WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


:: ‘Economia’

VÍDEO: Bahia colhe sua segunda melhor safra de algodão da história em São Desidério-BA.

e637b43555cea8870cf625b6ee590fad%2B%25281%2529

A colheita de algodão entra na fase final no oeste da Bahia e traz alegria para os agricultores: será uma das maiores safras já registradas no estado. A fazenda de César Busato, em São Desidério, no oeste do estado, é uma das últimas a colher o algodão na região. No total, foram colhidos 90% dos 2.500 hectares. Para o agricultor, o ano teve bom clima e alta produtividade.

A Bahia é o segundo maior produtor de algodão do país, atrás de Mato Grosso. Neste ano, a área plantada cresceu em 30%. A produtividade aumentou 3%, chegando a 320 arrobas por hectare. A Bahia está colhendo a sua segunda melhor safra de algodão de todos os tempos – serão 1,2 milhão de toneladas, sendo 520 mil só de pluma. A colheita no estado deve ir até o próximo dia 20; até agora, 80% foi finalizada.

Segundo a Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa), o preço agrada. A arroba é comercializada a R$ 110, R$ 20 a mais que na última safra. De acordo com Lidervan Morais, diretor da Abapa, deve haver um incremento de 20% na área plantada já no próximo ano. Além disso, está em alta a procura pelo algodão brasileiro no mercado internacional. [Fonte: Globo Rural] Vídeo abaixo:

:: LEIA MAIS »

Mudança na tabela do frete deve ser anunciada até quarta-feira

A nova tabela do frete rodoviário deve ser publicada até a próxima quarta-feira (5), já com a incorporação da alta de 13% do diesel.

Nesta semana, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) ainda deve começar um esquema de fiscalização do cumprimento dos preços mínimos do frete rodoviário.

As decisões, que foram tomadas na manhã de hoje (3) em uma reunião técnica no Ministério dos Transportes, devem ser formalizadas na cúpula da ANTT de amanhã (4).

A agência reguladora ainda calcula o reajuste, que vai incidir sobre a tabela vigente, que, como reconhecem os caminhoneiros, contém erros. A versão atual, porém, continua em vigor até o final do ano.

Depois de rumores de paralisação, ANTT diz que vai reajustar tabela de fretes após alta do diesel

Paralisação dos caminhoneiros na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que irá ajustar a tabela de fretes por causa da variação do preço do óleo diesel. A agência deu a informação em nota divulgada na noite de ontem (1º).

De acordo com a ANTT, a Lei 13.703, de 2018, prevê que uma nova tabela com frete mínimo deve ser publicada quando houver oscilação superior a 10% no preço do óleo diesel no mercado nacional. A lei instituiu a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas.

Desde a última sexta-feira (31), o preço médio do diesel nas refinarias da Petrobras subiu em 13,03%. Com o aumento, o preço passou de R$ 2,0316 para R$ 2,2964. É o primeiro rejauste desde junho, quando, em acordo com os caminhoneiros em greve, o governo congelou o preço do produto nas refinarias em R$ 2,0316 por litro.

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Felix, disse que o governo não deve atuar para conter a alta do preço do diesel, por falta de recursos para uma nova tentativa de estabilização dos valores.

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) realizou audiência pública sobre a tabela de frete, que foi contestada na Corte. Foram ouvidos representantes do setor produtivo e dos caminhoneiros, que apresentaram argumentos contra e a favor da tabela mínima do frete, criada em maio pelo governo via medida provisória e convertida em lei pelo Congresso, neste mês. Após a audiência pública, o ministro Luiz Fux afirmou que levará as três ações diretas de inconstitucionalidade (ADIs) sobre o assunto para análise diretamente no plenário da Corte.

No último dia 29, a ANTT também alertou que o descumprimento da cobrança do preço mínimo do frete pode implicar em multa. Na nota, a ANTT lembra que está em vigor resolução que trata do frete mínimo “até que se encerrem todos os trâmites administrativos necessários para a publicação de nova norma que trata dos pisos mínimos de frete”. *Com informações da Agência Brasil

Governo propõe reajuste no salário mínimo ao Congresso; valor pode chegar a R$ 1.006

O governo federal propôs o reajuste do salário mínimo para 2019 no valor de R$ 1.006 ao Congresso Nacional. Além disso, foi estimado um crescimento de 2,5% no Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Os valores constam da proposta de orçamento do ano que vem, encaminhada nesta sexta-feira (31) ao Poder Legislativo.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 954. Em abril deste ano, a estimativa para o mínimo no ano que vem era de R$ 1.002. Se aprovado pelo Congresso, o reajuste passa a valer em janeiro de 2019, com pagamento a partir de fevereiro. O valor pode ser modificado pelo governo caso haja alteração na previsão para a inflação de 2018, que compõe a fórmula para o cálculo do reajuste do mínimo do ano que vem.

Conta de luz continua com bandeira tarifária mais cara em setembro

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (31/8) que manterá em setembro a bandeira tarifária no patamar 2 da cor vermelha, o mais alto do sistema.

Para cada 100 quilowatts-hora (kWh) de energia consumidos, haverá cobrança extra de R$ 5 nas contas de luz. É o quarto mês seguido que a bandeira tarifária fica no patamar mais caro.

De acordo com a Aneel, a bandeira continua mais cara em razão das condições hidrológicas ainda desfavoráveis e pela redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN). Com os reservatórios das hidrelétricas mais baixos, o país precisa usar mais energia gerada por termelétricas, que custam mais.

Irresistível: Nova Toyota Hilux 2019 chega reestilizada e com diversas melhorias. VÍDEO

Líder de vendas na sua categoria, a Hilux 2019 chega renovada. De olho no segmento que ganhou importantes novidades (Chevrolet S10, Ford Ranger e Mitsubishi L200), a picape da marca japonesa fabricada na Argentina tem novo design frontal que sugere robustez e uma lista de equipamentos mais generosa para se manter à frente da concorrência. As versões de passeio SRX, SRV e SR ganharam nova grade hexagonal com três barras e para-choque redesenhados com faróis de neblina integrados, luzes das lanternas traseiras reposicionadas e novo desenho da rodas. Assista a avaliação:

:: LEIA MAIS »

Gasolina vendida nas refinarias está mais cara a partir de hoje

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias aumenta nesta quinta-feira (30/8) de R$ 2,0829 para R$ 2,1079. Já o preço do diesel permanece estável em R$ 2,0316. O aumento obedece à política de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras e que “tem como base o preço de paridade, formado pelas cotações internacionais”.

De acordo com a empresa, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. A Petrobras informa ainda que a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras diferem dos produtos no posto de combustíveis.

“São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis”.

A empresa explica também, em seu site, que “os preços médios informados consideram a média aritmética nacional dos preços à vista, sem encargos e sem tributos, praticados na modalidade de venda padrão nos diversos pontos de fornecimento, que variam ao longo do território nacional, para mais ou para menos em relação à média. Essa variação pode ser de até 12% para gasolina A e até 9% para o diesel A”.

Siga nosso Instagram

Participe do Grupo no WhatsApp

Curta nossa Pagina no Facebook

Número de brasileiros que saíram definitivamente do país cresceu 265% em seis anos

O número de brasileiros que saem em definitivamente do país aumenta ano após ano, conforme dados da Receita Federal. Enquanto em 2011, o órgão registrou a saída definitiva de 8.170 pessoas, em 2017, pelo menos 21.701 saídas foram registradas — um aumento de 265%.

Esse número, no entanto, segundo o R7, pode ser ainda maior, levando em consideração que as crianças que se mudaram para outros países com seus pais e outros membros da família que porventura não declarem Imposto de Renda não entram nas estatísticas.

Para o professor de Relações Internacionais da Uerj, Maurício Santoro, esse desejo cada vez maior de sair do Brasil não pode ser explicado apenas por um fator. Ele cita pelo menos três possibilidades: crise econômica, instabilidade política e medo da violência.

“Não é só [a questão da] economia, não é só fato de o país estar vivendo um momento de desemprego alto. É um sentimento mais amplo que isso, de preocupação com o Brasil e de desesperança”, disse o professor.

Siga nosso Instagram

Participe do Grupo no WhatsApp

Curta nossa Pagina no Facebook

 

Saúde destina R$ 131,2 milhões para hospitais universitários

O Ministério da Saúde destinou R$ 131,2 milhões a hospitais universitários por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais. O valor será direcionado a 47 hospitais em 22 estados e no Distrito Federal. A portaria com a previsão dos recursos está publicada na edição de hoje (23) do Diário Oficial da União.

A portaria define que o Fundo Nacional de Saúde adotará as medidas necessárias para descentralização orçamentária, no valor descrito. Os recursos financeiros correspondentes serão liberados mediante a comprovação da liquidação dos empenhos emitidos à conta dos créditos descentralizados, de forma a não comprometer o fluxo de caixa do Fundo Nacional de Saúde.

O Rio de Janeiro é o estado com maior número de hospitais universitários beneficiados, são nove. A maior parte ligada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em seguida está o estado de Minas Gerais, onde quatro instituições vão receber recursos. A lista completa com os hospitais e os valores destinadas a cada um está publicada no Diário Oficial.

Os valores direcionados ao Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais reforçam o orçamento das instituições e podem ser usados na aquisição de equipamentos, construção, reformas, compras de materiais médico-hospitalares e medicamentos, entre outras ações, conforme a necessidade e planejamento da instituição.

Siga nosso Instagram

Participe do Grupo no WhatsApp

Curta nossa Pagina no Facebook

Aumento da passagem de ônibus: ‘Não sei quando e de quanto será’, diz Herzem

Notícias circularam nas redes sociais sobre o valor que seria o reajuste da passagem do transporte coletivo de Vitória da Conquista.

Mas, segundo o prefeito Herzem Gusmão, que confirmou o reajuste, disse que não sabe ‘quando e de quanto será’ o aumento.

Nas redes sociais, a notícia foi recebida pela população como ‘uma bomba’, gerando muitos protestos.

Na entrevista, o gestor alegou que esse aumento foi uma das condições para que a empresa Cidade Verde opere nas linhas da Viação Vitória.

Segundo Herzem, a tarifa está defasada.

Confira toda a entrevista clicando aqui.

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia