WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  


:: ‘_destaque2’

Política: Doria anuncia Imbassahy como secretário especial do Estado de São Paulo

O governador João Doria (PSDB) anunciou o nome de Antonio Imbassahy como secretário especial e chefe do Escritório de Representação do Estado de São Paulo em Brasília (Egesp). Ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Termer, Imbassasy, também do PSDB, é ex-governador da Bahia e ex-prefeito de Salvador. Foi também deputado federal por dois mandatos, líder do PSDB na Câmara Federal, além de ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República em 2017.

Segundo a gestão Doria, Imbassahy terá a missão de articular as relações de São Paulo com a Presidência e Vice-Presidência da República, o Congresso Nacional, os ministérios, as autarquias federais e instituições financeiras, como o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Imbassahy é o 10º ex-integrante da gestão Temer no governo Doria. São sete ex-ministros: Henrique Meirelles (Fazenda), Aloysio Nunes (diretor da Investe SP), Rossieli Soares (Educação), Gilberto Kassab (Casa Civil, licenciado), Sérgio Sá Leitão (Cultura), Alexandre Baldy (Transportes Metropolitanos) e Vinicius Lummertz (Turismo). Além deles, também estão no governo Doria e trabalharam na gestão Temer: Antonio Claret Oliveira (ex-presidente da Infraero e diretor do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo); e Nelson de Souza (ex-presidente da Caixa, chefe de grupo de três estatais de São Paulo).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Capital baiana tem 25 queixas de agressão à mulher por dia em 2019

Em apenas uma semana, 175 mulheres bateram às portas de duas delegacias de Salvador para denunciar um tipo de crime: agressão. Os registros foram feitos na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas – 108 – e na Deam de Periperi – 67 – e apontam para uma média assustadora: já são 25 casos por dia em 2019.

Segundo a Polícia Civil da Bahia, cerca de 70% das denúncias são encaminhadas à Justiça – ou seja, viram processo. Entre as denúncias feitas este ano, pelo menos duas foram contra o DJ João René Espinheira Moreira, 33 anos, conhecido em Salvador como DJ John Oliver. Ele foi apontado por duas vítimas como o autor de agressões ocorridas entre o dia 30 de dezembro de 2018 e 5 de janeiro deste ano.

Primeiro, a ex-namorada Juliana Galindo, 26 anos, o denunciou no sábado. Ela foi agredida com murros, chutes e estrangulamento após uma conversa na casa dela, depois de o relacionamento dos dois chegar ao fim. Após as agressões, Juliana não teve dúvidas: “Foi uma tentativa de homicídio”, disse ao CORREIO.

A denúncia dela acabou encorajando uma estudante de 22 anos, que se identificou como Lívia, a denunciar o DJ, nesta segunda-feira (7), por violência sexual ocorrida no dia 30 de dezembro do ano passado. O DJ já responde a quatro processos por agressões a mulheres, mas nega. Segundo ele, Juliana o agrediu.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Luto: Familiares e amigos se despedem de Dimas Pereira. Velório ocorre no Alto Maron

Familiares comunicam lamentavelmente o falecimento de Dimas Pereira, aos 43 anos. Ele travou uma longa batalha contra graves problemas de saúde, e acabou não resistindo na madrugada desta quarta-feira (9). Dimas era residente no bairro Alto Maron e era muito conhecido, inclusive no meio evangélico. Seu corpo está sendo velado na Igreja Pentecostal, da Travessa Santo Amaro, no mesmo bairro onde morou. A família não revelou ainda o local do sepultamento. Aos familiares enlutados nossos sinceros sentimentos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook :: LEIA MAIS »

Conquista: Homem é baleado no Morada Real

Oséias Dias Santos, de 20 anos, foi baleado na tarde dessa terça-feira (08), no bairro Morada Real.

De acordo com a polícia, a vítima relatou que estava jogando bola na Rua L, quando dois homens passaram numa moto e atiraram.

Oséias está hospitalizada no hospital de Base.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Denúncia anônima levou ao confronto e morte do traficante Wellington “Paulista”

Seu nome,Wellington Pereira da Silva vulgo “Paulista”, com diversas passagens pela polícia ele  teria sido capturado no último sábado, após cometer um assalto em um  mercado no Capinal,onde chegou à ser capturado com seu bando pela polícia militar.

Como a lei foi generosa para Paulista, mesmo com intensa ficha criminal o mesmo já estava em liberdade, em pouco menos de dois dias,porém na noite desta segunda-feira(7),após uma diligência nas imediações da Rua São Pedro no Ceasa, a guarnição da CAESG  recebeu uma denúncia dando conta que um indivíduo estava em um hotel praticando o tráfico de drogas.Os militares deslocaram para averiguar a denúncia, onde no local citado o indivíduo de alta periculosidade para tentar fugir do cerco policial,começou à atirar na direção dos policiais,houce um confronto,onde Paulista foi alvejado e encaminhado para o Hospital de Base,mas não resistiu aos ferimentos vindo a óbito.

Wellington Vulgo Paulista já tinha passagem, por tráfico de drogas, roubos e suspeita de homicídios.

Com o mesmo foi apreendido um revólver calibre 38 com várias munições deflagradas,e várias petecas uma substância análoga à maconha.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Mais da metade de sessões da AL-BA em 2018 terminaram por falta de quórum, aponta coluna

Levantamento divulgado hoje (6) pela coluna Satélite, do Jornal Correio, aponta que quase 60% das sessões ordinárias realizadas pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em 2018 foram encerradas por falta de quórum, ou seja, um número mínimo de deputados no plenário.

Dos 98 encontros realizados ao longo do período, 57 acabaram por não terem a quantidade mínima para a continuidade de uma sessão, que é de 21 parlamentares, o que representa um terço do total de 63 deputados estaduais.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Além disso, diz a coluna, 12 sessões terminaram por não haver orador. Nesse caso, a reunião era discursiva, mas terminava por não haver mais parlamentares inscritos para falar. O levantamento conclui também que, por isso, apenas 29 encontros terminaram com quórum mínimo.

Polícia já prendeu mais de 80 suspeitos de ataques violentos no Ceará

86 pessoas foram presas, até o momento, suspeitas de terem praticado os ataques criminosos que atingem, desde a última quinta-feira (3), Fortaleza e várias outras cidades do Ceará, segundo informou ontem (5) o governador do estado, Camilo Santana.

Por meio de mensagem no Facebook, o chefe do executivo cearense afirmou que as forças de segurança estaduais estão em regime de prontidão para combater as ações criminosas. Além disso, Camilo disse que, desde o início dos ataques, mantém contato direto com os ministros da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e da Defesa, General Fernando Azevedo.

Ainda ontem, o governador da Bahia, Rui Costa, autorizou o envio de 100 policiais militares do estado para ajudar no combate à onda de violência no Ceará.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Santa Terezinha: carro pega fogo após colidir com trem e motorista morre carbonizado

Um acidente de trânsito envolveu um automóvel e um trem de carga, na tarde deste sábado (05/01), na BA 493, nas proximidades da cidade de Santa Teresinha. A colisão aconteceu no cruzamento da linha férrea, entre os municípios de Santa Teresinha e Itatim.

O condutor do veículo de passeio não percebeu que o trem cruzava a estrada e não conseguiu frear a tempo, vindo a bater. O automóvel incendiou após a batida e o motorista morreu carbonizado no local.

Equipes do SAMU e da PM de Santa Teresinha estiveram no local. Populares ajudaram a apagar o fogo. Ainda não foi possível identificar oficialmente a vítima, mas informações preliminares dão conta que foi um morador da cidade de Castro Alves.

Governo Bolsonaro prepara pente-fino em todos os benefícios pagos pelo INSS

governo Jair Bolsonaro planeja enviar ao Congresso Nacional uma MP (medida provisória) que revê regras previdenciárias para deflagrar um pente-fino em todos os benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Para viabilizar a operação, a MP estabelecerá o pagamento de um bônus de R$ 57,50 a técnicos e analistas do seguro social que identificarem irregularidades em aposentadorias e pensões.

A medida provisória será apresentada pelo governo Bolsonaro como um conjunto de ações para aperfeiçoamento e modernização da legislação.

A expectativa é que as novas regras possam gerar uma economia de R$ 9,3 bilhões em um ano, já descontados os pagamentos dos bônus.

O valor corresponde a 4,2% do déficit previsto no RGPS (Regime Geral de Previdência Social) para este ano. É um valor ínfimo perto de um rombo total que deve bater em R$ 220 bilhões.

Quem acompanha o trabalho, porém, defende que a MP terá o efeito de funcionar como uma espécie de ação moralizadora, para melhorar a organização do INSS, corrigir distorções legais e coibir fraudes enquanto se finaliza uma proposta mais ampla de reforma da Previdência.

Pela medida provisória, entram na mira dos fiscais a pensão por morte, a aposentadoria rural e o auxílio-reclusão.

No caso de concessão de pensão por morte para quem não era formalmente casado, uma das mudanças propostas na medida provisória é exigir, além da demonstração de dependência econômica, a chamada prova documental contemporânea —um documento que comprove a união na ocasião da morte.

O governo entende que a regra atual, que permite a comprovação de união estável apenas com apresentação de testemunhas, abre brechas para simulações e fraudes.

Na aposentadoria rural, a MP substitui a declaração do sindicato rural pela autodeclaração do segurado.

Entidades credenciadas pelo Pronater (Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária) ficarão responsáveis pela homologação dessa autodeclaração do beneficiário.

Para o governo Bolsonaro, o reconhecimento de direitos por meio do sistema sindical é um resquício inadequado da mistura entre o Estado e essas entidades.

O auxílio-reclusão, benefício pago aos dependentes do trabalhador preso, passa a ter um período de carência (tempo mínimo de contribuição consecutiva ao INSS) de 12 meses.

O benefício não poderá ser acumulado a outros e haverá aferição de baixa renda com base em uma média dos salários. Hoje, o limite de renda é definido a partir do último salário do trabalhador preso.

O governo estima que essa regra consiga reduzir a concessão do benefício para pessoas fora do perfil de renda, mas que estão desempregadas na véspera da prisão.

Esse modelo de conferência dos benefícios que a equipe de Bolsonaro quer adotar com a MP é parecido com o usado pela gestão Michel Temer (MDB) no pente-fino realizado nos auxílios-doença e nas aposentadorias por invalidez pagos há mais de dois anos.

Desde 2016, os peritos médicos previdenciários estão recebendo R$ 60 por exame extra realizado nos postos do INSS.

Até 15 de dezembro de 2018, quase 1,2 milhão de perícias tinham sido realizadas no pente-fino dos benefícios por incapacidade.

Cerca de 651 mil segurados, praticamente a metade dos que foram avaliados nos exames periciais, tiveram o pagamento cortado. A economia com esses pagamentos foi de R$ 13,8 bilhões.

Segundo pessoas que participaram da elaboração da MP, o bônus dos peritos será prorrogado por mais um ano, o pente-fino dos benefícios por incapacidade será estendido e a atuação dos médicos será ampliada.

Eles trabalharão também em ações judiciais e em casos de revisão de BPC (Benefício de Prestação Continuada).

As perícias do pente-fino, que até então convocaram benefícios sem avaliação há mais de dois anos, chegarão a segurados que recebem auxílio ou aposentadoria por invalidez há mais de seis meses.

O governo estima gastar R$ 56,9 milhões com o pagamento do bônus aos técnicos e analistas previdenciários.

Em 2018, o INSS tentou viabilizar o pagamento de uma bonificação para acelerar a análise de pedidos de benefícios e revisões e reduzir os gastos com a correção monetária da fila de espera, mas o dinheiro não foi liberado.

Sempre que o INSS leva mais de 45 dias para responder a um pedido, o benefício, quando concedido, é pago com correção pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

O governo calcula uma despesa superior a R$ 600 milhões ao ano com essa correção, além de aumento nas disputas judiciais.

Levantamento realizado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) estima que mais de R$ 92 bilhões são pagos todos os anos após decisão judicial.

A expectativa da gestão Bolsonaro é que o incentivo à conclusão de processos com suspeita de irregularidades resulte em uma economia mensal de R$ 188 milhões, que poderia ser ampliada pela perspectiva de cobrar a devolução do que foi pago irregularmente.

Para essa apuração, a medida provisória define que serão considerados suspeitos os benefícios com indícios de acumulação indevida (quando um segurado mantém dois benefícios que não poderiam ser pagos ao mesmo tempo), suspeita de morte do beneficiário e BPC fora dos parâmetros previstos em lei.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia: Jovem acompanhada da família passa mal dentro do ônibus e morre ao ser socorrida

Uma jovem mãe de 18 anos de nome Marta Myrele Alves da Silva, natural de Teresina-PI, morreu na noite desta sexta-feira (04), dentro do ônibus Real Sul que fazia linha para Brasília. Segundo o marido da vítima, ela teve um parto cesário a mais ou menos dois meses e começou a ter vários problemas de saúde inclusive plaquetas baixas, por várias vezes ela foi levada ao Hospital em Teresina-PI e os médicos não descobriram qual de fato era o real problema de saúde da jovem. Quando eles passavam na cidade de São Desidério por volta das 17h30, a jovem começou a passar mal, com náuseas e sentia fortes dores abdominais e começou a desfalecer.

O ônbus seguiu viagem com objetivo de levar a mesma para UPA de Luis Eduardo Magalhães, mas a jovem veio a óbito antes de dar entrada na unidade de saúde por volta das 19h. A família seguia para Brasília para tentar um tratamento para Myrele Alves. No ônibus estavam a jovem mãe, o esposo de 28 anos, os dois filhos (o bebê de dois meses, e uma filha de 3 anos), além da mãe da vítima. Segundo o Blog Braga, o corpo foi levado para o Morgue da UPA. Até às 1h30 da madrugada deste sábado (05), o marido da vítima e o motorista do ônibus estavam na Delegacia de Polícia Civil local tentando a liberação do corpo para o necrotério de Barreiras para que os procedimentos de praxe e o corpo fosse liberado para sepultamento. A avó ficou cuidando dos netos na rodoviária de Luis Eduardo Magalhães enquanto o genro tentava a liberação do corpo. E os passageiros ficaram também na rodoviária aguardando para seguirem viagem. O caso será investigado pela Polícia.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook :: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia