WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Maio 2020
D S T Q Q S S
« abr    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Política’

Covid-19: “Achatamos a curva de transmissão”, comemora Rui Costa os resultados do isolamento

O governador da Bahia, Rui Costa, disse que o número de casos ativos de pacientes com Covid-19 no estado está há quatro dias sem apresentar crescimento. Durante o programa #PapoCorreria, transmitido nas redes sociais do governador, ele também comemorou o resultado do isolamento social praticado pela população.

“A curva [de contágio] ficou horizontal nesses quatro dias, 27, 26, 25 e 24 de maio. Isso significa que os casos ativos pararam de crescer. Esse é primeiro passo para, em seguida, descer a curva. Para isso, é preciso continuar com isolamento forte como estamos, principalmente nos municípios com maior volume de contágio. Está aqui a prova que dá resultado isolamento social”, afirmou.

“O que podemos afirmar hoje é que o isolamento social dá resultado, sim. Nós estamos com quatro dias, com os casos de ativos, em uma linha horizontal. Significa o quê isso? Que nós conseguimos barrar o crescimento”, disse o governador. “O que são os casos ativos? São os casos de pessoas que têm potencial de transmitir a doença, ou seja, aqueles que ainda estão internados ou estão em casa e têm menos de 14 dias contaminados”. Segundo Rui Costa, o resultado indica que o isolamento social é uma solução para que a curva de casos comece a cair.

“Desde o início da pandemia, a curva foi sempre crescente e, pela primeira vez, nós estamos há quatro dias sem crescimento do número de ativos. Isso é para comemorar, mas também para afirmar que o isolamento dá resultado. Portanto, o pedido é: continue conosco para que, nos próximos dias, a gente derrube de vez esse vírus e a Bahia possa retomar o mais breve possível as suas atividades”, pediu o governador. Rui Costa também agradeceu à população e pediu que as medidas de segurança continuem sendo obedecidas. “Não podemos baixar a guarda. Quero agradecer á população, continuar contando com o apoio dos prefeitos e as prefeitas. Significa que demos os primeiros passos para, quem sabe, daqui a alguns dias, comemorar a vitória da Bahia sobre o vírus. Mas depende de você e depende de nós. Não baixe a guarda. Vamos continuar em isolamento até o final da semana”.

Crescimento de casos

Durante o Papo Correria, Rui Costa analisou o crescimento de casos nas cidades de Camaçari, Candeias, Ilhéus e Jequié. Ele contou que a situação que mais preocupa é de Feira de Santana. “Diria que, de todas as dez maiores cidades com casos, hoje é a que mais nos preocupa. Dia 22 eram 248 [casos]. Hoje, são 408. Feira de Santana não é mais sinal amarelo, mas sinal vermelho que está aceso. É preciso aumentar a restrição de convívio social. Precisa aumentar isolamento urgente. Se continuar, vai ter explosão de casos nos próximos dias. É hoje o município com maior taxa de crescimento nos últimos cinco dias. É preocupante a situação de Feira”, analisou. “Estamos chegando perto do início da queda. Se essas cidades que citei, Feira, Itabuna, Ilhéus, Ipiaú, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Camaçari, entrarem nesse ritmo, a gente vai começar a cair e projetar o fim da pandemia na Bahia e início, diria, do retorno à normalidade”, avaliou. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou, na noite desta quarta-feira (27), que o estado ultrapassou os 15 mil casos e tem 531 óbitos registrados. // G1.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Ceasa do centro não será privatizada, garante o prefeito Herzem Gusmão

A notícia sobre a privatização do Ceasa do centro merece reparo. “Não existe nenhuma possibilidade de privatização do Ceasa que fica no coração da cidade”, disse o prefeito Herzem Gusmão (MDB), a nossa reportagem. Após várias tratativas sobre a possibilidade da Prefeitura doar a área de 75.000 m² a Acatace – Associação dos Comerciantes do Ceasa da Av. Juraci Magalhães, a Prefeitura encomendou um estudo de viabilidade.

Este estudo, sem nenhum custo para o município, servirá de balizamento para um futuro processo de licitação de concessão, ou mesmo uma PPP, para aproveitamento da área localizada às margens da alça oeste do Anel Rodoviário. Sobre o Ceasa do centro, o prefeito Herzem acrescentou: “Iniciamos algumas intervenções no Ceasa do centro, fechamos com laje os canais laterais, e vamos iniciar as obras de padronização das barracas com recursos de uma emenda do deputado federal Ronaldo Carletto”.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Conquista: Após manobra jurídica, Havan é lacrada pela PMVC ao reabrir contra decreto

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos realizou a interdição da Loja Havan na tarde desta terça (13) por descumprimento do Decreto que proíbe o funcionamento de estabelecimentos não listados como essenciais pelo Executivo Municipal. A ação foi realizada por fiscais da Gerência de Posturas que verificaram a presença de clientes no interior da loja.

“Nossa ação é uma ação de fiscalização, mas é, principalmente, pela preservação da saúde pública. Estamos nas ruas para combater o coronavírus e contamos com a colaboração de todos”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Luís Paulo Sousa. A Secretaria de Serviços Públicos tem realizado rondas diárias e atendimento de denúncias de estabelecimentos que estão descumprindo as determinações de segurança. A população pode denunciar as infrações pelos telefones 3420 7010, 3420 7009 ou 98856 4737 (Whatsapp). // Secom-PMVC.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Auxílio Emergencial: Governo estuda extensão do benefício por mais meses, diz secretário

Imagem

“Não podemos virar a chave e desligar tudo de uma hora para outra”, disse Carlos da Costa, do Ministério da Economia.

Criado para aliviar a perda de renda da população afetada pela crise econômica gerada pela covid-19, o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras) poderá ser mantido após o fim da pandemia. A afirmação é do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, que participou nesta segunda-feira (11) de transmissão ao vivo promovida pelo banco BTG Pactual.

Segundo Costa, o governo discute se o auxílio emergencial e outras medidas de socorro deverão durar os três meses inicialmente planejados ou se deverão ser desmontadas gradualmente, num processo de transição para um novo modelo econômico. “Não podemos virar a chave e desligar tudo de uma hora para outra”, disse, referindo-se à possibilidade de manutenção do benefício no segundo semestre deste ano. Na avaliação do secretário, o auxílio emergencial é “extremamente liberal”, nos moldes do Imposto de Renda negativo, em que pessoas abaixo de determinado nível de renda recebem pagamentos suplementares do governo em vez de pagarem impostos.

Caso o benefício permaneça, Costa disse que o governo terá de estudar uma forma de financiá-lo e de mantê-lo. Segundo ele, o governo pode desmontar o auxílio emergencial gradualmente, conforme as medidas de recuperação econômica ou as reformas estruturais prometidas pelo governo antes de a pandemia entrar em vigor. O secretário ressaltou que a equipe econômica não estuda somente a continuidade do auxílio emergencial, mas de outras ações tomadas pelo governo. “Talvez alguns programas tenham vindo para ficar”, disse. Ele, no entanto, não detalhou quais programas poderiam permanecer além do benefício de R$ 600. Costa indicou que medidas de apoio e de desoneração das empresas possam ser mantidas. Para ele, o “novo normal” da economia brasileira será um cenário com “menos ônus” sobre os empregadores.

Financiamentos

Em relação ao programa de ajuda para microempresas, o secretário disse que os financiamentos para o setor poderão ser destravados com a sanção da lei que permite a utilização do Fundo de Garantia de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil, para cobrir possíveis inadimplências nos empréstimos. Segundo Costa, o governo injetará R$ 15 bilhões no FGO, aumentando o orçamento do fundo para até R$ 18 bilhões. Esse fundo cobrirá até 85% da perda que eventualmente deixar de ser paga às instituições financeiras que emprestarem às micro e pequenas empresas. Sobre as médias empresas, o secretário disse que o governo pretende lançar o novo Fundo Garantidor para Investimentos (FGI) e ampliar o escopo do fundo, que passará a cobrir o calote não só de investimentos, mas de linhas de crédito de capital de giro. Segundo Costa, o governo pretende aportar R$ 20 bilhões no fundo. // Agência Brasil.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Brasil está pagando “preço altíssimo” por eleger Bolsonaro, diz Rui sobre atuação do presidente na luta à Covid-19

O governador Rui Costa (PT) voltou a tecer críticas à condução de Jair Bolsonaro em meio ao enfrentamento da Covid-19. Nesta segunda-feira, em entrevista à rádio Metrópole, o governador afirmou que o Brasil, que se tornou um dos países mais atingidos pelo vírus, tem pago o preço pela eleiçã do ex-PSL como presidente da República.

“O Brasil está pagando um preço altíssimo e vai ainda mais nos próximos dias ou meses, pelo erro que cometeceu da eleição do presidente da República, uma pessoa sem qualidade e pré-requisitos mínimos para exercer o cargo, sem nenhum apreço pela democracia, pela vida humana, pelo próximo”, lamentou. “Quando você precisaria de alguém equilibrado, com muita serenidade, sentimento de nação para conduzir esse momento, infelizmetne não temos essa pessoa”, acrescentou o petista.

Questionado sobre a participação de Bolsonaro em atos que pedem o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF), Rui diz que o presidente tem a capacidade de provocar um “desastre maior do que deveria ser o coronavírus”. O governador lembrou que é a confiabilidade na economia de um país que atrai investidores, e que o comportamento do presidente deixa o Brasil “isolado” e sem perspectiva de atrair novas empresas.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook :: LEIA MAIS »

Rui Costa pede que Bolsonaro “comece a governar com seriedade”

[Rui Costa pede que Bolsonaro

O governador Rui Costa (PT) declarou, nesta quarta-feira (29), que espera que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “comece a governar com seriedade e pare de agredir prefeitos e governadores”. A declaração foi dada durante entrevista ao canal CNN Brasil.

Bolsonaro voltou a criticar os prefeitos e governadores com as medidas que tomaram no combate a pandemia. Rui declarou que sente inveja quando assiste a forma que os líderes mundiais estão lidando com a situação.

“Temos que unir o povo brasileiro. Meu desejo é que o presidente seja infectado pelo vírus da paz e tranquilidade”, afirmou o petista em entrevista.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Governador anuncia cancelamento do São João em toda a Bahia e prorrogação da suspensão das aulas

Não haverá festejos juninos na Bahia, este ano. O anúncio do cancelamento do São João, em 2020, foi feito pelo governador Rui Costa, durante o Papo Correria desta terça-feira (28), que ainda tratou de outras medidas relacionadas ao combate do coronavírus, no território estadual. Uma delas é a nova prorrogação do decreto que determina a suspensão das atividades escolares, nas redes pública e privada, por mais 15 dias, a partir de 3 de maio.

Acompanhado pelo secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, Rui destacou que as ações são motivadas pelo atraso na chegada dos respiradores adquiridos pelo governo baiano para a montagem de 1,3 mil leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19, em todo o estado. “Se as projeções se mantiverem, até o final de maio, serão necessários, ao menos, mil leitos exclusivos para tratamento da Covid-19. Compramos respiradores de diferentes fornecedores justamente para garantir a chegada dos equipamentos, mas, até o momento, nenhuma das cargas chegou, impedindo a montagem desses novos leitos para pacientes com sintomas graves da doença”, explicou.

Para o governador, este cenário impede o relaxamento das medidas restritivas, inclusive a volta às aulas e a realização das festas juninas, este ano. “Com todos os dados que possuímos, é possível anunciar que, em 2020, não haverá festejos juninos em qualquer cidade da Bahia. Se permitirmos a realização de festas, em qualquer um dos municípios, é possível que pessoas de cidades vizinhas e até mais distantes queiram fazer esses deslocamento e este não é o momento para grandes aglomerações”, avaliou Rui, que também informou que “a princípio, as atividades letivas serão adiadas por mais 15 dias, período que deve ser suficiente para a chegada dos respiradores e, ainda, para acompanhar a progressão da doença em todo o território estadual”.

Máscaras no Metrô
Outro assunto abordado por Rui Costa foi a obrigatoriedade do uso de máscaras no sistema metroviário da capital baiana. “A partir de segunda-feira [04], será obrigatório uso de máscaras no metrô. Contratamos a confecção de três milhões de máscaras de tecido, envolvendo diversas cooperativas de costureiras distribuídas nos quatro cantos da Bahia. Já distribuímos 75 mil unidades e vamos receber mais 170 mil até esta sexta, que serão entregues para a população, inclusive nas estações do metrô”.

Ainda sobre o metrô, Rui contou que câmeras que medem a temperatura corporal serão instaladas e passarão por fase de testes. “Trata-se de mais uma medida para reduzir a contaminação no transporte público. Uma câmera só é capaz de varrer uma grande área e equipes de saúde estarão a postos para orientar as pessoas que apresentarem altas temperaturas”, detalhou. Repórter: Renata Preza

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Coronavírus: Comércio continuará fechado por mais sete dias em Vitória da Conquista

Com esse novo Decreto, continuam autorizadas a funcionar as empresas consideradas de natureza essencial, seguindo todas as medidas de segurança.

O Prefeito Herzem Gusmão acaba de assinar o Decreto Municipal 20.273 que renova por mais sete dias as medidas de prevenção e combate ao coronavírus. Com esse novo Decreto, continuam autorizadas a funcionar as empresas consideradas de natureza essencial, seguindo todas as medidas de segurança já estabelecidas em decretos anteriores, a exemplo da obrigatoriedade do uso de máscaras para clientes e comerciários e a disponibilização de álcool em gel.

As outras empresas devem permanecer sem atendimento ao público. Mas podem utilizar o serviço de drive thru e o site criado pela prefeitura para vendas de produtos pela internet. O site é exclusivo para os comerciantes de Vitória da Conquista. A Prefeitura vem adotando diversas medidas de prevenção e controle para garantir a segurança da população. Até o momento, o número de casos confirmados no município tem se mantido inferior aos de outras cidades do mesmo porte. A gestão tem tomado todas as medidas para atender as pessoas que necessitem de cuidados de saúde. Nesta semana, vai ser inaugurado o Centro Municipal de Atenção – Coronavírus para atender pacientes com quadros leves e moderados. A partir de maio, o Hospital São Vicente, contratado pela Prefeitura, passa a disponibilizar 30 leitos exclusivos para o tratamento de pacientes com a Covid-19 (10 UTIs e 20 leitos clínicos).

Acesse aqui o Decreto

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

 

Conquista: Prefeitura contrata leitos do Hospital São Vicente para atendimento a pacientes com coronavírus

A Prefeitura de Vitória da Conquista está contratando, em caráter emergencial, 20 leitos clínicos adultos e 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paula para atender pacientes diagnosticados com coronavírus. O contrato firmado entre a Prefeitura e o Hospital foi publicado no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (24).

O contrato começa a vigorar a partir do dia 1º de Maio e o recurso utilizado para pagamento foi repassado pelo Ministério da Saúde.

Além do Hospital, a Prefeitura está criando o Centro Municipal de Atenção Coronavírus-Covid-19 que deverá ser aberto nos próximos dias e vai atender os pacientes com quadros leves e moderados, encaminhados pelas unidades de saúde.

Para o prefeito Herzem Gusmão, mesmo estando Conquista com índice de contaminação abaixo de outras cidades baianas de porte equivalente, é preciso garantir que o cuidado à população seja completo: “Conquista foi a primeira cidade a tomar iniciativas preventivas na Bahia. Fechamos escolas e faculdades, bem como determinamos que somente o comércio essencial continuasse em funcionamento. Com as bênçãos de Deus temos, até agora, colhido resultados que são referência para outros municípios. Com o Centro de Atenção e com a contratação de leitos hospitalares, estamos, mais uma vez, agindo em nome de nossa cidade. Estamos trabalhando e continuamos a pedir: fique em casa, use máscaras e ore por nossa terra”, declarou o prefeito.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

“Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, questiona presidente ao citar Marielle em pronunciamento

[“Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, questiona presidente ao citar Marielle em pronunciamento]

O presidente Jair Bolsonaro comparou a tentativa de homicídio que ele sofreu durante as eleições com o assassinato da vereadora Marielle Franco, em um pronunciamento, nesta sexta-feira (24), após a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça.

“Quase implorei a Sergio Moro para que apurem ‘quem mandou matar Jair Bolsonaro?’, A PF, de Sergio Moro, se preocupou mais com Marielle do que com o chefe supremo”, comparou.

“Cobrei muito dele isso aí. Acho que todas ss pessoas de bem do Brasil querem saber. Entre meu caso e o da Marielle, o meu está muito menos difícil de solucionar”, disse o presidente.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia