WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  


:: ‘Brasil’

Cerca de 200 profissionais desistem do Mais Médicos e ministério reabre vagas

O Ministério da Saúde vai disponibilizar a partir desta quarta-feira (5) aproximadamente 200 as vagas de profissionais que desistiram de ingressar no programa Mais Médicos. Eles comunicaram aos municípios que não assumirão os postos que selecionaram no edital de convocação aberto em novembro em razão da saída de Cuba do projeto.

De acordo com o Ministério da Saúde, parte dos médicos desistentes alegaram que não vão assumir as vagas por incompatibilidade de horário com outras atividades profissionais. Outra parcela dos profissionais informou que entrou em residência médica, recebeu nova proposta de trabalho ou teve problemas pessoais.

Até às 18h desta terça-feira (4), 8.405 vagas estavam preenchidas, sendo que 3.276 já se apresentaram ou iniciaram as atividades. Ao todo, 34.653 interessados se inscreveram. O edital de convocação segue aberto até sexta (7) para aqueles que possuem registro no Brasil.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Atlético-PR e Junior fazem jogo de ida da final da Sul-Americana

Brasil e Colômbia começam a definir nesta quarta (5) o campeão da Copa Sul-Americana 2018. Às 21h45 (horário da Bahia), Atlético-PR e Junior de Barranquilla entram em campo no estádio Metropolitano, em Barranquilla, na Colômbia, pelo jogo de ida da final do torneio internacional. Sportv e Fox Sports transmitem a partida.

As duas equipes estão na decisão pela primeira vez e disputam um título inédito. Para conseguir a façanha, o técnico Tiago Nunes não deve promover mudanças no Atlético-PR. A expectativa é de que o trio de ataque seja formado por Marcelo Cirino, Pablo e Nikão, artilheiro da equipe na competição com quatro gols.

O zagueiro Paulo André, que se recupera de lesão, viajou mas não deve nem ficar no banco. O dupla titular deverá ser formada por Léo Pereira e Thiago Heleno, este último assumiu a vaga de Paulo André. Wellington briga por uma vaga no meio.

“É hora de aproveitar esta situação ao máximo e, por que não, sonhar com o título. Me emocionei realmente porque nossa torcida é incrível. O fato não ganhar um título de expressão há muito tempo e participar de sua segunda final mostra a fome e a sede que nossa torcida tem de tentar vencer o título. Vamos tentar nos esforçar o máximo”, disse Tiago Nunes.

Desfalques
Se o Atlético-PR conta com força quase máxima, do lado colombiano o técnico Julio Comesaña tem problemas para montar o time. Expulsos na semifinal contra o Santa Fe, o lateral-esquerdo Fuentes e o atacante Téo Gutiérrez não vão poder entrar em campo. A expectativa é de que Yony González seja o escolhido para entrar na vaga no experiente Téo.

“Se o professor optar por mim vou dar uma boa resposta. Sempre treino e me preparo para quando for solicitado e sei que vai ser uma grande responsabilidade. Mas o momento é de desfrutar a final”, disse Yony.

Independentemente da equipe que vai começar jogando, Comesaña afirma que a meta do Junior será garantir o placar em casa: “Temos que ganhar, 1×0, meio a zero… O importante é ganhar. Vai ser um jogo disputado e precisamos fazer o resultado aqui para ir para Curitiba para outro duelo complicado”.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

CNE aprova nova base nacional curricular para o ensino médio

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou hoje (4) a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio. O documento define o conteúdo mínimo que será ensinado em todas as escolas do país, no ensino médio, públicas e privadas.

Na prática, a BNCC deverá ser implementada até 2020. “A grande diferença do ensino médio a partir de agora é uma mudança, um ensino médio que não é mais o mesmo ensino médio para todo mundo. Ele precisa trabalhar com diferenças que existem do ponto de vista regional e até individual do próprio estudante”, diz o presidente da comissão da BNCC no CNE, Eduardo Deschamps.

A partir da BNCC, os estados, as redes públicas de ensino e as escolas privadas deverão elaborar os currículos que serão de fato implementados nas salas de aula. Para isso, terão dois anos.

A BNCC tem como norte o novo ensino médio, aprovado em lei em 2017, que entre outras medidas, determina que os estudantes tenham, nessa etapa de ensino, uma parte do currículo comum e outra direcionada a um itinerário formativo, escolhida pelo próprio aluno, cuja ênfase poderá ser em linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ensino técnico.

“Vemos esse processo como um ganho para a educação brasileira”, diz a secretária de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Kátia Smole. Segundo ela, governo se preparou para apoiar os sistemas de ensino e as redes estaduais no processo de implementação da BNCC. “Vamos seguir acompanhando enquanto estivermos aqui”, enfatiza.

Discussão
O documento foi aprovado hoje por 18 votos favoráveis e duas abstenções: do ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), professor Chico Soares e da conselheira Aurina Santana.

A BNCC começou a ser discutida no governo de Dilma Rousseff e, após o impeachment, o documento foi modificado pelo governo de Michel Temer, o que gerou uma série de protestos. As sessões de discussão do documento no CNE têm sido conturbadas. Duas das cinco audiências públicas, em São Paulo e em Belém, foram canceladas.

Ontem (3), Chico Soares, que era relator do documento, deixou a relatoria. O Conselheiro Joaquim Soares Neto assumiu no lugar dele. “Sou completamente favorável a que haja uma Base que especifique os direitos do país, no entanto, nesse momento, estamos deixando de fora uma estrutura, para mim essencial”, disse Soares, que foi um dos únicos que se absteve na votação hoje. O conselheiro explica que a BNCC traz uma nova proposta de educação que não é mais estruturada em disciplinas, como é hoje.

Isso, segundo ele, encontrará várias barreiras para ser implementado, incluindo a alocação de professores. A BNCC não contempla os itinerários formativos que poderão ser escolhidos pelos estudantes. Nessa etapa da formação, a questão das disciplinas terá dificuldade maior de implementação, na avaliação de Soares.

Presente na reunião de hoje, a secretária-executiva do Movimento pela Base Nacional Comum Curricular, Alice Ribeiro, disse que houve avanços importantes comparando o documento da BNCC apresentado em abril e o documento final. Segundo ela, as redes de ensino passarão a contar com “a faca e o queijo na mão”, para implementar o novo ensino médio.

Implementação
Após revisão, a BNCC será encaminhada ao MEC e já tem data prevista para ser homologada, no dia 14 de dezembro. Junto com a homologação, segundo Kátia, o MEC apresentará os referenciais para que servirão de norte para as redes de ensino implementarem os itinerários formativos.

Os estados, que detêm a maior parte das matrículas do ensino médio, terão um ano para fazer o cronograma da implementação da BNCC e um ano para implementá-la, ou seja, o documento deverá chegar na prática, nas escolas, até 2020. Após a implementação, o documento será revisto em três anos, em 2023.

Ainda terão que ser adequados ao novo ensino médio, os livros didáticos, a formação de professores e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Ligados ao chefão do BDM, 13 suspeitos de mega-assalto no MA são achados pela PM

Treze homens suspeitos do mega-assalto ao Banco do Brasil no município de Bacabal, no Maranhão, foram encontrados dentro de uma carreta no município de Santa Luzia do Paruá, distante 370 km da capital, São Luís.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP/MA) já disse que a ação, ocorrida no dia 25 de novembro, foi planejada comandada por José Francisco Lumes, o “Zé de Lessa”. Ele é líder e fundador da facção baiana Bonde do Maluco.

Na segunda-feira (3/12), uma carreta com os treze homens armados foi abordada e cercada por policiais militares da 2ª Companhia do 29° Batalhão de Polícia Militar. De acordo com a corporação, os assaltantes, que estavam dentro do baú, começaram a disparar contra os agentes. Houve troca de tiros e três bandidos morreram no confronto.

O restante da quadrilha se entregou. Com o grupo foram apreendidos fuzis, metralhadoras calibre .50 (artilharia anti-aérea), pistolas e coletes. Além disso, foi recuperado grande parte do dinheiro produto do roubo que ocorreu em Bacabal. O caminhoneiro, após depoimentos, também foi preso por participação direta na fuga.

ASSALTO

A SSP maranhense disse, dias após o ataque, que ele foi frustrado, já que equipes da PM de Bacabal e cidades vizinhas reagiram. Ainda na noite do crime, três suspeitos morreram. Entre eles estava o irmão de “Zé de Lessa”.

O grupo comandado por José invadiu o município em veículos e atacou prédios das Polícias Militar e Civil, além de incendiar viaturas. Em seguida, foram para local onde funcionava o banco e roubaram o dinheiro. A SSP assegura que, assim que ficou sabendo do ataque, enviou várias unidades da PM para a cidade, que fizeram um cerco.

“Após os criminosos de frente do grupo, serem alvejados pela equipe da [PM], o bando ficou desnorteado e dando um recuo ao ataque contra o batalhão da Polícia Militar. Nessa fugam usaram ainda os reféns como escudo humano, o que dificultou uma ação contínua da equipe do Cosar”, disse, no último dia 28, o secretário da Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela. No mesmo dia, ele atribuiu o mega-assalto à quadrilha chefiada pelo baiano.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Gilmar pede vistas e julgamento de habeas corpus de Lula é suspenso

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) pediu vistas e suspendeu a votação do habeas corpus feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até então, apenas Edson Fachin e Cármen Lúcia haviam se manifestado pela rejeição do pedido na Segunda Turma do STF.

Com isso, o julgamento fica suspenso até que Gilmar apresente o voto. Segundo ele, o voto poderá ser trazido no início do ano que vem. Além dele, restam ainda os votos de Celso de Mello e Ricardo Lewandowski, presidente do colegiado.

A defesa pedia que Lula fosse solto sob pretexto de que houve imparcialidade do ex-juiz federal Sergio Moro. O motivo que desencadeou o pedido foi o convite feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para que ele aceitasse um cargo no governo em 2019.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Luto: Morre triatleta que teve a perna amputada após acidente com lancha dos Bombeiros

Morreu na manhã desta terça-feira (4), por volta das 6h15, a triatleta Ludimila Barbosa, de 40 anos, atingida pela hélice de um bote salva-vidas dos Bombeiros, durante uma competição. A vítima estava internada desde o último domingo (2), na UTI do Hospital Geral de Palmas em estado grave. Por causa do acidente, precisou amputar parte da perna esqueda. A morte foi confirmada pela Secretaria Estadual da Saúde, a qual em nota informou que mesmo com todos os recursos disponíveis a paciente não resistiu. O corpo foi levado para o IML de Palmas, já que a vítima sofreu um acidente e por isso o IML precisa fazer exame necroscópio para definir as causas.

O acidente aconteceu no lago de Palmas durante a 6ª etapa do circuito estadual de Maratona Aquática do Tocantins. Ludimila participava de competições desde o fim de 2017 e era professora no Centro Municipal de Educação Infantil João e Maria, da Prefeitura de Palmas. Uma faixa de luto foi colocada na porta da unidade escolar. Nesta segunda-feira (3), cerca de 40 bombeiros se mobilizaram para fazer doação de sangue. Segundo a corporação, um ônibus percorreu os batalhões da capital para transportar os militares voluntários até os hemocentros da capital. A Marinha do Brasil instaurou um inquérito para investigar o acidente. O comandante da Marinha em Palmas, Capitão Alberto Ramos, disse que ainda é cedo para falar sobre a investigação. “O inquérito que foi instaurado hoje pela Capitania Fluvial do Araguaia Tocantins irá detalhar estas circunstâncias com o propósito de apurar as causas e responsabilidades”, disse ele.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

CNE aprova nova base nacional curricular para o ensino médio

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou hoje (4) a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio. O documento define o conteúdo mínimo que será ensinado em todas as escolas do país, no ensino médio, públicas e privadas.

Na prática, a BNCC deverá ser implementada até 2020. “A grande diferença do ensino médio a partir de agora é uma mudança, um ensino médio que não é mais o mesmo ensino médio para todo mundo. Ele precisa trabalhar com diferenças que existem do ponto de vista regional e até individual do próprio estudante”, diz o presidente da comissão da BNCC no CNE, Eduardo Deschamps.

A partir da BNCC, os estados, as redes públicas de ensino e as escolas privadas deverão elaborar os currículos que serão de fato implementados nas salas de aula. Para isso, terão dois anos.

A BNCC tem como norte o novo ensino médio, aprovado em lei em 2017, que entre outras medidas, determina que os estudantes tenham, nessa etapa de ensino, uma parte do currículo comum e outra direcionada a um itinerário formativo, escolhida pelo próprio aluno, cuja ênfase poderá ser em linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou ensino técnico.

“Vemos esse processo como um ganho para a educação brasileira”, diz a secretária de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Kátia Smole. Segundo ela, governo se preparou para apoiar os sistemas de ensino e as redes estaduais no processo de implementação da BNCC. “Vamos seguir acompanhando enquanto estivermos aqui”, enfatiza.

Discussão
O documento foi aprovado hoje por 18 votos favoráveis e duas abstenções: do ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), professor Chico Soares e da conselheira Aurina Santana.

A BNCC começou a ser discutida no governo de Dilma Rousseff e, após o impeachment, o documento foi modificado pelo governo de Michel Temer, o que gerou uma série de protestos. As sessões de discussão do documento no CNE têm sido conturbadas. Duas das cinco audiências públicas, em São Paulo e em Belém, foram canceladas.

Ontem (3), Chico Soares, que era relator do documento, deixou a relatoria. O Conselheiro Joaquim Soares Neto assumiu no lugar dele. “Sou completamente favorável a que haja uma Base que especifique os direitos do país, no entanto, nesse momento, estamos deixando de fora uma estrutura, para mim essencial”, disse Soares, que foi um dos únicos que se absteve na votação hoje. O conselheiro explica que a BNCC traz uma nova proposta de educação que não é mais estruturada em disciplinas, como é hoje.

Isso, segundo ele, encontrará várias barreiras para ser implementado, incluindo a alocação de professores. A BNCC não contempla os itinerários formativos que poderão ser escolhidos pelos estudantes. Nessa etapa da formação, a questão das disciplinas terá dificuldade maior de implementação, na avaliação de Soares.

Presente na reunião de hoje, a secretária-executiva do Movimento pela Base Nacional Comum Curricular, Alice Ribeiro, disse que houve avanços importantes comparando o documento da BNCC apresentado em abril e o documento final. Segundo ela, as redes de ensino passarão a contar com “a faca e o queijo na mão”, para implementar o novo ensino médio.

Implementação
Após revisão, a BNCC será encaminhada ao MEC e já tem data prevista para ser homologada, no dia 14 de dezembro. Junto com a homologação, segundo Kátia, o MEC apresentará os referenciais para que servirão de norte para as redes de ensino implementarem os itinerários formativos.

Os estados, que detêm a maior parte das matrículas do ensino médio, terão um ano para fazer o cronograma da implementação da BNCC e um ano para implementá-la, ou seja, o documento deverá chegar na prática, nas escolas, até 2020. Após a implementação, o documento será revisto em três anos, em 2023.

Ainda terão que ser adequados ao novo ensino médio, os livros didáticos, a formação de professores e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Veja as principais manchetes dos jornais desta quarta-feira (05)

A Tarde
Barco que afundou em Xique-Xique estava com sobrepeso, diz polícia

:: LEIA MAIS »

ONU pede R$ 2,8 bi para ajudar países da América do Sul a receber venezuelanos

A ONU anunciou hoje (4) que precisa de US$ 738 milhões (R$ 2,8 bilhões) para ajudar os países da América do Sul a lidarem com o fluxo de imigrantes e refugiados da Venezuela em 2019. É a primeira vez em que a crise venezuelana é incluída no apelo global da entidade por financiamento para ajuda humanitária.

A quantia total que foi solicitada para a área humanitária em 2019 é de US$ 22,9 bilhões (R$ 83,7 bilhões), sem incluir a verba para auxiliar na Síria.

Com a crise politica e econômica que afeta a Venezuela, cerca de três milhões de pessoas já fugiram do país, a maioria desde 2015, de acordo com dados de agências da própria ONU.

A previsão da Organização das Nações Unidas é de que 3.6 milhões de venezuelanos vão precisar de assistência e proteção em 2019.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

VÍDEO: Vereadora é sequestrada e morta em latrocínio chocante. Suspeitos foram presos

A vereadora de Bom Jesus de Goiás Roseli Aparecida de Oliveira (DEM), de 55 anos, foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (3), dentro do carro dela, às margens da BR-452, no sul goiano. Segundo a Polícia Civil, a mulher foi sequestrada durante o roubo do veículo na casa dela e, na fuga, os criminosos bateram o automóvel. Em seguida, conforme a investigação, um deles atirou contra a vítima. Três suspeitos foram presos. Assista a reportagem:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia