WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Março 2021
D S T Q Q S S
« fev    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


:: ‘_destaque3’

Acesso ao Fies ficou mais difícil, dizem faculdades privadas

O acesso às faculdades privadas por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) está mais difícil, de acordo com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Segundo a entidade, das 310 mil vagas oferecidas, apenas 80,3 mil foram preenchidas, o equivalente a 26% da meta.

Para o presidente da ABMES, Janguiê Diniz, o desempenho do Fies em 2018 foi um fracasso. “Foi o pior cenário desde que foi instituído o Fies”, disse Diniz. “O programa, que devia ser social, transformou-se num programa financeiro e fiscal. Esta é a nossa maior crítica.”

O Fies está com novas regras desde o início do ano. Na modalidade em que o financiamento é oferecido pela instituição bancária, com taxa de juros determinada pelo próprio banco, foram preenchidas 500 vagas de um total de 210 mil. Já no modelo de financiamento governamental, a que se destina o restante das vagas, o aproveitamento foi de 82,1%.

Em nota, o Ministério da Educação (MEC) diz que é possível analisar apenas os dados do Fies com financiamento pelo governo. “Considerando que o ciclo de contratações do Fies 2018 ainda não [se] encerrou, o aproveitamento observado já é superior ao observado nos anos anteriores (62,6% em 2016 e 78,2% em 2017)”.

De acordo com o MEC, as novas modalidades têm características diferentes das do Fies anterior, o que impede comparações.

Criticas
Na opinião de Janguiiê Diniz, o principal gargalo do sistema é o não financiamento do custo dos cursos em sua totalidade, apesar de o governo ter estabelecido percentual de financiamento mínimo de 50% do curso escolhido.

Para ele, outro ponto controverso é que 60% das vagas sejam destinadas aos cursos prioritários (área da saúde, engenharia e licenciatura). “Isso nem sempre está em consonância com o mercado de trabalho”, disse Janguiê. As regras rígidas exigidas pelos bancos também foram citadas: “O banco trata o financiamento estudantil como uma linha de crédito qualquer.”

Uma pesquisa feita pela entidade com o público-alvo do Fies revela que, para 51% dos interessados, o acesso ao programa do governo federal ficou mais difícil em 2018. O levantamento mostrou ainda que 40% dos entrevistados não têm condições de fazer uma graduação sem bolsa de estudos ou financiamento estudantil. Para 94% dos estudantes, é responsabilidade do governo federal prover políticas públicas de acesso à educação superior.

Diante das dificuldades enfrentadas com o Fies, 48% dos entrevistados responderam que preferem obter uma bolsa ou desconto diretamente com a faculdade; 22% que optam pelo Fies e 24% que não têm preferência ou considerariam qualquer uma das opções. Para 6%, o financiamento privado seria a primeira escolha.

Em nota, o MEC destaca que a reforma do Fies respeita determinação do Tribunal de Contas da União de buscar a redução da dependência do programa dos recursos do Tesouro Nacional e garantir sustentabilidade financeira e a governança do programa. O objetivo é “viabilizar uma política de acesso ao ensino superior mais ampla, que seja eficaz e que atenda melhor o estudante”, diz a nota.

A nota responde às críticas ao Fies com financiamento privado, dizendo que “se trata de uma modalidade de financiamento ainda em desenvolvimento, com alto potencial de crescimento e que tem contado com o apoio do MEC e das instituições financeiras participantes. Para o ano de 2019, espera-se o fortalecimento da modalidade, com a entrada de mais dois bancos financiadores do P-Fies”.

Próximo governo
Janguiê Diniz informou que se encontrará na primeira quinzena de dezembro com o presidente eleito Jair Bolsonaro para debater novas propostas para o Fies. Segundo o presidente ABMES, o objetivo é pedir que o governo financie 100% das mensalidades de todos os estudantes e que inclua a modalidade de ensino a distância. Outra ideia é que as instituições de ensino ofereçam descontos “substanciais e perenes”, que variem entre 20% e 30% do valor do curso.

Não opinião de Diniz, as regras rígidas impostas pelos bancos também têm que ser revistas. A ideia é que o aluno que tenha 100% do financiamento comece a pagar as parcelas de amortização da dívida já durante o curso.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Brasil pode encerrar 2018 com recorde na exportação de soja

Os exportadores de soja em grãos têm bons motivos para comemorar o desempenho do setor ao longo de 2018, mantendo-se na liderança do ranking internacional, posição que tem-se alternado com os Estados Unidos. A projeção é a de atingir, no fechamento do ano, 80 milhões de toneladas, número que ainda pode ser acrescido em mais dois milhões de toneladas. Caso se confirme, o Brasil terá exportado uma quantidade 19,4% superior à do ano passado, de 67 milhões de toneladas).

Esse volume superou as expectativas do setor, que projetava algo em torno de 70 milhões de toneladas, de acordo com Sergio Mendes, diretor-geral da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec). Ele disse que além do câmbio favorável, dos bons preços na cotação da commoditie, esse resultado, sem dúvida, teve a influência do fato de os chineses terem sobretaxado a soja americana.

Apesar disso, o executivo destacou que “o Brasil é competitivo em qualquer situação e não precisa que os Estados Unidos tenham problemas comerciais com a China”, se referindo às negociações com o grão. Mendes informou que, sozinho, os chineses consomem 80% da soja exportada e os 20% restante seguem para outros países asiáticos e parte da Europa.

Para o próximo ano, o dirigente acredita que o setor continuará obtendo bons resultados, mas avalia ser difícil fazer qualquer projeção justificando que tudo vai depender do comportamento do mercado. “Vamos crescer em 3% na produção, mas precisamos esperar um pouco mais para estimar se as exportações poderão crescer também”.

Sergio Mendes manifestou a expectativa de que seja mantida a política de desoneração do setor por meio da Lei Kandir, já que, uma eventual revogação seria “uma burrice e uma verdadeira maldição” porque o Brasil só se tornou competitivo nesse setor justamente pelos incentivos fiscais.

Mendes também queixou-se das desvantagens de custo com seu maior competidor no mercado internacional, apontando que o país gasta por tonelada US$ 40 a mais do que os Estados Unidos para embarcar a mercadoria.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Acusado de homicídio morre durante confronto com PMs no Morro do Chapéu

Um homem identificado como Leandro Santos Queiroz, que, de acordo com a Secretaria de Segunça Pública (SSP), respondia a processos por homicídio, morreu na manhã desta quarta-feira (28/11), durante um confronto com PMs da Companhia Independente de Policiamente Especializado (Cipe) Semiárido, na cidade de Morro do Chapéu, a 395 km de Salvador.

Ainda de acordo com a SSP, após solicitação da Polícia Civil, os militares foram até o bairro Caixa D’Água, averiguar uma denúncia de homens armados vendendo drogas. Ao chegarem na rua São Francisco, duas pessoas correram atirando em direção aos policiais e entraram num imóvel.

Leandro, conhecido como “Ferrugem”, foi localizado pela guarnição ferido e foi socorrido para uma unidade médica local, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Dentro da casa, os PMs localizaram um revólver calibre 32, munições, cerca de meio quilo de maconha, pinos de cocaína e uma balança. O caso foi registrado, na Delegacia Territorial de Morro do Chapéu.

Inovações em biocombustíveis serão discutidas em evento nacional gratuito sobre Bioenergia

Especialistas na área de desenvolvimento sustentável vão se reunir no V Seminário Nacional de Bioenergia, que acontece nesta sexta-feira (30) e sábado (1), na FTC Salvador (campus Paralela). O objetivo do evento, que é gratuito, é discutir a busca por novas estratégias energéticas com menores custos de produção e sem impactos negativos ao meio ambiente. A crise dos combustíveis, que teve como marco a paralisação dos caminhoneiros, em maio deste ano, demonstrou o impacto das decisões do setor no cotidiano da população e que a solução para o equilíbrio dos preços não é simples.

O tema da quinta edição do evento será “Bioenergia e Desenvolvimento Sustentável”. Entre as palestras, estão a “Inovação em Biocombustíveis”, que será ministrada pela pós-doutora em Bioquímica, Renata Angeli, nesta sexta. Já na manhã de sábado, a palestra do Coordenador de Regulação de Qualidade de Produtos da Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Jackson da Silva Albuquerque tratará sobre a “Regulamentação dos Biocombustíveis”, além de abordar questões relacionadas à crise dos combustíveis.

De acordo com Relatório sobre o Mercado de Energias Renováveis divulgado este mês pela Agência Internacional de Energia (AIE), o Brasil apresenta a matriz energética menos poluente do mundo. Porém, equilibrar custo de produção e impactos ao meio ambiente ainda é um desafio. “Ainda hoje buscamos energias renováveis que sejam mais baratas, mas ainda não temos conseguido. Se considerarmos as inúmeras possibilidades de produção em substituição ao uso da cana-de-açúcar, o milho, por exemplo, podemos perceber que o combustível deveria custar, no máximo, R$ 2”, destaca o professor da FTC e especialista em Bioenergia Celular, Marcus Lázaro Guerreiro, que participa da organização do seminário.

O V Seminário Nacional de Bioenergia também promoverá discussões sobre os gargalos e oportunidades para o desenvolvimento de tecnologia no setor de Bioenergia, e contará com o lançamento da sétima edição do livro “Bioenergia – Um diálogo renovável”, que reúne trabalhos científicos de egressos do mestrado em Bioenergia da FTC. Para mais informações sobre inscrições e programação, basta acessar https://doity.com.br/v-simpsio-nacional-em-bioenergia.

Emprego: Vigor Alimentos abre vaga de trabalho em Conquista, com salário de até R$ 3 mil

CLIQUE AQUI, para se candidatar à vaga (Vagas).

A companhia Vigor Alimentos, disponibilizou no seu banco de dados uma vaga de trabalho em seu campo de atuação em Vitória da Conquista e seleciona candidatos para o preenchimento da vaga de Vendedor de Produtos Alimentícios (v1800652), com salários entre R$2.000 e R$3.000. Os interessados devem realizar o cadastro do Currículo para os cargos oferecidos. Confira mais detalhes sobre esta vaga: // Responsabilidades: Tomar decisões com foco no cliente; Visita aos clientes pertencentes a sua carteira; Prospecção de novos clientes que pertençam a área geográfica determinada pela Vigor; Efetua vendas conforme as metas definidas pela Vigor; Cumpre a rotina de vendas estabelecida pela Cia; Realiza negociação com compradores; Realiza o plano de negocio de vendas para o cumprimento da meta; Acompanhamento dos resultados de vendas do canal e da Cia.

// Outras responsabilidades: Acompanhamento dos resultados da sua meta pessoal; Elaboração de relatórios gerenciais de vendas; Prestar conta das suas despesas e controlá-las visando redução de custo; Controlar nível de ruptura, devolução e retorno nos clientes; Realizar execução no PDV (preço, ruptura, leitura de loja); Identificar oportunidades, correção de desvios e endereçar as anomalias não resolvidas; Influenciar no pedido e parâmetros da loja; Executar o plano de contas e contratos. // Requisitos: Desejável – Ensino Superior Completo; Experiência em empresas de alimentos, bebidas e indústrias. Disponibilidade para atuar com veículo próprio. // Benefícios Vale-refeição; Vale alimentação; Assistência médica; Assistência odontológica; Seguro de vida; Programa de remuneração variável; Participação nos Lucros ou Resultados; Convênio com empresas parceiras; Auxílio combustível.

Bahia: Dois homens são presos e submetralhadora apreendida em Sátiro Dias

Dois homens foram presos, na tarde desta quarta-feira (28), durante Operação Intensificação no município de Sátiro Dias, localizado a cerca de 200 km de Salvador. Além das prisões de Marcelo dos Santos Ferreira, 48 anos, e Alexsandro Barbosa de Santana, 22, segundo a Secretaria da segurança Pública (SSP-BA), uma submetralhadora artesanal 380, uma espingarda calibre 12, um revólver 38, e dois quilos de maconha, um carregador de pistola ponto 40 e munições de diversos calibres foram apreendidos.

O tenente-coronel Reginaldo Moraes da Silva, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Alagoinhas), a ação dos policiais foi realizada após o recebimento de denúncias anônimas sobre intenso tráfico de drogas na residência.

Após as buscas, as guarnições encontraram os armamentos, a droga e dois sacos com pinos para acondicionamento de cocaína, quatro balanças e uma máquina de cartão.

Todo o material apreendido e os dois homens foram apresentados na Delegacia Territorial de Sátiro Dias. O delegado titular, Gustavo José de Almeida, explicou que Marcelo e Alexsandro vão responder por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, e ficarão à disposição da Justiça.

Exposição cancelada: Em Brasília, Herzem tentará obter recursos com Ministério da Agricultura

O prefeito Herzem Gusmão (MDB), por telefone atendeu a nossa reportagem na manhã desta quarta-feira (28). O prefeito está em Brasília e manifestou preocupação com a notícia divulgada pela imprensa que a Coopmac, através do seu presidente Jaymilton Gusmão, admite a não realização da Exposição em 2019. “Massinha me ligou e solicitou que a Prefeitura evitasse a não concretização da festa. A Prefeitura sempre foi a maior parceira, e continuará sendo”, disse Herzem.

O prefeito disse ainda que no seu retorno pretende se reunir com o Conselho Consultivo e o Movimento Pró-Conquista para tentar viabilizar um evento que movimenta a economia regional. O prefeito assegurou a Massinha, que na audiência na tarde de hoje com o presidente Michel Temer, irá solicitar com intermediação do ex-governador Nilo Coelho (PSDB), a possibilidade do Ministério da Agricultura viabilizar recursos para a realização da Expo 2019. Com informações do blog da Resenha Geral.

Botuporã: 1º Natal sport acontece no dia 23 de dezembro; saiba como fazer as inscrições

1º NATAL SPORT EM BOTUPORÃ

CORRIDA E CAMINHADA DE PEDESTRES E VOLTA CICLÍSTICA – 23 DE DEZEMBRO DE 2018.

Festa do esporte garantida no fim de ano em Botuporã, o Natal será fascinante com o 1º NATAL SPORT. O evento promovido pelo grupo MBEE produções no domingo dia 23 de dezembro de 2018, na cidade de Botuporã-BA, duas grandes provas do esporte realizadas em um único dia:

1ª VOLTA CICLÍSTICA – Prova masculina e feminina de 44 km com percurso definido entre a sede do município e a comunidade do Poço (trecho asfaltado), largada as 08h00 no mercado municipal (feira livre) em direção a comunidade do Poço, onde será feito o retorno e finalizada no mercado municipal, mesmo local da largada.

4ª CORRIDA E CAMINHA DE PEDESTRES – As três primeiras edições foram realizadas nos anos de 2003, 2004 e 2005, em comemoração ao aniversário da cidade (22 de março), com percurso de 10 km na BA 156 que liga Botuporã ao município de Caturama. A 4ª edição terá como novidade além da corrida, a caminhada de pedestres, com percurso definido para a BA 156, trecho Botuporã/Tanque Novo.

BAIXE OS ARQUIVOS PARA INSCRIÇÃO

REGULAMENTO 1ª VOLTA CICLÍSTICA
REGULAMENTO 4ª CORRIDA E CAMINHA DE PEDESTRES
FICHA DE INSCRIÇÃO CICLISMO
FICHA DE INSCRIÇÃO CORRIDA E CAMINHA DE PEDESTRES
AUTORIZAÇÃO PARA MENORES

OBS.: Para inscrições online, é necessário o envio da ficha de inscrição assinada junto com o comprovante bancário de pagamento, o envio poderá ser feito pelo e-mail: [email protected] ou WhatsApp: 77 – 99121-9078/991005416

SEJA SOLIDÁRIO DOE 1 KG DE ALIMENTO NA RETIRADA DO KIT ATLETA E FAÇA UMA FAMÍLIA CARENTE MAIS FELIZ NESTE NATAL, UMA CAMPANHA MBEE PRODUÇÕES.

MBEE – A MARCA OFICIAL DO ESPORTE EM BOTUPORÃ
e-MAIL: [email protected]
Whatsapp: (77) 9 9121-9078 – (77) 9 9100-5416.

:: LEIA MAIS »

Mestrado Profissional em Biotecnologia está disponível na FAMAM

Biotecnologia é uma palavra de origem grega, onde “Bio” significa vida; “tecno” remete a técnica; e “logia” quer dizer conhecimento ou estudo. Conceitualmente é a união da biologia com a tecnologia, abrangendo um conjunto de técnicas que utiliza seres vivos no desenvolvimento de processos e produtos que tenham uma função econômica e/ou social.

A biotecnologia envolve várias áreas do conhecimento e, em consequência, vários profissionais, sendo uma ciência de natureza multidisciplinar.

São reconhecidos dois ramos da biotecnologia, a clássica e a moderna. A clássica se refere ao uso de microrganismos como agentes fermentadores para a produção de pães, queijos, cervejas e vinhos.

Por outro lado, a biotecnologia moderna é derivada da evolução dos conhecimentos sobre genomas, microbiologia e biologia molecular, e está relacionada ao uso da tecnologia do DNA recombinante, quando se manipula de forma controlada o ácido desoxirribonucleico (DNA) das espécies.

Vitória inicia dispensa de jogadores para enxugar elenco

Restando apenas uma rodada para o fim do Brasileirão 2018, a diretoria do Vitória iniciou a dispensa de atletas que têm contrato se encerrando em dezembro deste ano. Até o momento, os atacantes Rhayner, Wallyson e André Lima, o zagueiro Aderlan, o volante Arouca, o lateral-esquerdo Bryan e o lateral-direito Lucas foram liberados do clube.

O conjunto de jogadores teria o vínculo encerrado no fim do ano. Segundo o presidente Ricardo David, o técnico João Burse, que havia sido efetivado até o fim da atual temporada, vai retornar à categoria Sub-23 para a disputa da temporada 2019 da categoria.

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia