WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘Tanque Novo Ba’

São João de Tanque Novo 2019: Derrama tradição no aconchego do forró

Sob o slogan bem modernista #São João de Verdade é Aqui, na cidade de Tanque Novo situado na região do Sudoeste da Bahia, chega com mais um campeão de comemoração na cidade – e várias partes da zona rural e na sede – no aconchegante manto da tradição, de 24 a 26 de junho tem muito arrasta pé. A Conquistense Narjara Paiva , certamente, pode vibrar pela dimensão que alcançou aquela festa fundada por universitários. Bem a cara dos grupos de amigos que buscam só a diversão. Mas olha o tamanho dessa brincadeira – hoje pra lá de séria!

Pelo 2 palcos como manda a tradição, em Tanque Novo, sobe uma seleção de craques do forró. Que tal o xote chamegado, Os Mestres do Ceará? E o ritmo dançante do Sertanejo Gino e Geno? Tem, também, a presença contagiante de Michelle Andrade, mostrando que a sofrência deixa eco em todas as gerações.

Tem mais! Uma das sensações do momento, Iago Goveia traz o forró eletrônico do Nordeste, intimando a galera a se jogar, cantarolando: “Deus me livre/ mas quem me dera”. Se fosse pra pensar em perder o São João, Maciel Alves subiria ao palco avisando: “Não deixo não”.

Mas Neném e Banda também vem aí, para comemorar o quê conquistou com a “Meu Canarinho Estralador”. Lembra? “. A turma forrozeira também pode esquentar o frio do inverno com Valdir do Acordeon e o Forrozeiro que toca no meio do povo.

Mas, como estamos falando de Tradição, minha gente, uma festa não pode faltar! “a prata da casa, que os Caracas do Forró minha amorosa!”. A banda Caracas, presença garantida na festa, ganha o palco mais uma vez, com toda a energia e o estilo forrófiado.

Confira outras informações sobre essa festa tão tradicional e esperada no cartaz.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Luto: Identificado o jovem executado em Tanque Novo. Ele estaria em dívida com o tráfico

Um homem foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira (17), no bairro Tio Juca, na cidade de Tanque Novo, no Sudoeste da Bahia, por volta das 09h50. O crime ocorreu quando Everton Douglas dos Santos Coelho, de 22 anos, estava caminhando na rua Rio Branco e foi surpreendida por dois suspeitos que estavam a bordo de uma motocicleta e realizaram vários disparos contra a vítima

Conforme informação da 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), o crime pode ter acontecido em decorrência de dívida com o tráfico de drogas. Testemunhas afirmaram aos policiais que ouviram os disparos, más não conseguiram identificar os atiradores. A vítima não tinha passagem. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML- Instituto Médico Legal de Guanambi, onde passou por exame de necropsia. // Folhe do Vale.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Imagens forte: Jovem é assassinado a tiros em Tanque Novo

Imagens forte: Um jovem identificado como Everton de 22 anos de idade, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feita (17),  no bairro da Tijuca em Tanque Novo Região Sudoeste da Bahia. De acordo com informações de populares o jovem foi encaminhado por meio próprio para o hospital da cidade,  mas ao chegar no hospital a equipe medica constatou o óbito. A polícia militar regstro a ocorrência  e acionou o (DPT) departamento de Polícia técnica, de Guanambi  o corpo foi encaminhado para necropsia  no (IML) instituto médico legal. A  a motivação do crime é desconhecida. A polícia civil vai investigar o homicídio.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Conquista: Homem é encontrado morto com sinais de enforcamento

Uma equipe da 92ª Companhia Independente de Policiamento rural foi acionada ao distrito de Bate Pé, em Conquista. Chegando em uma residência encontro o corpo de um homem com sinais de enforcamento. Após ouvir testemunhas, a polícia, a princípio, descartou a possibilidade de homicídio.

No local foi encontrado um bilhete. Segundo familiares, o homem tinha histórico de depressão e fazia uso de bebida alcoólica frequentemente. O Departamento de Polícia Técnica foi acionado. Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Pai, mãe, irmãos e sobrinhos do prefeito de Tanque Novo são presos

Uma mega operação policial que envolveu as polícias civil e militar, e auditores fiscais da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, foi deflagrada esta manhã, 14/12, na cidade de Tanque Novo, em cumprimento a 11 mandados de prisão e busca expedido pela Justiça.
Foram presos o ex-prefeito Juca e dois de seus netos, sendo um filho do atual prefeito Elson, uma secretária e mais quatro pessoas, cujos nomes serão divulgados ainda hoje.

Entre as práticas criminosas contra a ordem tributária nos estabelecimentos comerciais do grupo de João Neves, pai do prefeito de Tanque Novo, Elson Neves de Oliveira, constam a utilização de notas fiscais frias; “calçamento” de notas fiscais; utilização de notas fiscais com numeração paralela à autorizada pela Sefaz; utilização de empresas de fachada constituídas em nome de interpostas pessoas; operações comerciais em nome de empresas fictícias; falta de emissão de notas fiscais; e simulação de venda de mercadorias para outros estados, utilizando empresas de fachada.  Investigada há três anos, a organização criminosa também desviava caminhões de postos fiscais; reutilizava notas fiscais com o objetivo de dar “aparência” regular ao trânsito de mercadorias; formou e utilizava “Caixa 2”, além de ter aberto contas correntes bancárias em nome de interpostas pessoas.

Judith Alves Carneiro, esposa do empresário, o filho do casal, Laeson Neves de Oliveira, os netos Diogo Carneiro Neves de Oliveira e João Carlos Neves de Oliveira, além da irmã de “Juca”, Eunice de Oliveira Magalhães, também faziam parte do esquema, bem como o contador Dulcélio Wildson Souza de Santana e Núbia Angelice Magalhães Carneiro, funcionária de uma das empresas envolvidas no golpe. Alvos dos mandados de prisão temporária por sonegação fiscal e formação de quadrilha, todos estão à disposição da Justiça no Complexo Policial de Guanambi. Outros três mandados de prisão ainda serão cumpridos na região, segundo informou a delegada Débora Freitas, da DECECAP.

A Operação Marabu, deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, contou com a participação de 79 servidores estaduais, sendo 52 da Secretaria de Segurança Pública, sob o comando da delegada Pilly de Faria Dantas, titular da DECECAP, 23 da Secretaria da Fazenda, além de quatro promotores de Justiça do Ministério Público do Estado. A força tarefa utilizou uma frota de 27 veículos, tendo surpreendido João Neves de Oliveira e a esposa Judith, na residência do casal, na Avenida Princesa Isabel, no centro  de Tanque Novo,por volta de 6 horas.

Ao perceber a presença das equipes da DECECAP, da Sefaz e do Ministério Público, o empresário tentou se livrar de uma pasta com documentos, jogando-a por cima do muro. No imóvel, foram apreendidos documentos diversos, notas promissórias e mais de R$ 30 mil em espécie.  Laeson, Diogo, João Carlos, Eunice, Dulcélio e Núbia foram presos em suas respectivas residências, também em Tanque Novo.

Empresas fictícias – Investigação preliminar da Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip) da Sefaz detectou indícios da existência de uma Organização Criminosa liderada por um empresário em Tanque Novo, visando o não pagamento dos tributos devidos decorrentes de suas atividades comerciais no ramo atacadista de mercadorias em geral, com predominância de gêneros alimentícios. O comerciante adquiria mercadorias em nome de empresas fictícias, com suposto endereço na Bahia e em outros estados, sem o pagamento do ICMS devido, utilizando como local de comercialização a empresa com o nome fantasia Central Distribuidora, mantendo, também, depósitos clandestinos em Tanque Novo.

O esquema envolvia ainda a contratação de motocicletas, utilizados como “batedores”, mantidos trafegando constantemente pelas estradas e outros acessos, com o objetivo de informar sobre a presença da fiscalização, possibilitando assim a fuga de veículos da organização criminosa através da intrincada malha viária e desvios. Para camuflar o patrimônio, João Neves de Oliveira adquiria veículos de sua frota em nome de terceiros, residentes em Tanque Novo, a maioria integrante de sua família, com indicação de endereços residenciais falsos.

Estima-se que os prejuízos causados pela organização criminosa, com base nas notas fiscais eletrônicas emitidas por fornecedores, até 28 de fevereiro deste ano,  e de dados existentes no Sistema Integrado de Informações sobre Operações com Mercadorias e Serviços (Sintegra), atingem um montante de R$ 54 milhões anuais. Atualmente o valor do crédito reclamado em nome das empresas do grupo é da ordem de R$ 20 milhões. “Juca” já responde a ação judicial por crime de sonegação fiscal. Com informações da Polícia Civil
Foto: Jornal Farol.

 

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia