WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: ‘Política’

Neto vai ao exterior palestrar e recebe mais de R$ 12 mil em diária

A palestra do prefeito ACM Neto (DEM) no Forum Brazil, realizado em Oxford pela London Schools of Economics, custará mais de R$ 12 mil aos cofres municipais.

De acordo com o portal de transparência da prefeitura, o democrata recebeu R$ 12.668,77 para custear a sua ida ao exterior. O dinheiro saiu do Tesouro da Prefeitura e foi empenhado no dia 9 deste mês.

Apesar das diárias compreenderem o período de 14/05 até 21 do mesmo mês, a única agenda pública do prefeito é a palestra, que ocorrerá no dia 18.

Procurada, a assessoria do prefeito informou que ele não receberia nenhum valor. Quando confrontada com o extrato do site da transparência, afirmou que acreditava ser “apenas uma formalidade”.

No site que calcula o que é empenhado e o que é pago, aparece que o valor, de fato, entrou na conta do prefeito da capital.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Operação contra esquema de corrupção na Câmara de Ilhéus prende 7 pessoas; vereador e servidores foram afastados

Foto: Reprodução/Câmara Municipal de Ilhéus

Uma operação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) para desarticular organização criminosa que atuava na Câmara de Vereadores de Ilhéus, no sul do estado, prendeu sete pessoas e resultou no afastamento de um vereador e de sete servidores da casa legislativa, na manhã desta quarta-feira (15).

A ação, segundo o órgão, teve objetivo de reprimir crimes contra a administração pública, como fraudes em licitações e contratos e lavagem de dinheiro, que teriam sido praticados entre os anos de 2011 e 2018. Equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), atuaram na operação. Além do cumprimento dos sete mandados de prisão, os agentes também cumpriram dez de busca e apreensão, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus.

O G1 tenta contato com a Câmara de Vereadores de Ilhéus, nesta segunda, para que a casa possa se posicionar sobre o caso. Dentre os presos estão agentes públicos e empresários que, segundo o MP-BA, estão envolvidos em organizações criminosas instaladas na Câmara e responsáveis por operacionalizar múltiplos esquemas de corrupção ao longo de sucessivas gestões na Casa Legislativa. Os nomes dos presos não foram divulgados. Denominada Operação Xavier, a ação resulta da continuidade de investigações de esquemas fraudulentos identificados pela Operação Citrus, que revelou esquemas de corrupção praticados por agentes públicos com o apoio de empresas de assessoria contábil e de licitações, contratadas para maquiar documentalmente a prática dos diversos ilícitos apurados.

A operação, conforme o MP-BA, se desenvolveu com o efetivo operacional da PRF, que reforça o estado baiano na Operação Lábaro 2019, para potencializar o enfrentamento qualificado ao crime organizado, atuando nas divisas dos estados e nas regiões e corredores estratégicos, em consonância com conhecimentos de inteligência policial e de análise criminal. Além da PRF, a ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI) e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam) e de promotores de Justiça da Bahia, que atuaram no cumprimento dos mandados.

Durante dois anos, as investigações contaram com a colaboração da Coordenação de Computação Forense do Departamento de Perícia Técnica do Estado da Bahia, da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, da Receita Federal em Itabuna e Ilhéus, do Banco do Brasil, do Tribunal de Contas dos Municípios, da Central de Apoio Técnico do MP, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), da JUCEB e de outros órgãos. O MP disse que foram apreendidos diversos documentos e objetos, como celulares e computadores. As pessoas foram ouvidas pelo Ministério Público e encaminhadas pela PRF à Delegacia Judiciária local. Fonte: G1

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Condomínio não pode proibir animais domésticos, diz STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (14) que condomínios não podem restringir, de forma genérica, que moradores tenham animais domésticos de estimação, como cães e gatos, em apartamentos. Pelo entendimento da Terceira Turma, que julgou um caso sobre o tema, as convenções só podem fazer restrição quando os bichos apresentarem risco à segurança, higiene ou à saúde dos demais moradores. A Corte julgou um recurso de uma moradora do Distrito Federal contra as regras de seu condomínio, que a impediu de criar um gato no imóvel. Na primeira instância, apesar de alegar que o animal não trazia transtornos aos vizinhos e nas áreas comuns do edifício, o Tribunal de Justiça entendeu que as regras previstas na convenção devem prevalecer. Ao julgar o caso, o colegiado, por unanimidade, entendeu que as regras internas de condomínios não podem vedar a permanência de animais de qualquer espécie sem avaliar cada caso específico.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Projeto de combate a suicídio deve ter resultado este ano, diz Damares

Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse hoje (13) que o projeto de combate ao suicídio e a automutilação deverá alcançar, até o fim de 2020, metade dos municípios brasileiros. De acordo com a ministra, a expectativa é de que os números já apresentem diminuição até o final do ano.

“Nós vamos começar no Brasil inteiro treinando os conselheiros tutelares, que estão mais ligados ao nosso ministério. E, a partir do próximo ano, a gente quer alcançar metade dos municípios também na área da saúde, da educação”, disse Damares em Suzano, onde articula projeto-piloto de prevenção à automutilação e ao suicídio.

Ações intensificadas
Desde abril, quando lançou a campanha Acolha a Vida, o governo federal tem intensificado as ações relacionadas ao tema na expectativa de alertar famílias, profissionais da educação, da saúde e conselheiros tutelares sobre os sinais que podem indicar tendências à violência autoprovocada.

“Nós vamos trabalhar primeiro treinando os professores, os educadores, os conselheiros tutelares, e profissionais que lidam diretamente com vidas, com pessoas”, disse a ministra.

Automutilação
A ministra disse que cerca de 20% dos jovens brasileiros estão se mutilando, o que representa 14 milhões de pessoas. A maior incidência ocorre em adolescentes de 12 a 18 anos. “Os motivos são os mais variados, eles alegam dor na alma, eles alegam o bullying, nós temos a questão do abuso sexual, nós temos a questão do envolvimento com as drogas. As crianças hoje, os nossos adolescentes, não estão sabendo lidar com os seus conflitos”, disse Damares.

Damares aconselhou que, se você identificar um jovem ou adolescente se “autoferindo, não faça disso uma grande tragédia”. “Abrace, não ignore, abrace, não repreenda, abrace. Esses jovens e adolescentes estão em profundo sofrimento. Busque tratamento imediato, isso não pode ser ignorado, nós vamos ter de buscar tratamento médico, psicólogo, psiquiatra, para o atendimento dessa criança”, disse.

De acordo com o ministério, a pasta planeja implementar um observatório estatístico que permita entender o fenômeno da autoviolência e saber onde ocorre com maior intensidade.

Armas
Questionada sobre o decreto do governo federal que flexibilizou o acesso de jovens a escolas de tiro, a ministra disse que os pais devem ser muito responsáveis para saber se os filhos estão preparados ou não para frequentarem as aulas. Segundo ela, o caso de Suzano , em dois jovens disparam em uma escola e mataram dez pessoas e que os atiradores treinaram disparos com armas de airsoft, ocorreu em uma situação muito isolada.

“Essa é uma situação muito isolada de Suzano. Países em que os pais levam os filhos para fazer tiro, a pesquisa não indica que crianças que fazem tiro, os pais estão levando para essas crianças saírem matando”, disse.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Acabar com violência obstétrica, não ‘termo’, diz MPF para Saúde

Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

A procuradora da República, Ana Carolina Previtalli, assinou uma recomendação do Ministério Público Federal (MPF) ao Ministério da Saúde pedindo que este “se abstenha de realizar ações voltadas a abolir o uso da expressão violência obstétrica”, e, “em vez disso, tome medidas para coibir tais práticas agressivas e maus tratos”.

Ela também orienta que o Ministério esclareça que a expressão “violência obstétrica” já é consagrada e pode ser usada “independente de eventual preferência” do Ministério em usar outros termos.

Essa orientação é uma resposta ao despacho publicado na última sexta-feira (3), pela Secretaria de Atenção à Saúde, que declarou que o termo “violência obstétrica” tem conotação inadequada, não agrega valor e prejudica a busca do cuidado humanizado. Ele foi editado, e agora afirma que a expressão “não agrega valor” e que “estratégias têm sido fortalecidas para a abolição de seu uso”.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Dida enumera demandas do Vila América, comemora licitação para construção de posto de saúde e avalia governo Herzem

Primeiro suplente de vereador, o líder comunitário Moisés Santos, o popular Dida, chegou a assumir o mandato durante praticamente 1 mês, período que o parlamentar Rodrigo Moreira havia sido afastado por decisão judicial.

Dida continua na sua luta diária por demandas da comunidade, principalmente do Bairro Vila América, principal reduto do político.

Em entrevista concedida a nossa reportagem, Dida enumera as dificuldades da população e comemora o anúncio da licitação da construção de um posto de saúde do bairro, fruto de uma emenda do deputado federal Jorge Solla.

Sobre o governo Herzem Gusmão, Dida revela que muitas críticas que existem são ‘construtivas’. Ouça a entrevista:

Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Futuro secretário, Gilmar Ferraz diz que Herzem fez mais em 2 anos do que o PT em 20; ouça a entrevista

O vereador Gilmar Ferraz (MDB) se despediu hoje (sexta-feira) da Câmara de Conquista. A partir da próxima semana ele assume a secretaria municipal de agricultura do governo do prefeito Herzem Gusmão (MDB).

Um dos principais defensores da gestão emedebista, Gilmar concedeu uma entrevista ao Blog do Rodrigo Ferraz e a repórter da Rádio Clube FM, Mônica Cajaíba, durante a sessão em homenagem ao dia das mães.

Gilmar manteve o seu discurso de defesa do governo Herzem, revelando que o comunicador fez mais em dois anos do que o PT em 20.

Ainda na entrevista, o parlamentar fala dos seus projetos e a expectativa em assumir a pasta.

Ouça a entrevista:

:: LEIA MAIS »

Conquista: “A vontade do Prefeito é de regulamentar as vans, mas, se o estudo apontar o contrário…”, ouça entrevista do secretário

Causou um alvoroço uma notícia divulgada em primeira mão no Blog do Rodrigo Ferraz sobre a intervenção da Prefeitura de Conquista junto a Associação de de Transporte Coletivo Urbano, conhecida como ATUV, aquele local no centro da cidade onde as pessoas transitam diariamente para comprar passagens e realizar a recarda do bilhete eletrônico.

Em entrevista concedida ao programa Redação Brasil, da Rádio Brasil FM, o secretário municipal de mobilidade urbana, Jackson Youshiura, detalha toda a intervenção que está sendo realizada.

Outra polêmica levantada foi a questão das vans. O chefe da pasta revelou: “A vontade do prefeito é de regulamentar as vans, mas, se o estudo apontar o contrário…”, destacou.

O secretário também comentou sobre o empenho da Prefeitura para que a situação do lote 1, que era operada pela Vitória, seja solucionada o quanto antes.

Ouça:

:: LEIA MAIS »

Uber: Paralisação tem adesão de 30%, diz associação paulista de motoristas de aplicativos

Nesta quarta-feira (8), motoristas que trabalham para a Uber prometeram fazer uma paralisação de 24 horas em São Paulo e outras cidades do Brasil, além de pausas de oito a doze horas em outras cidades ao redor do mundo, em protesto a mudanças nas tarifas e à abertura de capital (IPO) da empresa. No entanto, nem todos os motoristas aderiram à paralisação. De acordo com Eduardo de Souza Lima, presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de São Paulo (Amasp), 30% dos motoristas de São Paulo aderiram ao “Uber Off”, como foi chamada a ação.

Souza acrescentou que as manifestações presenciais previstas para esta quarta-feira (8) no centro da cidade e na sede da empresa, na zona Sul, têm menos força do que o esperado. “Estou no Espírito Santo em conjunto com outras associações de aplicativos do Brasil para uma reunião, mas as informações que chegam para mim é que a adesão às manifestações está baixa”, disse o presidente da Amasp.

Em um grupo do Facebook criado para a comunicação entre profissionais que usam Uber, um motorista alega que não vai parar porque a “greve não vai adiantar nada” e também porque “não tem patrão e muito menos sindicato”. Em resposta a esse comentário, um outro autônomo pede “união” e afirma que tem que “tentar” para mudar algo. Os motoristas que estão a favor da medida buscam diminuição da taxa cobrada pela plataforma, benefícios básicos, transparência na tomada de decisões e uma voz maior para os condutores. Veja o diálogo no grupo:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Tristeza em Conquista: Cidade Verde anuncia demissão em massa

Resultado de imagem para Conquista:Cidade Verde anuncia demissão em massa

Foto: Reprodução/Caique Santos

A Cidade Verde confirmou ao que fará demissão em massa de rodoviários até o final do mês. Mais de 300 funcionários devem perder o emprego. A empresa informou que a motivação das demissões é a descontinuidade das linhas do Lote 1, abandonadas pela Viação Vitória e absorvidas pela Cidade Verde em caráter emergencial.

A ineficiência no combate ao transporte clandestino inviabilizou economicamente a atuação do transporte regulamentado, principalmente no Lote emergencial, argumenta a Cidade Verde. De acordo com relatório oficial da Prefeitura feito há mais de um ano, mais de 400 vans realizam transporte irregular na cidade. Hoje esse número passa dos 600 veículos clandestinos.

Em 3 de abril, a Cidade Verde enviou ao prefeito e a Secretaria de Mobilidade um ofício informando que iria deixar de operar o Lote 1 em 31 de maio. Antes disso, a Cidade Verde entregaria cinco linhas, que hoje são atendidas por ônibus da Novo Horizonte, pelo valor mensal de R$ 810 mil.

O prefeito teria dito para outros meios de comunicação que há várias empresas que desejam operar no lote emergencial. Porém, pela complexidade da transição não basta ter empresas interessadas em vir para Conquista. É necessário correr contra o tempo e evitar que o caos no transporte não venha parar toda a cidade, como ocorreu em 2018. Com informações do site  Blitz Conquista

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia