WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: ‘Brasil’

Pesquisa constata desinformação de médicos sobre homossexualidade

Um estudo recente de três pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) evidenciou o desconhecimento de médicos heterossexuais quanto à homossexualidade. Visando identificar percepções equivocadas que podem prejudicar o atendimento de pacientes, Renata Corrêa-Ribeiro, Fabio Iglesias e Einstein Francisco Camargos questionaram 224 profissionais atuantes no Distrito Federal, a partir de um roteiro de perguntas formuladas por estudiosos norte-americanos.

Ao final do experimento, constatou-se que os participantes acertaram, em média, apenas 11,8 dos itens (65,5% das 18 respostas dadas). Alguns deles atingiram somente dois acertos.

O número de erros foi maior entre católicos e evangélicos, que indicaram 11,43 alternativas corretas, em média. A pontuação dos médicos que informaram ter outras religiões ou nenhuma foi de 12,42 acertos.

Os participantes tinham, em média, 42 anos de idade, e eram majoritariamente mulheres (149 profissionais – 66,5%). À época da aplicação do questionário, a maioria (208 pessoas – 92,9%) exercia a atividade após concluir a residência médica.

Os autores do artigo, intitulado O que médicos sabem sobre a homossexualidade? e publicado no início do ano, destacam que a sociedade médica tem alertado, há algum tempo, para comportamentos de profissionais da categoria que podem prejudicar o atendimento do segmento LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais). Com medo de serem hostilizadas, as pessoas pertencentes a esses grupos podem acabar deixando, por exemplo, de fazer consultas periódicas, tão importantes na detecção de doenças em estágio inicial.

Riscos
O estudo constatou problemas como falta de treinamento de profissionais de saúde, que têm dificuldade de abordar questões relacionadas à sexualidade, presença de barreiras e práticas institucionalizadas consideradas preconceituosas. Segundo os autores, a desinformação dos profissionais de saúde aumenta o risco de adoecimento mental, suicídio, câncer e de contração de doenças sexualmente transmissíveis.

Em alguns casos, apontou a pesquisa, a rejeição dos profissionais de saúde leva à evitação ou ao atraso no atendimento, ao ocultamento da orientação sexual, ao aumento da automedicação ou à busca de informações fora da rede médica, por meio de farmácias, de revistas, de amigos e da internet. Alguns pacientes só procuram o médico em situações de emergência ou em casos extremos, por receio de enfrentarem discursos homofóbicos, humilhações, ridicularizações e quebra de confidencialidade.

Erros
A questão que apresentou o maior percentual de erro, ressaltaram os pesquisadores, foi a 14, que pedia para classificar a informação de que quase todas as culturas têm mostrado ampla intolerância contra os homossexuais, considerando como “doentes” ou “pecadores”. Nesse caso, 154 médicos (68,8%) erraram a pergunta e julgaram o item verdadeiro, 37 médicos (16,5%) indicaram-no como falso, acertando a questão, e 33 (14,7%) não souberam responder.

Um total de 34,4% dos entrevistados não soube responder se a homossexualidade era doença (item 6), 4,9% responderam que sim. O item 10, que afirmava que uma pessoa se torna homossexual por conta própria, foi considerado verdadeiro por 32,1% dos médicos, e 13,8% não souberam responder. “Essa resposta revelou que quase metade dos médicos desconhecia os vários aspectos biopsicossociais relacionados à homossexualidade e a atribuía simplesmente a uma escolha feita pelo indivíduo”, escreveu o grupo de cientistas.

Violência contra LGBTI no Brasil
Em 2017, 445 lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBTs) foram mortos em crimes motivados por LGBTIfobia. O número, apurado pelo Grupo Gay da Bahia, é o maior desde o início da série do monitoramento, que começou a ser elaborado pela entidade há 38 anos. O índice representa um aumento de 30% em relação a 2016.

Pelo mundo, a comunidade LGBTI tem conseguido galgar avanços na proteção a seus membros contra perseguições e ataques. Em setembro, a Índia descriminalizou a homossexualidade. A despenalização, que tinha como fundamento uma lei britânica de 150 anos, foi garantida por decisão da Suprema Corte do país.

Primeiro dia do Enem tem questões sobre feminismo e ditadura

O primeiro dia de provas do Enem 2018 trouxe questões que abordaram temas como o papel da mulher na sociedade, feminicídio e democracia.

Neste primeiro domingo, o aluno teve de responder 45 questões da área de linguagens, que engloba conhecimentos de língua portuguesa, literatura e língua estrangeira (inglês ou espanhol), mais 45 questões distribuídas entre geografia e história, além de uma redação no gênero disssertativo-argumentativo. Neste ano, o tema da redação foi sobre o uso de dados virtuais para manipulação do usuário da internet.

Após duas horas de prova, os primeiros estudantes começaram a deixar as salas. Na Uninove da Barra Funda, zona oeste de São Paulo, Igor Lacerda Pena, 21 anos, foi o primeiro a sair da prova do Enem. “De 0 a 10 em dificuldade, acho que a prova foi uns 7”, conta. Segundo ele, as questões abordaram temas como feminicídio e violência doméstica. Ele já cursa a faculdade e fez a prova para tentar uma bolsa em outro curso.

A estudante Rafaela Santos,17, fez a prova pela primeira vez. Algumas das questões que lhe chamaram a atenção abordaram temas como feminismo e democracia. “O tema da redação foi interessante, mas muito difícil. Acho que semana que vem vai ser mais tranquilo, porque sou mais de exatas”, conta.

Ricardo Silva, estudante de 20 anos, fez a prova pela primeira vez. Para ele, o tema da redação foi fácil: “Como foi sobre internet, que é uma coisa que temos bastante contato, foi bem tranquilo”. Ele conta que os textos de apoio foram compostos por uma imagem com dados e um texto que questionava se os algoritmos priorizavam notícias com determinado ponto de vista. Ele disse que o tema que mais lhe chamou a atenção nas questões foi feminismo e o papel da mulher na sociedade. “Tinha umas nove questões sobre isso”.

O professor de geografia Cláudio Hanse, do Descomplica, disse que as questões do Enem deste ano trouxeram maior grau de dificuldade do que nos anos anteriores. “Todo ano se vê um bom número de perguntas muito fáceis, equilibradas com outras não tão fáceis. Neste ano, houve uma queda no número de questões que podem ser consideradas muito fáceis”, analisa.

Segundo ele, os textos de apoio, as perguntas e as respostas também eram mais densos do que nos anos anteriores, exigindo uma leitura atenta do aluno. Para ele, a abordagem de temas como democracia, ditadura e feminismo voltam a aproximar o Enem de discussões atuais da sociedade, diferente do que teria ocorrido na prova de 2017.

Já o professor Eduardo Valladares, também do Descomplica, diz que a prova manteve o nível elevado e um amplo número de estilos de textos diferentes: crônica, poesia, propagandas etc. “Nas questões de linguagem, foi exigido do aluno a habilidade do domínio do texto de maneira geral, e não tópicos e conceitos específicos da linguagem”, diz.

Três crianças e dois adultos morrem em queda de avião em Patos de Minas

Avião de pequeno porte caiu em Patos de Minas. Foto: Corpo de Bombeiros MG

Cinco passageiros de um avião experimental de pequeno porte, entre eles três crianças, morreram devido à queda da aeronave, no interior de Minas Gerais. O avião partiu de Brasília e, segundo testemunhas, tentou pousar no aeroporto regional de Patos de Minas (MG) pouco antes de cair, a cerca de 1,5 mil metros da pista do aeródromo. O acidente ocorreu por volta das 10h30 de hoje (4).

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, os corpos das cinco vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Patos de Minas. Os dois adultos foram identificados como Marcos Nogueira Chagas, 45 anos, e Carla Giannine Pereira Medina, 44 anos. As identidades das três crianças (duas meninas e um menino) ainda não foram confirmadas.

No Registro Aeronáutico Brasileiro consta que Marcos Chagas era o proprietário da aeronave prefixo PRZ-MZ, modelo RV-10, construído em 2013. Ainda segundo o controle feito pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a validade do Certificado de Aeronavegabilidade estava normal.

Em nota, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) informou que o 3º Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) já instauraram processo para apurar as possíveis causas da queda do avião.

Investigadores do órgão visitarão o local para coletar partes da aeronave para futuras análises, fotografar o local da queda e ouvir os primeiros relatos de testemunhas. A investigação não tem prazo para ser concluída, mas o Cenipa afirma que dependerá da complexidade do acidente e que ela tem o objetivo de prevenir outros acidentes semelhantes.

Em entrevista a órgãos de imprensa regionais, o piloto de aeronaves Edvar Marques da Costa, funcionário do aeroporto regional, informou ter visto o avião experimental cruzando o aeródromo em baixa velocidade e baixa altitude.

“Para a gente que conhece um pouco, deu para perceber que tinha algo de anormal, atípico. Não dá para saber o quê, mas acho que o piloto fez de tudo para tentar retornar à pista, mas, com pouca sustentação, acabou não conseguindo”, disse Costa, afirmando ter notado a instabilidade da aeronave pouco antes da queda. (Agência Brasil)

Thammy disputa prêmio de homem mais sexy e brinca: ‘Estão doidos’

Escolhido como um dos 50 nomes que disputam o título de homem mais sexy do Brasil, Thammy Miranda brincou com a situação.

“Eu acho que eles estão doidos! Os caras são bem mais bonitos do que eu. Fiquei surpreso. Sinceramente, acho que quem fez essa seleção foi a minha mãe e por isso que eu estou na lista dos mais bonitos, dos mais sexies. Só pode!”, disse, em entrevista ao Uol.

O prêmio é concedido pela revista IstoéGente. Até o final da tarde, Carlinhos Maia liderava a disputa com mais de 60 mil votos.

Veja as principais manchetes dos jornais desta segunda-feira (05)

A Tarde
Ocupação hoteleira em zonas turísticas baianas fica acima de 80% no feriadão

:: LEIA MAIS »

Absurdo: Pastor preso prometia “cura” para adolescentes que transassem com ele e seu “anjo”

Um pastor evangélico de 31 anos foi preso e se tornou réu no processo no qual é acusado de estuprar quatro adolescentes que frequentavam a sua igreja na Zona Leste de São Paulo. Segundo a acusação feita pelo Ministério Público (MP), o religioso enganava os fiéis, oferecendo suposta “cura física e espiritual” àqueles que fizessem sexo com ele e o “anjo” que dizia incorporar. Preso há mais de um mês, Pedro Jorge dos Santos Teixeira, fundador da Igreja Apostólica dos Mistérios de Deus, em São Mateus, nega a acusação e alega ser inocente.

:: LEIA MAIS »

VÍDEO: Cachorro reage contra assaltante armado e evita que donos sejam roubados

Um cachorro foi baleado ao reagir a uma tentativa de assalto contra seus tutores em Curitiba. O caso foi registrado na Rua Francisco Ader, bairro Novo Mundo, na sexta-feira (2). Segundo os moradores, os tutores do cachorro, chamado de “Catatau”, estavam reunidos em frente à casa onde mora o animal, quando foram abordados por um suspeito armado, que tentava roubar um carro que estava estacionado. “Eu digo que o meu cachorro, hoje, é um herói”, disse Fábio Fernandes, tutor do cão. Câmeras de segurança registraram a ação do suspeito. Assista a reportagem:

:: LEIA MAIS »

Brasil: Fim da estabilidade do servidor público avança no Senado. Entenda as novas regras

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal aprovou novas regras para a demissão por “insuficiência de desempenho” de servidor público estável. As regras se aplicam a todos os níveis da Federação e a todos os poderes. As avaliações de desempenho serão anuais e realizadas por uma comissão, que levarão em consideração fatores fixos, como produtividade e qualidade do serviço, e variáveis, como inovação, responsabilidade, capacidade de iniciativa e foco no usuário/cidadão. Os fatores fixos contribuem com metade da nota final, e os variáveis correspondem, cada um, a até 10% da nota.

O servidor será classificado dentro seguinte escala: superação (igual ou superior a 8 pontos); atendimento (igual ou superior a 5 e inferior a 8 pontos); atendimento parcial (igual ou superior a 3 pontos e inferior a 5 pontos); e não atendimento (abaixo de 3 pontos). A demissão poderá ocorrer se o servidor público estável obtiver o conceito de não atendimento nas duas últimas avaliações ou se não atingir o conceito atendimento parcial na média das 5 últimas avaliações. A avaliação de desempenho não mais será realizada pelo chefe imediato de cada servidor. A justificativa para a mudança é de que o chefe imediato, nem sempre, é um servidor estável, podendo ser um comissionado sem vínculo efetivo com a administração pública.

As entidades representativas dos servidores também entendem que não é razoável deixar a avaliação exclusivamente a cargo da chefia imediata. A periodicidade de 1 ano foi determinada para não gerar carga de atividades acima das capacidades dos órgãos públicos. A avaliação deverá ser feita entre 1º de maio de um ano e 30 de abril do ano seguinte. Os servidores vinculados a atividades exclusivas de Estado só poderão ser exonerados por insuficiência de desempenho mediante processo administrativo específico, conduzido nos ritos do processo administrativo disciplinar.

Mundo: Sob autorização da Índia, tigresa que matou 13 pessoas é caçada e abatida

Uma tigresa, que já matou mais de uma dezenas de pessoas nos últimos dois anos, foi abatida com um disparo na Índia, para o alívio dos moradores, mas provocou uma controvérsia sobre as condições de sua morte. Uma das mais impressionantes “caça ao tigre” em décadas terminou na sexta-feira (2) à noite quando o animal, chamado T1 por caçadores e Avni por defensores da fauna, foi morto a tiros na floresta do estado de Maharashtra (centro-oeste). Mais de 150 pessoas foram mobilizadas durante meses para encontrá-la e foram disponibilizados recursos consideráveis para este fim.

Mas a polêmica se espalhou rapidamente. A mídia indicou que nenhum calmante foi usado para tentar anestesiar Avni-T1, mãe de dois filhotes de 10 meses. A tigresa foi considerada responsável pela morte de 13 pessoas desde junho de 2016. Sua primeira vítima foi uma mulher cujo corpo foi encontrado em uma plantação de algodão. Desde então, a maioria era pastores homens. A Suprema Corte autorizou a operação, embora o tigre seja uma espécie em perigo de extinção no país. Mas a instância especificou que o animal poderia ser morto se os calmantes não tivessem efeito. As autoridades lançaram um programa para preservar a população de tigres na Índia. Seu número chega a mais de 2.200 exemplares, segundo um último censo de 2014, tendo registrado um mínimo de 1.500.

Dica: Saiba como pedir uma corrida no Uber para outra pessoa

Dica: Saiba como pedir uma corrida no Uber para outra pessoa

A Uber não permite solicitar uma corrida em nome de outra pessoa. Entretanto, o usuário pode pedir um carro em outro lugar ou em outra cidade e informar o endereço de embarque manualmente.

Por segurança, a empresa orienta que o motorista seja informado que se trata de uma viagem para um terceiro. A comunicação deve ser feita por mensagem, no chat, logo após confirmar a corrida. No tutorial a seguir, confira como pedir Uber para outra pessoa. O procedimento foi realizado em um iPhone 8 com o iOS 12, mas as dicas também valem para usuários de aparelhos com Android.

Passo 1. Abra o app do Uber e toque sobre a barra de pesquisa de endereço. Em seguida, toque sobre “Localização atual” para editar o ponto de partida. Entre com o endereço em que a outra pessoa está esperando;

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia