WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


:: ‘Mundo’

Líderes da América do Sul assinam acordo para criar Prosul; entenda

O presidente Jair Bolsonaro assinou, junto com seu homólogo chileno e outros mandatários sul-americanos, a Declaração de Santiago, documento que permite a criação de um novo bloco de nações da América do Sul denominado Prosul.

O texto foi sancionado pelos presidentes Mauricio Macri (Argentina), Sebastian Piñera (Chile), Mario Abdo Benítez (Paraguai), Martín Vizcarra (Peru), Iván Duque Márquez (Colômbia), Lenín Moreno (Equador), além do mandatário brasileiro e de George Talbot (embaixador da Guiana).

Após o término da cúpula realizada em Santiago, Piñera disse que o documento estabelece um compromisso de colaboração, diálogo e integração na América do Sul. Em breve discurso, ele garantiu que o ato marca o início do processo de criação do Prosul.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Ciclone tropical em alto-mar pode causar mau tempo e ventos fortes na Bahia

A Marinha do Brasil informa que a possível formação de um ciclone com características tropicais a partir deste sábado (23) sobre o Oceano Atlântico está associada à ocorrência de mau tempo, com ventos e chuva intensa, no estado da Bahia.

De acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), o fenômeno ocorrerá principalmente em alto-mar, a leste da Bahia e do Espírito Santo, mas pode provocar ventos de até 89 km/h na costa do sul do estado.

A situação deve permanecer até segunda (26) e será monitorada pela Marinha.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Ciclone Idai deixa 31 mortos no Zimbábue

Ao menos 31 pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas no leste do Zimbábue, após a passagem do ciclone Idai, que também afetou o vizinho Moçambique, anunciou neste sábado (16) o ministério da Informação. A maioria das mortes ocorreu na cidade de Chimanimani, indicou o ministério da Informação.

Milhares de pessoas foram afetadas, foram registrados cortes no abastecimento elétrico e as principais pontes foram inundadas na região de Manicaland, fronteiriça com Moçambique, segundo um deputado zimbabuano.

A passagem do ciclone Idai por Moçambique na sexta-feira deixou pelo menos 19 mortos e isolou a cidade de Beira (centro) do restante do país, ao deixá-la sem eletricidade, linha telefônica e aeroporto. As autoridades de Maputo tinham ativado o alerta vermelho para a região no começo da semana, na previsão da chegada de Idai e haviam evacuado a população mais vulnerável.

O centro de Moçambique registra desde o começo de março fortes chuvas e inundações que, antes da passagem de Idai, deixaram pelo menos 66 mortos e 150 mil afetados, segundo as autoridades locais.

Estas chuvas violentas também atingiram o sul do vizinho Malaui, onde deixaram 56 mortos, cerca de um milhão de afetados e mais de 80 mil deslocados, segundo o último balanço oficial.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Alexandre Pato rescinde contrato com time chinês

TIANJIN, CHINA – SEPTEMBER 10: Alexandre Pato #10 of Tianjin Quanjian celebrates after scoring his team’s first goal during the 24th round match of 2017 Chinese Football Association Super League (CSL) between Tianjin Quanjian and Guizhou Hengfeng Zhicheng at Haihe Educational Football Stadium on September 10, 2017 in Tianjin, China. (Photo by VCG/VCG via Getty Images)

O jogador Alexandre Pato acertou hoje (16) sua rescisão contratual com o time chinês Tianjin Tianhai. Depois de dois anos no clube, o jogador está novamente livre no mercado.

Pato publicou hoje em seu perfil no Weibo, uma rede social popular na China, para confirmar a informação e se despedir dos torcedores.

“Meus queridos amigos chineses, eu gostaria de informá-los que minha aventura na China chegou ao fim. Gostaria de agradecer ao meu clube, meus companheiros, técnicos, todos com quem trabalhei no clube, aos fãs e torcedores, que sempre me mostraram amor, e a todo o povo chinês por estes dois anos”, escreveu.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Terror: Vídeo mostra ação de atirador em mesquita na Nova Zelândia, que deixou 49 mortos

Os ataques simultâneos a duas mesquitas em Christchurch , na Nova Zelândia, foram transmitidos ao vivo pelo atirador nas redes sociais. De acordo com o jornal The New York Times, o vídeo de 17 minutos mostra o caminho percorrido pelo atirador até a mesquita e os disparos sobre os fiéis.

Pelo menos 49 pessoas morreram e 48 ficaram feridas. A transmissão foi filmada por meio de uma câmera acoplada no capacete do atirador. Depois de mais alguns minutos, ele entra em seu veículo e foge. “Não havia nem tempo para mirar, havia tantos alvos”, disse ao fugir.

Segundo O Globo, as autoridades da Nova Zelândia informaram que estavam trabalhando para remover as imagens divulgadas pelo atirador, que seria de origem australiana. A polícia deteve quatro pessoas, três homens e uma mulher, que podem ter envolvimento no ataque.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Tech: Falha de mais de 14 horas nesta quarta é a maior da história do Facebook, dizem analistas

Uma paralisação parcial no Facebook que afeta usuários em todo o mundo se estendeu por mais de 14 horas, mas estava mostrando alguns sinais de término na quinta-feira (14). Acredita-se que seja a maior interrupção já sofrida pela rede social. O Facebook (FB), a maior rede social do mundo, teve que recorrer ao rival Twitter (TWTR) para explicar que seu grupo de aplicativos extremamente populares estava tendo dificuldades. Alguns usuários do Facebook e outras plataformas de propriedade da gigante de tecnologia – incluindo Instagram, Messenger e WhatsApp – relataram problemas intermitentes acessando os serviços e postando conteúdo.

A queda parece estar diminuindo na quinta-feira. Às 12:41 ET, Instagram postou um tweet que dizia: “Anddddd … estamos de volta” com um gif de Oprah Winfrey. Em vez de selfies e atualizações de status, muitos usuários do Facebook receberam uma mensagem de erro durante a interrupção que dizia: “Desculpe, algo deu errado. Estamos trabalhando para consertar isso o mais rápido possível.” A longa interrupção provavelmente incomodará os anunciantes que gastam grandes quantias de dinheiro para alcançar clientes em potencial nas plataformas do Facebook. A principal rede social da empresa tem mais de 2,3 bilhões de usuários, e o Instagram tem mais de 1 bilhão.

As pessoas entraram no Twitter para desabafar sua frustração sobre os problemas. A hashtag #FacebookDown e #InstagramDown eram tendências no Twitter durante grande parte do dia. As pessoas usaram as tags para postar memes sobre a interrupção, especular sobre sua causa e dicas de como sobreviver sem os aplicativos da empresa. Twitter até fez o assunto em um momento no Twitter. As interrupções começaram na quarta-feira à tarde ET e pareciam afetar pessoas em várias regiões, incluindo os Estados Unidos, América Central e do Sul e Europa, de acordo com os tweets e o site de rastreamento de interrupções DownDetector.com. Usuários na Ásia estavam tendo problemas na manhã de quinta-feira.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Gol suspende operações com Boeing de modelo que caiu na Etiópia

A Gol suspendeu preventivamente nesta segunda-feira (11) a operação de suas sete aeronaves Boeing 737 MAX 8, após a queda de avião de mesmo modelo na Etiópia matar todas os 157 ocupantes no domingo (10).

“Sendo segurança o valor número um da GOL, que direciona absolutamente todas as iniciativas da empresa, a companhia informa que por liberalidade, a partir das 20h de hoje, suspenderá temporariamente as operações comerciais das suas aeronaves 737 Max 8”, anunciou a empresa, em nota.

A Gol é a única companhia aérea brasileira a usar a aeronave. O 737 Max-8 começou a voar comercialmente em 2017. Antes do anúncio, o Procon-SP havia afirmado que pediria a suspensão imediata dos voos 737 MAX 8 da Gol.

Segundo a entidade, o pedido visaria prevenir a ocorrência de futuros acidentes, evitando colocar em risco a vida dos usuários do transporte aéreo. Também antes do anúncio, a Agência Nacional de Aviação (Anac) acionou a americana Boeing e a companhia aérea brasileira para avaliar se deveria suspender a operação do modelo da fabricante americana no país.

Por meio de sua assessoria, a agência reguladora somente afirmou que “mantém contato com a empresa fabricante da aeronave, com a autoridade que originalmente a certificou, bem como o operador brasileiro”.

Autoridades de vários países tomaram medidas em relação ao modelo de avião nesta segunda.
A Administração da Aviação Civil da China (Caac) informou em comunicado que iria notificar as companhias aéreas a respeito da proibição do uso da aeronave e também sobre quando elas poderiam retomar seu uso.

A ordem só será revista após o órgão regulador entrar em contato com a Boeing e com a agência reguladora americana e ter garantias sobre a segurança dos voos. “Dado que dois acidentes envolveram aviões Boeing 737 MAX 8 recém-entregues e aconteceram durante a fase de decolagem, eles têm algum grau de similaridade”, afirmou a Caac, acrescentando que a proibição está de acordo com seu princípio de tolerância zero em relação a riscos de segurança.

A decisão foi seguida pela Indonésia, onde um acidente com o mesmo modelo, operado pela aérea Lion Air, deixou 189 mortos em outubro do ano passado. A Etiópia também suspender a operação das aeronaves.

Nos Estados Unidos, a FAA (Agência Federal de Aviação) divulgou comunicado em que afirma considerar as aeronaves seguras. Porém, a nota também informou que pediria à fabricante que fizesse alterações no modelo.

Segundo o órgão americano, a Boeing está trabalhando para implementar “sistemas de controle de voo” que simplificariam a operação dos aviões.

Pilotos que operam esse modelo de aeronave disseram aos investigadores ter enfrentado problemas com um sistema informatizado que impede o avião de parar no ar. A chamada trava “antiparada” forçaria o nariz do avião para baixo mesmo com o esforço dos pilotos em corrigir a manobra.

Operado pela Ethiopian Airlines, o voo ET 302 ia de Adis Abeba, na Etiópia, para Nairóbi, no Quênia, e caiu seis minutos após decolar, no domingo.

Ao menos 35 diferentes nacionalidades e 19 pessoas que trabalhavam para diferentes agências ou organizações afiliadas à ONU estão entre os mortos.

A Boeing ofereceu suas “condolências às famílias dos passageiros e tripulantes a bordo” em um comunicado divulgado no domingo.

As causas dos acidentes ocorridos na Indonésia e na Etiópia ainda não foram esclarecidas. Agentes do Conselho de Segurança de Transportes dos EUA e da FAA estão no local do acidente para acompanhar as investigações.

Duas caixas-pretas do avião já foram localizadas. Autoridades acreditam que, se os registros estiverem intactos, será possível apontar a causa do acidente em breve.

A suspensão do 737 MAX 8 abre opções economicamente difíceis para a Gol, já que seus atuais 737-800 não têm autonomia para fazer os voos de Brasília para Miami e Orlando, nos EUA.

No cenário mais drástico, as rotas seriam suspensas. Para mantê-las, a Gol teria de optar por uma escala técnica em Manaus ou pelo arrendamento de aeronaves com o alcance necessário de voo.

Nas conversas com a Anac, a Gol admitia a possibilidade de continuar voando esses aviões até que as investigações fossem concluídas. A informação foi prestada por um alto executivo da Gol à reportagem.

Uma alternativa seria remanejar os passageiros com viagens já marcadas nos jatos 737 MAX 8 para voos de empresas parceiras, como a Delta Airlines, e passar a cobrir os destinos internacionais com aviões Boeing 737 NG.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Catar pagou R$ 3,8 bi à Fifa para sediar a Copa do Mundo de 2022, diz jornal

O governo do Catar pode ter desembolsado € 880 milhões (cerca de R$ 3,8 bilhões) para levar a Copa do Mundo de 2022 ao país.

De acordo com o jornal britânico The Sunday Times hoje (10), documentos apontam que o Catar pagou o valor à Fifa para comprar votos favoráveis à sua candidatura para a próxima edição do torneio.

Ainda segundo o jornal, a oferta foi feita 21 antes da escolha final do país sede da competição em 2022.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

 

Susto: Mulher é atacada por jaguar em zoológico após escalar cerca para tirar selfie; veja vídeo

Crédito da Foto: reprodução/vídeo

No último sábado (9/3), uma visitante do zoológico Wildlife World Zoo, localizado no estado do Arizona, nos Estados Unidos, foi atacada por uma jaguar fêmea após escalar a cerca de onde o animal estava para tirar uma selfie.

Testemunhas viram quando a mulher ultrapassou a barreira de segurança imposta pelo zoológico para fazer a foto. De acordo com um comunicado publicado pelo estabelecimento nas redes sociais, a visitante não corre risco de vida.

A mulher, contudo, sofreu um corte profundo no braço, que sangrava muito logo após o ataque. Em um vídeo que circula nas redes sociais é possível ver a pessoa tremendo de dor enquanto recebia os primeiros socorros da equipe médica do local.

O comunicado do zoológico ainda deixou bem claro que “em nenhum momento foi o animal que saiu de seu espaço”, e finalizou informando que o incidente está sendo investigado. “Por favor, entenda por que existem barreiras postas no local. Enviando orações para a família”, disse a equipe do estabelecimento na legenda da publicação, no Instagram.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Trágico: Não haviam brasileiros a bordo do Boeing 737 da Ethiopian Airlines

Segundo informações locais, não haviam brasileiros a bordo do avião Boeing 737 da Ethiopian Airlines que voava para Nairobi com 149 passageiros e caiu sem deixar sobreviventes.

Haviam cidadãos de 33 nacionalidades, dentre eles 32 quenianos, 18 canadenses, nove da Etiópia, oito italianos e oito chineses. Também morreram cidadãos dos Estados Unidos, Inglaterra, Holanda e Somália, entre outros países.

O vôo deixou o aeroporto de Bole, em Adis Abeba, às 8h38, horário local, antes de perder o contato com a torre de controle poucos minutos depois, às 8h44. O piloto relatou dificuldades e pediu permissão para retornar. No entanto, as causas do acidente não estão claras.

Sites de aviação identificaram a aeronave como sendo um Boeing 737 MAX 8, o mesmo avião que caiu na Indonésia em outubro de 2018, matando 189 pessoas, no que foi o primeiro acidente com este modelo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia