WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘Política’

Itamaraty diz que Cuba e Venezuela foram convidados para a posse de Bolsonaro

O Ministério das Relações Exteriores informou, hoje (17), que convidou e desconvidou os chefes de Estado e de governo de Cuba e da Venezuela para a posse de Jair Bolsonaro, em 1º de janeiro. A recomendação, segundo a pasta, partiu da equipe do presidente eleito.

A manifestação do Itamaraty vem após o futuro chanceler, Ernesto Araújo, dizer no Twitter que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, não foi convidado para a posse. Pouco tempo após a declaração de Araújo, o ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, informou que o presidente do país vizinho recebeu um convite para a solenidade.

De acordo com a GloboNews, o Itamaraty registrou que recebeu da equipe do presidente eleito “a recomendação de que todos os chefes de Estado e de governo dos países com os quais mantemos relações diplomáticas deveriam ser convidados” para a posse.

A decisão de retirar o convite a Cuba e Venezuela foi tomada em um segundo momento, também por “recomendação” do novo governo. A medida “exigiu uma nova comunicação a esses dois governos”, segundo o Itamaraty.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Congresso deve votar Orçamento de 2019 ainda essa semana

A proposta orçamentário de 2019 para a União deve ser votada na última semana antes do recesso pelos parlamentares. A previsão é que ocorra uma sessão conjunta da Câmara e do Senado amanhã (18), para a votação de vetos presidenciais e projetos de lei com liberação de créditos.

A proposta consiste na definição das receitas e das despesas dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, com previsão de R$ 3,381 trilhões para o ano que vem. A aprovação precisa ocorrer até o fim de 2018, caso haja o descumprimento do prazo, o poder Executivo só poderá gastar 1/12 por mês do valor previsto no projeto.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Ibope: 64% dos brasileiros acreditam que governo de Bolsonaro será ‘bom ou ótimo’

Cerimônia de diplomação de Jair Bolsonaro

Pesquisa Ibope divulgada hoje (17) pela Folha de S. Paulo aponta que 64% dos brasileiros acreditam que o governo de Jair Bolsonaro será “bom ou ótimo”.

O índice é praticamente igual ao verificado com Dilma Rousseff em dezembro de 2010: 62% achavam que ela faria uma gestão ótima ou boa.

Quando são considerados apenas os mais otimistas, o Ibope registra que Bolsonaro gera entusiasmo maior: 25% acham que ele fará um governo “ótimo”, contra 19% de Lula em 2006 e 13% de Dilma em 2010.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Procuradoria pede rejeição de contas de vice-prefeito de Correntina

A Procuradoria-Eleitoral da Bahia recomendou a rejeição das contas de campanha deste ano do vice-prefeito de Correntina, Michel Delgado.

De acordo com o relatório, os valores aplicados na campanha superam o valor do patrimônio declarado pelo político na ocasião do registro da candidatura. O vice-prefeito não explicou à Justiça a origem de R$ 15,6 mil aplicados, do próprio bolso, na disputa.

Michel concorreu ao posto de deputado estadual, pelo PPL, mas não se elegeu. Obteve 8.737 votos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Para 75% dos brasileiros, Bolsonaro está no caminho certo, diz Ibope

Foto: Rafaela Frutuoso/Folhapress/Arquivo

Pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta quinta-feira (13) mostra que 75% dos brasileiros – três em cada quatro – acreditam que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, e sua equipe estão no caminho certo em relação às decisões tomadas até o momento. De acordo com o estudo, 14% acham que Bolsonaro está no caminho errado e 11% não sabem ou não responderam à pergunta.

Os números mostram que, quanto maior a renda familiar, maior o percentual dos que acreditam que o presidente eleito está no caminho certo. O índice é de 70% entre aqueles com renda familiar de até um salário mínimo e chega a 82% entre os que têm renda familiar superior a cinco salários mínimos.

Entre os brasileiros ouvidos, 64% têm expectativa de que o governo Bolsonaro será ótimo ou bom.

Prioridades
Para 41% e 40% dos entrevistados, respectivamente, melhorar os serviços de saúde e promover geração de empregos devem ser as prioridades do governo para 2019. Em seguida, aparecem combater a corrupção e combater a violência e a criminalidade, ambos com 36%, e melhorar a qualidade da educação, apontada por 33%.

Melhorias
O levantamento mostra que dois em cada três brasileiros acreditam que a situação econômica do país vai melhorar em 2019, enquanto parcela similar espera que a própria vida vai melhorar ou melhorar muito no próximo ano.

Cerca de quatro em cada dez brasileiros (43%) acreditam que a segurança pública está entre os principais problemas que vão melhorar no primeiro ano de governo do presidente eleito. Em seguida, aparecem a corrupção (37%) e o desemprego (36%).

Equipe de governo
A pesquisa mostra que a maioria dos brasileiros ouvidos aprova as indicações para compor a equipe de Bolsonaro, bem como as medidas que vêm sendo anunciadas pela equipe.

Entre os entrevistados, 80% se dizem pelo menos um pouco informados sobre as indicações do presidente eleito para os cargos de primeiro escalão do governo – ministros e colaboradores da equipe de transição. Desses, 55% consideram as indicações adequadas ou muito adequadas.

Pouco mais de oito em cada dez se dizem informados, em alguma profundidade, sobre as propostas já anunciadas pelo presidente eleito. Entre eles, 75% afirmam aprovar de forma geral as propostas. O percentual de aprovação cresce de acordo com o grau de informação que o entrevistado diz ter sobre o novo governo.

A pesquisa foi feita entre 29 de novembro e 2 de dezembro e ouviu 2 mil eleitores de 127 municípios. A margem de erro máxima estimada é de 2 pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Novo governo: Após reunião com Jair Bolsonaro, ACM Neto sinaliza apoio do DEM

O presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, declarou nesta quarta-feira (12), após se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro, que “as coisas estão caminhando” para o partido integrar oficialmente a base de apoio do futuro governo no Congresso Nacional. ACM Neto e as bancadas do DEM no parlamento conversaram com Bolsonaro no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do governo de transição. Um dos principais líderes do DEM, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), não participou da reunião. Ao final do encontro, o presidente do DEM disse a jornalistas que convocará a executiva nacional do partido para definir “um eventual apoio formal e uma condição de integrar a base do governo”.Embora não tenha fechado apoio ao futuro governo, o DEM terá três ministros na gestão de Bolsonaro: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde). O presidente do DEM atribuiu as escolhas dos três integrantes do partido para o primeiro escalão a indicações pessoais de Bolsonaro, e não partidárias. “Nós não podemos esconder que o partido tem satisfação pelo fato de ter três de seus membros integrados ao primeiro escalão. Nós não indicamos, foi uma escolha do presidente, mas são ministros altamente qualificados. Isso também gera um ambiente muito positivo com o Democratas”, ponderou ACM Neto.

O DEM é um dos partidos que formam no Congresso Nacional o bloco conhecido como “Centrão”, uma frente de partidos conservadores que se articula para ter mais força dentro do Legislativo. Na eleição deste ano, o DEM apoiou a candidatura à Presidência de Geraldo Alckmin. Com a derrota do tucano no primeiro turno, a direção do DEM liberou os filiados no segundo turno. ACM Neto, contudo, declarou apoio pessoal a Bolsonaro na disputa contra o petista Fernando Haddad. Atualmente, o DEM tem 42 deputados, mas elegeu 29 para a legislatura que terá início em fevereiro de 2019.

Reunião da executiva

Ainda não há previsão de quando ocorrerá a reunião da executiva nacional do DEM que discutirá o eventual ingresso do partido na base de apoio de Bolsonaro no Congresso Nacional. É possível, inclusive, que o encontro ocorra somente no início de 2019, ressaltou ACM Neto. Questionado sobre se apoiará a oficialização do apoio ao governo Bolsonaro, o presidente do DEM afirmou que as conversas caminham no sentido de ingressar na base de apoio. “As coisas estão caminhando para isso, está certo? Todo momento tem sido de troca de ideias, de aprofundamento do conhecimento dessa agenda do governo”, declarou.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

PF faz buscas em imóveis do senador Aécio Neves e de dois deputados

Equipes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal cumprem, na manhã de hoje (11), mandados de busca e apreensão em imóveis do senador Aécio Neves (PSDB) e da irmã dele, Andréa Neves, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais.

Segundo o portal G1, a operação também mira outros alvos, como o deputado federal e presidente do partido Solidariedade, Paulinho da Força, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB) e empresários que, segundo promotores, teriam emitido notas fiscais frias para Aécio.

A busca se baseia em delações de Joesley Batista e Ricardo Saud, executivos do grupo J&F. Em depoimento, eles relataram ter repassado quase R$ 110 milhões em propina ao senador Aécio Neves.

De acordo com a PF, Aécio teria comprado apoio político do Solidariedade por R$ 15 milhões, e empresários paulistas ajudaram com doações de campanha e caixa dois por meio de notas frias.

A operação também cumpre mandados na Bahia, em São Paulo, no Rio Grande do Norte e em Brasília.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bolsonaro e Mourão são diplomados no TSE

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, foi diplomado, por volta das 16h30, de hoje (10), em solenidade no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), assim como o vice Hamilton Mourão. A diplomação é o ato formal de confirmação de que os candidatos cumpriram todos os requisitos para exercer o mandato e poderão tomar posse.

Os diplomas são assinados pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber. No documento constam nome do candidato, o partido ou a coligação pela qual concorreu e o cargo para o qual foi eleito.

Bolsonaro e Mourão foram levados à sessão pelos ministros do TSE Luís Roberto Barroso e Tarcísio Vieira de Carvalho Neto. Foram saudados com aplausos pelos presentes. Em seguida, a Banda dos Fuzileiros Navais executou o Hino Nacional. Bolsonaro acompanhou o Hino com a mão no peito.

O TSE enviou cerca de 700 convites para a solenidade. Entre os presentes, o ministro Luiz Fux, representando o Supremo Tribunal Federal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) , o presidente do Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), a procuradora-geral eleitoral, Rachel Dodge, e o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamachia.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: “Para Herzem o PT governou 20 anos, só quero mais 04!”

O prefeito Herzem Gusmão concedeu uma entrevista a Pedro Alexandre Massinha na última sexta-feira na inauguração da iluminação de Natal do Cristo Mario Cravo em Vitoria da Conquista,onde o Blog do Sena reproduz na íntegra.

Leia a entrevista

“Estão com muita pressa, não vejo porquê eu tratar de sucessão agora, estou completando dois anos a frente da administração, dois anos de muitas realizações, veja quantas obras. O PT governou a cidade por 20 anos, eu só quero mais quatro. É o que peço aos conquistenses”, foi assim que o prefeito me respondeu ao lhe perguntar sobre a sucessão municipal. Ele acrescentou ainda: “estamos trabalhando com as melhores assessorias do Brasil, veja a Dom Cabral, ela está nos apresentando sugestões modernas para Conquista que caminha célere para os 200 anos. Temos feito muitas obras importantes para a população”, finalizou o prefeito ao Blog do Agito Geral

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Herzem anuncia 100 novas vagas de emprego na Prefeitura; concurso público será realizado

Na cerimônia de Formatura do Curso de Formação para os novos Agentes de Trânsito de Vitória da Conquista, realizada na última sexta-feira (7), o prefeito Herzem Gusmão anunciou que um novo concurso será preparado no início do mês de janeiro de 2019, com abertura de 100 novas vagas para novos agentes de trânsito.

O tempo do processo licitatório e a sua conclusão – somado a preparação com curso de capacitação para os aprovados, deverá se estender por aproximadamente 120 dias.

A Semob – Secretaria de Mobilidade Urbana espera contar com este reforço ainda no 1º semestre do ano novo.Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia