença é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países do Terceiro Mundo. No Brasil, graças às sucessivas campanhas de vacinação e programas de vigilância epidemiológica, a mortalidade não chega a 0,5%. Porém, em 2017, a vacinação de crianças menores de um ano teve seu menor índice de cobertura em 16 anos no país. A baixa taxa de imunização é um dos motivos de o vírus ter voltado a circular no Brasil. Prevenção Vacinar é o meio mais eficaz de prevenir o sarampo. Duas doses da vacina são recomendadas para garantir a imunidade e evitar surtos, pois aproximadamente 15% das crianças vacinadas falham no desenvolvimento de imunidade da primeira dose. A vacina Tetra Viral é indicada para prevenção do sarampo e está disponível nos postos de saúde para crianças a partir de 6 meses de idade. Outra opção é a vacina tríplice viral. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Novembro Negro: Palestras, triagem e exames gratuitos acontecem na capital

Palestras, seminários, roda de conversas, triagem e realizações de exames são alguns dos serviços que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai disponibilizar em bairros de Salvador até o próximo dia 29 de novembro. A programação especial é dedicada ao Novembro Negro. As atividades foram iniciadas desde sexta-feira (1º). Apesar disso, há oportunidades ao logo dos próximos dias. Nesta terça-feira (5), haverá rodas de conversas sobre o empoderamento negro, no centro Comunitário Jardim das Margaridas, em Itapuã. Na quinta-feira (7), a população do subúrbio ferroviário da capital baiana vai poder aferir a pressão arterial, participar de avaliação nutricional, além de palestras sobre hanseníase. Essas atividades acontecerão no Distrito Sanitário da Liberdade, das 8h às 17h. Já no dia 14 de novembro, a partir das 9h, na Lagoa do Abaeté, a programação disponibiliza apresentação de capoeira e cordel, oficina de turbante, além do Concurso da Beleza Negra. O público também vai ter acesso a palestras com abordagem à sexualidade negra, saúde nutricional com enfoque na alimentação africana, ação educativa em saúde bucal voltada à saúde da população negra. Em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, vai acontecer uma roda de conversas sobre as doenças mais prevalentes nos negros, na Unidade de Saúde da Família (USF) de Nova Esperança. No dia 21, na Unidade de Saúde da Família (UFS) de Mata Escura, vai ser ministrada a palestra “Por uma Salvador livre da discriminação e do racismo na saúde”. A atividade está prevista para começar às 8h30, com o credenciamento. A mesa de abertura começa na sequência, 9h30. Em 29 de novembro, último dia das ações, a Unidade de Saúde da Família (USF) San Martin vai contar com desfiles de trajes africanos, maquiagem, tranças nos cabelos. A lista completa das ações e atividades pode ser acessada pelo site da secretaria. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Preso foge de hospital enquanto policiais resolviam documentação dele na unidade

Um preso que estava internado em um hospital de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, fugiu da unidade na tarde de domingo (3). De acordo com informações da polícia, o suspeito Jociel Cordeiro de Oliveira, conhecido como “Ciel, de 34 anos, estava se recuperando de uma cirurgia de hérnia umbilical no Hospital Geral Clériston Andrade (HCGA). Segundo a polícia, Jociel aproveitou que os policiais estavam resolvendo as questões burocráticas da documentação dele e fugiu. O suspeito estava cumprindo pena por tráfico de drogas no Conjunto Penal da cidade e até a tarde desta segunda-feira (4) ele não havia sido encontrado. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Policial militar morre após reagir a assalto em restaurante de Camaçari

Um policial militar morreu após reagir a um assalto em Camaçari, região metropolitana de Salvador, no início da tarde desta segunda-feira (4). Conforme a Polícia Militar, dois homens armados entraram no restaurante, que fica no bairro Gleba C, e anunciaram o assalto. No momento do ocorrido, o policial estava de folga e, segundo testemunhas, foi atingido quando reagiu ao assalto e trocou tiros com os criminosos, que fugiram em seguida. Em nota, a PM informou que as circunstâncias do ocorrido ainda serão esclarecidas. O restaurante onde ocorreu o assalto não tem câmeras de segurança. Sandálias dos assaltantes foram encontradas no local do crime. O cabo Renato Santana Medeiros, 46 anos, foi socorrido para o Hospital Geral de Camaçari, onde não resistiu aos ferimentos e morreu. Em 2019, a Bahia registrou oito PMs assassinados. Um estava de serviço, cinco de folga e dois da reserva. No dia 29 de outubro, o policial militar Tiago Ribeiro Santos foi morto durante um assalto a uma joalheria, ele também estava de folga no dia do crime. Dois criminosos assaltam restaurante em Camaçari, na Bahia — Foto: Giana Matiazzi/TV BahiaDois criminosos assaltam restaurante em Camaçari, na Bahia — Foto: Giana Matiazzi/TV Bahia Dois criminosos assaltam restaurante em Camaçari, na Bahia — Foto: Giana Matiazzi/TV Bahia De acordo com a PM, a vítima era do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e integrava há 20 anos o quadro funcional da corporação. Segundo o comandante do 12ª Batalhão de Polícia Militar (Camaçari), Antônio Sampaio Souza Júnior, o policial morava no mesmo bairro onde foi morto. O comandante ainda detalhou que cerca de 50 policiais militares realizam rondas e diligências para tentar capturar os suspeitos. A cidade da região metropolitana de Salvador recebeu o reforço da Rondesp, da Companhia Especializada do Pólo de Camaçari e do helicóptero do grupamento aéreo da PM. As testemunhas do crime ainda estão sendo ouvidas na delegacia de Camaçari e a partir desses depoimentos poderá surgir informações que possam levar até os suspeitos de matar o cabo Medeiros. O corpo do cabo Renato foi encaminhado para Instituto Médico Legal (IML) e ainda não há informação sobre horário e local do sepultamento. Ele deixa esposa e uma filha. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Denúncias de racismo na Bahia já podem ser feitas por telefone; confira

As pessoas que sofrerem ou presenciarem algum caso de racismo já podem denunciar o crime por telefone. O serviço, disponibilizado pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), integra o calendário estadual Novembro Negro. A ação faz parte da campanha intitulada como “Todas as Vozes contra o Racismo. Todas as leis contra os racistas”, que está disponível desde quinta-feira (31). As denúncias devem ser feitas pelo telefone (71) 3117-7448, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h, e também das 14h às 18h. Todos os casos registrados por telefone vão ser direcionados para o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, responsável por oferecer apoio psicológico, social e jurídico às vítimas de racismo, além da intolerância religiosa. Conforme a Sepromi, apesar de integrar as ações do Novembro Negro, o serviço vai se estender ao longo ano. A expectativa com a ação é de que a sociedade também possa participar do combate ao racismo ao denunciar os casos. Os casos também podem ser registrados presencialmente. Para isso, é necessário que a pessoa vá até o Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, na Avenida Manoel Dias da Silva, na capital baiana. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

Após uma semana, incêndio em Rio de Contas ainda não foi controlado; FOTOS

Após quase uma semana, incêndio em vegetação de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, ainda não foi controlado — Foto: Divulgação

Diversos pontos de vegetação na cidade de Rio de Contas, localizada na região da Chapada Diamantina, na Bahia, seguem com focos de incêndio nesta segunda-feira (4), quase uma semana após o surgimento das primeiras chamas na região. O local afetado fica na Serra das Almas. No local, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do estado, existem nascentes importantes. Segundo os bombeiros, a área é de difícil acesso, o que dificulta o combate ao fogo. Os bombeiros e voluntários estão sendo levados ao terreno por helicóptero. Atualmente, conforme os bombeiros militares, 23 bombeiros atuam na região, com a colaboração de cerca de 10 brigadistas da cidade, contabilizando cerca de 33 combatentes. De acordo com os bombeiros militares, além dos agentes, quatro aviões do tipo AirTractor contratados pelo programa Bahia Sem Fogo permanecem lançando água para auxiliar no combate. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

Suspeito de tráfico morre após confronto com PMs em Massaranduba

Suspeito de tráfico morre após confronto com PMs e arma e drogas são apreendidas no bairro de Massaranduba, em Salvador — Foto: Divulgação/SSP

Suspeito de tráfico morre após confronto com PMs e arma e drogas são apreendidas no bairro de Massaranduba, em Salvador — Foto: Divulgação/SSP Um homem suspeito de tráfico de drogas morreu depois de uma troca de tiros com policiais militares, no domingo (3), na localidade conhecida como Fundão, no bairro de Massaranduba, em Salvador. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do estado (SSP-BA), com o suspeito, que não teve o nome divulgado, foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e 10 trouxinhas de cocaína. Conforme a SSP, o suspeito foi localizado durante rondas. O homem estaria com outros suspeitos, que fugiram. Ele chegou a ser socorrido e foi levado para o Hospital Geral Ernesto Simões Filho, mas não resistiu. Ainda segundo a SSP, o caso foi registrado na Corregedoria da Polícia Militar. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Veja as principais manchetes dos jornais desta terça-feira (05)

A Tarde
Sefaz vai notificar 100 mil veículos por atraso no IPVA no estado

:: LEIA MAIS »

Bahia: Identificado o policial militar assassinado após reagir a assalto, enquanto almoçava

O Cabo da PM Renato Santana Medeiros, 46 anos, foi baleado enquanto almoçava no restaurante ‘Point do Caldo’, na tarde desta segunda-feira, 04, no município de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O incidente ocorreu por volta das 12h40, no bairro da Gleba C. Ele chegou a ser encaminhado para a o Hospital Geral de Camaçari, onde não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

De acordo com informações, a vítima foi atingida por cerca de cinco tiros após reagir a um assalto. Os disparos partiram de um grupo de pessoas a bordo de um carro Classic Sedan branco. Ainda não há informações sobre a identidade dos suspeitos. A polícia militar divulgou, na tarde desta segunda-feira, 04, uma nota de pesar sobre o falecimento do oficial:

“É com pesar que a Polícia Militar da Bahia informa o falecimento do Cabo Renato Santana Medeiros, 46 anos, no início da tarde desta segunda-feira (4), em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O policial militar estava de folga em um restaurante localizado no bairro Gleba C, onde foi atingido por disparos de arma de fogo efetuados por dois criminosos, que fugiram em seguida. As circunstâncias do ocorrido ainda serão esclarecidas. O Cabo Medeiros foi socorrido por policiais militares para o Hospital Geral de Camaçari, onde não resistiu aos ferimentos. Ele era lotado no 12º Batalhão e integrava há 20 anos o quadro funcional da corporação.”

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Fatal: Jovem de 19 anos infarta e morre após misturar cerveja com energético em balada

A jovem Isabella Eduarda Gabriel Guedes Bueno, de 19 anos, morreu no domingo (3) após sofrer uma parada cardíaca em uma casa noturna em Londrina, no norte do Paraná, após tomar uma mistura de cerveja com energético. Estudante de técnico em Enfermagem, Isabella passou mal no início da madrugada do último sábado (2). Ela chegou a ser reanimada e levada ao Hospital Evangélico, mas não resistiu e faleceu cerca de 24h depois.

Segundo o portal Catve, a família da jovem informou que ela tinha sido diagnosticada com uma “leve arritmia cardíaca”. Alguns estudos apontam que misturar álcool e energético pode potencializar condições do coração e gerar complicações. Ao portal da RedeTV!, a Polícia Civil confirmou que abriu uma investigação sobre o caso. As autoridades ainda aguardam o laudo do Instituto Médico Legal (IML), que deve apontar se ela realmente havia consumido apenas essas duas bebidas. O sepultamento de Isabella estava marcado para a manhã desta segunda-feira (4) no Cemitério Jardim da Saudade, em Londrina.

WhatsApp oficial 7798838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia