WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Política’

Após ‘laranjas’, PSL deve lançar plataforma de transparência

Aturdida por inúmeras denúncias de candidaturas laranja, o PSL deve ançar uma plataforma de transparência.

De acordo com a Folha, a ideia é criar um site para que todo gasto executado pela legenda seja imediatamente seja publicado na internet.

Além disso, o partido pretende também reunir informações sobre o gasto. Deve-se dizer quem solicitou a despesa, quem ordenou, por que a empresa foi escolhida e quais foram as propostas feitas para o serviço.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Prefeita de Maragojipe decreta situação de emergência no município

Nessa sexta-feira (09) a prefeita da cidade de Maragojipe, Vera Lúcia (PR), decretou estado de emergência no município pela falta de água. De acordo com a publicação feita no diário oficial a prefeita alega que a cidade vem sofrendo por falta de recursos hídricos devido a um longo período de estiagem. Antes do carnaval moradores enviaram várias denúncias acusando a prefeitura e a câmara municipal de negligenciar tal situação que a cidade vem passando há anos. A Embasa ainda realizou um conjunto de ações para tentar diminuir os prejuízos à população de Maragojipe. Confira as alegações que a prefeita Vera pontuou no seu decreto.

Considerando a escassez de água decorrente da estiagem prolongada que vem assolando o município, prejudicando os mananciais e rios e em consequência o abastecimento de água potável nos lares de Maragogipe; Considerando o prejuízo econômico ocasionado pela falta d’água principalmente para os produtores e comerciantes de produtos agrícolas; Considerando que os recursos hídricos são limitados e não são passíveis de apropriação por particulares e sim de mera outorga de direito de uso; Considerando os notórios males que a escassez tem causado à população de Maragogipe, com reflexos nas residências, locais de trabalho, escolas, creches, clínicas e hospitais, inclusive colocando em risco a vida de pacientes.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bolsonaro sanciona lei que autoriza bloqueio de bens de investigados por terrorismo

O projeto de lei que prevê o bloqueio de bens de pessoas alvo de investigações ou acusadas por atos terroristas, financiamento ou ações correlatas foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O texto, proposto pelo próprio Executivo, foi aprovado pelo Congresso Nacional, mas os parlamentares acrescentaram um trecho que obrigava o Executivo a validar o bloqueio de bens. No entanto Bolsonaro vetou o trecho sob o argumento de que vai contra a recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU).

O projeto tornou-se a Lei nº 13.810, que dispõe sobre o cumprimento de sanções impostas por resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Governo pretende lançar aplicativos com botão de socorro para mulheres

Aplicativos com foco na saúde da mulher estão sendo desenvolvidos pelo governo. Os softwares contarão com um botão de socorro para situações de emergência. A iniciativa é uma parceria do Ministério da Saúde com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

O Ministério da Saúde afirmou que as ferramentas vão trazer conteúdos referente à saúde das mulheres, incluindo prevenção, alimentação saudável, direitos, sexualidade e diversidade. Haverá ainda um espaço voltado à oferta de cuidado para mulheres em situação de violência.

“São conteúdos que permitem que a mulher identifique os ciclos de violência, seus direitos, rede de serviços públicos (saúde, assistência social, justiça e segurança pública), formas de prevenção e como encontrar ajuda”, esclareceu a pasta.

As mulheres que optarem por usar os aplicativos terão que fazer um cadastro com seus dados pessoais, o que permitirá que elas sejam encontradas em casos de emergência. Segundo a Folha de S. Paulo, o governo ainda não definiu se o alerta será emitido ao Disk Denúncia ou se gerará um alerta para a rede de proteção da mulher, a cargo de autoridades municipais ou estaduais.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Prefeito empossa Secretário de Mobilidade e novo Coordenador de Trânsito

Na tarde desta quinta-feira (07) o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, se reuniu com os agentes de trânsito, além do novo Secretário de Mobilidade, Jackson Yoshiura e do novo Coordenador de Trânsito, Agno Santa Rosa, no auditório da Rede de Atenção da Criança e Adolescente no centro da cidade. Em sua fala, o prefeito Herzem desejou boa sorte e bom trabalho aos novos integrantes do governo municipal. “Efetivamos Jackson que estava interinamente e anunciamos o Tenente Agno no comando do Trânsito. Nós queremos estabelecer algo novo no trânsito para poupar vidas preciosas e eu entendo que precisamos amparar os agentes. Vamos ter uma cidade melhor no trânsito e no transporte. Nós estamos avançando e conseguiremos alcançar esses objetivos”, afirmou o prefeito aos presentes.

Por sua vez, Jackson Yoshiura, que agora foi efetivado como secretário de Mobilidade, ressaltou a grande responsabilidade que tem em assumir a Mobilidade Urbana de Vitória da Conquista, destacando: “Nosso desafio à frente da Secretaria de Mobilidade Urbana da terceira maior cidade da Bahia é melhorar e garantir o direito de ir e vir do cidadão conquistense e de todo aquele que vem para nosso município e isso passa por um trânsito organizado, um transporte público com qualidade e vias bem estruturadas”. Formado em Direito, o secretário entrou no Governo Municipal, em fevereiro de 2018, na função de coordenador de Transporte.

Já Agno Santa Rosa, tenente da Reserva da Polícia Militar, que tem larga experiência no trânsito, falou da alegria por ter mais essa atribuição: “Apesar de estar na reserva como Tenente da Polícia Militar, estou tendo mais essa oportunidade. Eu gosto de me sentir útil à comunidade em que eu vivo. Para mim é uma satisfação imensa assumir essa responsabilidade e ser mais um com o agente de trânsito, não só como coordenador, mas como agente para melhor servir a comunidade”. Ainda estiveram presentes no encontro, a vice-prefeita Irma Lemos, o chefe de Gabinete Civil, Marcos Ferreira e secretários e coordenadores municipais.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Senado gasta R$ 8,2 mil em tela que retrata o ex-presidente Eunício Oliveira

Um retrato do ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), encomendado no início de novembro para compor a galeria com imagens de senadores que comandaram a Casa, custou R$ 8,2 mil aos cofres públicos.

A obra recém-chegada é mais cara que o retrato do antecessor e correligionário de Eunício, Renan Calheiros (AL), que custou ao Senado R$ 6,9 mil em 2017 – R$ 7,4 mil, em valores atualizados pela inflação. Ambas foram pintadas pelo artista plástico Urbano José Pibernat Villela, de 76 anos.

Tanto Eunício – que não conseguiu se reeleger – quanto Renan são investigados por suspeitas de corrupção.

No Palácio do Planalto e no STF, os ex-presidentes também são homenageados com retratos nas paredes quando deixam o posto. Nos dois casos, porém, são usadas fotografias. Já no Senado, a confecção de telas em óleo é uma tradição.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Começa hoje prazo para eleitor faltoso evitar cancelamento do título

O prazo para quem não votou nem justificou a falta em pelo menos três votações seguidas regularizar sua situação começa nesta quinta-feira (7). Para isso, é preciso pagar as multas referentes às ausências, bem como comparecer a um Cartório Eleitoral para apresentar, além do título, um documento com foto e um comprovante de residência.

Para somar as três faltas, são contados também os turnos de votação. Também são contadas as eleições suplementares, convocadas quando o pleito oficial é anulado devido a irregularidades. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 2,6 milhões de pessoas podem ter o título cancelado caso não resolvam a situação.

Os nomes dos faltosos começaram a ser divulgados em 20 de fevereiro e podem ser consultados nos cartórios eleitorais de todo o país. O prazo para a regularização vai até 6 de maio.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Membros do PT não apoiam reeleição de Gleisi para presidência do partido

A atual presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, deve encontrar dificuldades para se reeleger ao cargo. Apesar de tudo indicar a tentativa de concorrer à posição novamente, a deputada federal não é desejada por outros membros da legenda.

De acordo com o Estadão, Gleisi tem o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de grupos como o Movimento dos Sem Terra (MST), mas não é aprovada por membros da sua própria corrente, a Construindo um Brasil Novo (CBN).

A corrente de Gleisi quer um nome do Nordeste para ocupar a presidência do PT. Alguns dos nomes que surgiram foram do senador Humberto Costa (PE) e do deputado José Guimarães (CE).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Polêmica: Policial quebra braço de presidente de diretório do PT após confusão com bolsonaristas

Policial quebra braço de presidente de diretório do PT após confusão com bolsonaristas

Um policial militar de São Paulo quebrou o braço de um integrante do Partido dos Trabalhadores (PT) durante o registro de uma ocorrência em uma delegacia de Atibaia após um bloco de Carnaval, na noite desse domingo (3). De acordo com o PT, a vítima da violência policial é Giovani Doratioto, presidente do diretório municipal daquela cidade.

Um vídeo divulgado pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann, mostra o momento exato da agressão. Giovani, que está com uma camisa com os dizeres “Lula Livre”, discute com os policiais. Um dos militares diz que vai algemar o petista e ele questiona: “O que você vai fazer além de me algemar?”. Após isso, ele é imobilizado e agredido.Gleisi Hoffmann afirmou que vai cobrar explicações do Governo de São Paulo e responsabilização dos agressores.

Em um post na rede social, a companheira de Giovani, Pham Dal Bello, contou que eles foram na delegacia após ele ter sido agredido por apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), durante um ato contra o assédio em um bloco de Carnaval.

“Fomos interceptados por bolsominions, Geovani vestia uma camiseta do Lula, fomos xingados e ofendidos da maneira mais raivosa possível, quando viramos para ir embora um deles deu um murro no olho do Geovani e os outros pularam em cima dele da maneira mais covarde segurando o cabelo dele pressionando o rosto contra o chão, chutes na cabeça e nas costelas, dois seguravam e outros batiam”, conta.

“Quando questionamos o motivo dele ter sido algemado e os agressores estarem soltos do lado de fora, o policial disse que toda aquela agressão era pouca”, relata.

Em entrevista ao Portal G1, o delegado do caso, Elton Costa, disse que a prisão de Giovani “não teve nenhuma motivação política. Ele estava alcoolizado causando problemas”, afirmou.

O delegado contou ainda que o petista estaria embriagado e causando confusões no posto policial. Para ele, não houve erro na abordagem.

“Considero que foi a força necessária para repelir a ação dele. Se ele tivesse cumprido a ordem, nada disso teria acontecido. Ele foi levado para delegacia por tudo que ele fez antes. Os policiais não agiram de forma errônea. Ele estava afrontando policias, causando problemas desde a Santa Casa, estava mais de hora sendo advertido, orientado a fazer e seguiu causando problemas”,disse.

O Portal UOL informou que ao menos quatro policiais foram afastados pela corregedoria até que as investigações sejam concluídas.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Rui Costa e Wagner lamentam morte do neto de Lula

Luiz Inácio Lula da Silva, Rui Costa dos Santos e Jaques Wagner

O governador da Bahia, Rui Costa, e o senador Jaques Wagner usaram as redes sociais para lamentar a morte do neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Arthur Araújo Lula da Silva, ontem (1). O menino, de apenas 7 anos, faleceu vítima de meningite meningocócica, em um hospital em Santo André, São Paulo.

Por meio do Twitter, Rui Costa externou seu pesar e disse torcer para que Lula possa comparecer ao enterro do neto. “Manifesto o meu apoio ao presidente Lula neste momento de profundo pesar. Morreu o seu netinho, Arthur Araújo Lula da Silva, de apenas 7 anos. Que Deus console o coração do avô, dos pais e de toda a família. Espero que prevaleça o bom senso, a justiça e até o sentimento de solidariedade humana no sentido de que Lula seja autorizado a se despedir do neto”, publicou.

Jaques Wagner, que também se pronunciou nas redes sociais, se solidarizou com os pais de Arthur e reforçou o pedido para que Lula se despeça do neto. “Fátima e eu manifestamos nossa solidariedade, amizade e força a Sandro e Marlene para suportarem a perda do filho Arthur. Da mesma forma, enviamos nosso abraço de carinho e força ao amigo Lula. Como pais e avós, imaginamos a angustiante dor que sentem. Esperamos que seja garantido a Lula o direito de estar com sua família neste momento de tanta tristeza”.

:: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia