WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  


:: ‘_destaque2’

Alerta: Cresce o número das ameaças de vazamentos de “nudes” em troca de dinheiro

Alerta: Cresce o número das ameaças de vazamentos de "nudes" em troca de dinheiro

Sextorsão (do termo em inglês sextorsion) é o termo que designa a prática de extorsão a partir da ameaça de exposição de supostas fotos ou vídeos sexuais das vítimas na Internet.

Os criminosos intimam divulgar o material a amigos e parentes caso a pessoa não cumpra o favor pedido dentro de um curto período de tempo. Algumas vezes, os golpistas não têm qualquer conteúdo comprometedor da vítima em mãos, mas utilizam mecanismos bastante convincentes para que ela realmente acredite no golpe.

Em julho, foram relatadas ao FBI 13 mil queixas a mais do que no mês anterior sobre casos de sextorsão, mas suspeita-se que esse número é ainda maior, pois muitas vítimas, assustadas com a ameaça, realizam o favor demandado pelo golpista e não buscam auxílio com as autoridades. Apesar de ser uma prática comum, a palavra não é tão popular entre os usuários da rede. A sextorsão pode ser feita por hackers, mas também por ex-parceiros ou parceiras ou uma pessoa qualquer com quem houve a prática de sexting (envio de mensagens e imagens de conteúdo sexual). O pagamento pode ser cobrado em dinheiro, criptomoedas ou até mesmo com favores sexuais ou amorosos, dependendo do caso.

Diferentes formas de agir

Com a popularização dos smartphones, ficou mais fácil a troca de fotos e vídeos pela Internet. Entre os mais jovens, é comum a prática do envio de nudes não apenas a namorados, mas a amigos ou a pessoas conhecidas somente no ambiente virtual. Os arquivos compartilhados durante essas conversas, feitas por meio de mensageiros como WhatsApp ou Messenger, podem parar nas mãos de pessoas mal-intencionadas — que nem sempre é quem recebeu o conteúdo originalmente.

Vale lembrar que, dependendo do aparelho, bandidos podem conseguir acesso a arquivos de celulares roubados. Além disso, caso o usuário salve automaticamente todas as fotos recebidas na nuvem e tenha sua senha roubada, essas imagens também podem ser expostas. Há ainda o risco de porn revenge (pornô de vingança, em português), quando quem não se conforma com o fim de uma relação ameaça compartilhar imagens do ex-parceiro ou parceira em momentos íntimos.

Usuários devem ficar alertas nas redes sociais para as armadilhas espalhadas pelos golpistas nas plataformas. Por exemplo, suspeite de desconhecidos que enviam convites de amizade para você sem nenhuma razão aparente. A partir de uma conversa, eles podem se exibir em uma vídeo-chamada e incentivar a fazer o mesmo. Então, esse vídeo pode capturado e o golpista ameaça compartilhá-lo com amigos e parentes em troca de dinheiro.

Hackers e a sextortion

Alguns dos golpes praticados por cibercriminosos envolvem a chantagem sexual. Os bandidos lucram com a inocência das vítimas, que acreditam que eles possuam arquivos íntimos. Em julho, hackers enviaram mensagens afirmando que tinham o vídeo de pessoas enquanto acessavam a sites de conteúdo adulto, e ameaçavam compartilhá-lo com os seus amigos caso não realizassem o pagamento de US$ 1.400 em 24 horas. A ameaça parecia realista pelo fato de incluir na mensagem uma senha antiga utilizada pelo chantageado. O site especializado em segurança KrebsOnSecurity informou, na época, que o golpe deve ter sido realizado de forma semiautomática. É provável que invasor tenha criado um script que capturava nomes de usuários e senhas de algum arquivo vazado há, aproximadamente, uma década. Assim, todas as pessoas que tiveram senhas comprometidas no vazamento receberam o e-mail.

Em outubro, o pesquisador de segurança conhecido no Twitter como SecGuru descobriu um crime semelhante. Os hackers alegavam ter invadido a conta de e-mail ao supostamente enviarem uma mensagem a partir do correio eletrônico da própria vítima. Na realidade, eles utilizavam um recurso que “maquiava” o endereço real de envio. Assim como no golpe anterior, os bandidos solicitavam pagamento em bitcoins para que não fosse exibido um vídeo da pessoa ao acessar uma página de conteúdo pornográfico.

Como evitar cair no golpe

De acordo com o site Comparitech, o número de extorsões de teor sexual tem aumentado: em julho, foram feitas 13 mil queixas a mais ao FBI do que no mês anterior. Entretanto, acredita-se que muitos dos casos sequer são registrados, uma vez que vítimas assustadas podem efetuar o pagamento e não comunicar às autoridades responsáveis. Para não cair em um esquema de sextorsão, o ideal é evitar o compartilhamento de fotos e vídeos de conteúdos sexuais por meio de e-mail ou mensageiros, principalmente com estranhos ou pessoas pouco conhecidas. Também é recomendável evitar manter esse tipo de conteúdo em seu dispositivo ou salvá-lo na nuvem, uma vez que, em caso de roubo do aparelho ou da senha de usuário do serviço, podem ser acessados por terceiros. Também é importante ter sempre um antivírus instalado e atualizado em seu computador e, preferencialmente, manter a webcam coberta e desligada enquanto não estiver sendo utilizada.

Fui vítima de sextorsão, e agora?

A Agência Nacional de Crime dos Estados Unidos reúne algumas dicas para quem sofrer com esse tipo de golpe. A primeira sugestão é que a pessoa não entre em pânico e contate com as autoridades responsáveis. Se houver em seu estado, procure por uma delegacia de combate e repressão a crimes cibernéticos. A Agência solicita ainda que seja cortado qualquer contato com o criminoso, e pede para tirar print de toda a conversa prévia. O pagamento solicitado também não deve ser feito e é recomendado que o usuário preserve o máximo de evidências possíveis, como endereço do perfil no Facebook, conta do Skype, endereço de e-mail.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

ANS faz campanha para evitar antecipação dos partos durante fim de ano

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI) lançaram, na última semana, a campanha “A hora do bebê: Pelo direito de nascer no tempo certo”, que tem como objetivo incentivar o parto normal e conscientizar as futuras mães e toda a rede de atenção obstétrica sobre os riscos da realização de cesáreas sem indicação clínica.

A campanha foi lançada perto do início do mês de dezembro porque, segundo dados da ANS sobre partos realizados por beneficiárias de plano de saúde, há redução de cesarianas no final de dezembro e aumento no período anterior ao Natal. Os números mostram que há antecipação dos nascimentos que ocorreriam na época das festas de fim de ano.

Agendamento de partos
De acordo com a ANS, em 2017, a média de cesarianas na semana de 24 a 31 de dezembro foi 20% menor do que a média semanal do ano, enquanto a média entre 16 e 23 de dezembro foi 9% maior do que a média anual. Isso indica agendamento dos partos que ocorreriam na semana entre Natal e Ano Novo. Em 2016, houve diminuição de aproximadamente 40% no número de cesáreas realizadas no período de 24 a 31 de dezembro, comparado com a média semanal de cesarianas.

Segundo a ANS, há evidências científicas de que bebês nascidos de cesarianas são internados em UTI neonatal com mais frequência e, quando não há indicação clínica, a cesariana pode aumentar o risco de morte da mãe e as chances de complicações respiratórias para o recém-nascido. Isto porque, se o parto for realizado antes das 39 semanas de gestação, o nascimento pode ocorrer sem a completa maturação pulmonar do bebê, além de o trabalho de parto também completar o ciclo de amadurecimento do bebê.

Parto natural
Além disso, a passagem pelo canal vaginal, na hora do nascimento, coloca o bebê em contato com bactérias naturalmente presentes nessa área do corpo da mulher, fortalecendo seu sistema imunológico. O trabalho de parto completa o ciclo de amadurecimento do bebê: a intensificação gradual das contrações musculares do corpo da mãe favorece a prontidão para o nascimento e o contato com o mundo, uma vez que ritmo cardíaco, fluxo sanguíneo e maturação pulmonar são gradativamente trabalhados no corpo do bebê. Além disso, hormônios naturalmente atuantes durante o trabalho de parto favorecem o vínculo entre mãe e bebê, o aleitamento materno e a recuperação pós-parto.

“Não há evidências que justifiquem o agendamento de uma cesariana, salvo algum risco claro para a saúde da mãe e do bebê. É importante que a gestante tenha o apoio de médicos, enfermeiros e demais profissionais que acompanham o pré-natal, para entender as opções de parto e fazer a escolha de forma consciente”, disse a especialista em regulação de saúde suplementar e coordenadora do Projeto Parto Adequado, Jacqueline Torres.

Cultura de agendamento
Segundo Jaqueline, o Brasil tem uma cultura muito grande de agendamento de cesarianas por motivos não clínicos, permitindo que isso aumente na época de festas de final de ano, justamente por conta da mudança na rotina e por muitos profissionais saírem de férias. Ela reforçou que esse processo e seu agendamento são bastante comuns no Brasil porque o sistema de saúde do país está organizado para produzir cesáreas, e a forma como esse modelo foi desenhado estimula que os profissionais médicos tenham que agendar as operações para conseguir fazer todos os partos.

“Nosso modelo de assistência foi organizado de tal maneira que é muito difícil que a mulher consiga ter um parto normal, porque ela se vincula a um único médico, que é responsável pelo pré-natal e pelo parto, sem que ele tenha um apoio de uma rede de serviços, como outros médicos, enfermeiras obstétricas. E isso impede o acompanhamento de um evento que é tão incerto e não tem hora para acontecer”.

Mudança de modelo
Para Jaqueline, o que pode mudar esse quadro são ações em várias frentes, começando por reorganizar o modelo de cuidado, com multiprofissionais voltados para as práticas humanizadas, passando pelo comprometimento dos hospitais com a mudança desse modelo e priorizando a qualidade do atendimento à paciente. “Precisamos também dar mais informações para as mulheres e permitir que elas opinem mais junto aos serviços de saúde para melhorar a qualidade e a experiência de parto dessas mulheres”.

Segundo ela, uma das maneiras de convencer as futuras mães de que o melhor é não agendar as cesáreas para antes ou depois do período de festas de final do ano, apenas para ter o feriado livre, é esclarecer que, apesar de muitos resultados bons e felizes, acontecem situações que a maioria das pessoas não conhecem.

“Acredito que nenhuma mãe vai querer arriscar ter um filho na UTI neonatal, ou algum problema até mais grave para o bebê, por conta de um feriado. Quando a mulher está bem informada, ela faz escolhas melhores. Mas não adianta estar bem informada, se não encontra um sistema que acolha essa vontade de ter um parto normal”.

De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, dos 169.350 bebês nascidos vivos na rede municipal em 2017, cerca de 17,7 mil eram prematuros, ou seja, nasceram com menos 37 semanas de gestação.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conquista: Cursos FAINOR recebem o selo “Melhores Universidades” do Guia do Estudante

Quatro cursos da FAINOR acabam de receber o selo Melhores Universidades 2018 do Guia do Estudante. Administração, Ciências Contábeis, Direito e Engenharia de Produção serão estrelados e constarão da próxima edição da publicação, entre as melhores escolhas de cursos de graduação no país. A tradicional avaliação da revista da Editora Abril aplica um questionário para obter informações sobre temas como corpo docente, projeto didático-pedagógico, produção científica, atividades de extensão, infraestrutura, inserção do aluno no mercado de trabalho, entre outros.

Com esses e outros dados, mais de 8 mil avaliadores – professores universitários em atividade de todo o país – emitem o parecer que indica os cursos como as melhores escolhas para a graduação. A avaliação positiva dos cursos revela o trabalho contínuo da comunidade acadêmica – professores, funcionários e estudantes – em manter graduações com sólida base teórica, integradas com a prática, comprometidas com a realidade social e contando com o suporte de estruturas eficientes e inovadoras.

Administração

Esta não é a primeira vez que o curso de Administração da FAINOR é estrelado pelo Guia do Estudante. Em outros anos o curso também já havia sido destacado como um dos melhores do Brasil. O administrador formado pelo FAINOR é um instrumento de transformação das organizações na nova economia, consciente do seu papel social e apto a atuar nas diversas áreas da Administração, de maneira sempre empreendedora, criativa e crítica.

Ciências Contábeis

Essa é a sétima vez que o curso de Ciências Contábeis da FAINOR é estrelado pelo Guia do Estudante. Os profissionais graduados em Ciências Contábeis pela FAINOR tem postura gerencial e visão ampla das entidades empresariais. Durante todo o curso, o estudante é incentivado a praticar a pesquisa científica no campo da ciência contábil, a exercitar seus conhecimentos em benefício da comunidade e a pensar em práticas inovadoras para a profissão.

Direito

O Curso de Direito também já está acostumado a estrelar as páginas da publicação. O profissional que se forma pelo curso em um perfil voltado não apenas para as atividades privativas da advocacia, mas também para as diversas profissões jurídicas. O Núcleo de Prática Jurídica, por exemplo, é um recurso a mais que integra a teoria com a prática da profissão, incentivando o raciocínio jurídico do estudante.

Engenharia de Produção

Outro frequente indicado pelo Guia do Estudante como um dos melhores cursos do país, incentiva o pensamento crítico sobre os aspectos sociais, econômicos, políticos e culturais da região, sempre voltado ao respeito ao meio ambiente e aos valores éticos. O profissional vai contar com currículo equilibrado e atualizado, possibilitando o desenvolvimento de habilidades e competências demandadas pelo mercado e pelo cenário científico.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Primeiro dia de vestibular da Uneb tem abstenção de 14,78%

O primeiro dia de provas do vestibular 2019 da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), realizado na manhã de ontem (2) em Salvador e no interior do estado, teve abstenção de 14,78%, ou cerca de 5,7 mil inscritos.

De acordo com a assessoria da Uneb, o número foi menor do que o verificado no primeiro dia dos vestibulares anteriores: na prova de 2018, a abstenção foi de 17,8%, enquanto em 2017.2 o índice chegou a 29,7%.

Ontem, 33,1 mil candidatos fizeram provas de língua portuguesa e literatura brasileira, língua estrangeira e ciências humanas, além da redação. O segundo dia do vestibular acontece hoje (3), com exames de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia), com duração máxima de quatro horas.

Os gabaritos dos dois dias de prova serão divulgados nesta quarta (5) e o resultado final deverá ser publicado a partir do dia 18 de janeiro.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Tragédia no São Francisco: Identificados dois corpos de barco que virou em Xique-Xique

Os corpos dos pescadores Jebson Luiz dos Santos, 29 anos, e Washington Bispo dos Santos, 39, foram resgatados na manhã desta segunda-feira (3), no Rio São Francisco, na cidade de Xique-Xique. As vítimas pescavam com amigos em uma canoa, neste domingo (2), quando o barco virou. O resgate foi realizado por unidades da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe), em continuidade às buscas que iniciaram ontem. Os policiais ainda procuram por mais duas pessoas.

Dois homens, que também estavam na canoa e conseguiram nadar até as margens, contaram à polícia que haviam outros quatro homens no barco. Segundo o Portal Lapa Notícias, e de acordo com o comandante da Cipe/Semiárido, major PM Carlos Maltez, as buscas foram retomadas nas primeiras horas da manhã de hoje e a Marinha já foi acionada. Além da unidade especializada, equipes do 7° Batalhão da Polícia Militar, do Destacamento de Xique-Xique e pescadores ajudam nas buscas.

Acidente

O acidente ocorreu na tarde de domingo (02). Populares informaram à polícia que um barco retornava da ilha Ipueira para às margens da cidade de Xique-Xique, quando a embarcação virou, vindo cair na água os seis ocupantes. Dos seis ocupantes do barco, Givaldo Pereira dos Santos, 46 anos e Raniere Santos de Souza, 22 anos conseguiram sair da água e informar as autoridades, as quais iniciaram as buscas. Segundo o Central Notícia, as pessoas de Washington Bispo dos Santos, 39 anos, Bartolomeu Mariano Bento, 42 anos e Mario Jorge dos Santos Matos, 57, ainda continuam desaparecidos. A polícia informou que a unidade utiliza duas embarcações para auxiliar nas buscas, a fim de localizar possíveis sobreviventes.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia: Após briga em jogo, líder de torcida é localizado e executado dentro de bar. Imagem forte

Um homem de 29 anos, identificado como Lucas Rocha Silva foi morto a tiros no início da noite do último domingo (02), dentro de um bar, próximo de sua residência, na rua João Ribeiro de Morais, no bairro Pedro Jerônimo, no município de Itabuna. De acordo com informações de populares, a vítima foi surpreendida por dois suspeitos que se aproximaram, pediram um cigarro ao dono do bar e um dos homens sacou uma arma e efetuou cerca de 12 disparos, a maioria na região da cabeça de Lucas. A vítima foi alvejado a tiros também nas costas e no braço.

CLIQUE AQUI, imagem forte.

As primeiras informações dão conta que a vítima não tinha envolvimento com a criminalidade. Lucas trabalhava para o vereador Ricardo Xavier. Na tarde do último domingo, uma confusão durante uma partida de futebol interbairros realizado no estádio Luiz Viana Filho, pode ter contribuído para o crime. Lucas fazia parte da comissão técnica de um dos times era líder de torcida e teria tido envolvimento na briga. Segundo o Ubaitaba Urgente, após ação criminosa, os suspeitos fugiram tomando rumo ignorado. A Polícia Militar (PM), preservou a cena do crime até a chegada dos agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT), que realizou o levantamento cadavérico e fez a remoção do corpo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Réveillon deve movimentar quase R$500 milhões na economia de Salvador

Salvador deve receber 460.962 turistas entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro, quando acontece, na orla da Boca do Rio, o Festival Virada 2019. A estimativa foi divulgada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult). A previsão é de acréscimo de 7,2% em comparação ao evento do ano passado, quando a capital baiana recebeu 430 mil visitantes.

Do total de visitantes previstos para este ano, 232.158 chegarão do interior do estado, sobretudo Feira de Santana, enquanto 154.128 virão de outros estados, com destaque para São Paulo, e 74.676 de outros países, a maioria argentinos. Isso representa uma injeção de quase R$500 milhões na economia da cidade, beneficiando desde o ambulante ao empresário, gerando empregos diretos e indiretos.

Em relação à ocupação nos hotéis da cidade, o trade turístico estima um incremento de 11% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foi registrada uma taxa média 82%. Em relação ao dia da virada, o número de leitos ocupados deve chegar a 98%. “São dados positivos que refletem a consolidação do Festival Virada Salvador como o segundo maior produto turístico da cidade, só perdendo para o Carnaval”, declara o titular da Secult, Cláudio Tinoco.

“Temos uma expectativa muito positiva para a festa deste ano, graças a fatores como divulgação antecipada e o número de reservas já asseguradas nos hotéis da cidade. São cinco dias de festa e a garantia é de excelente ocupação, com 80% dos leitos da região entre Itapuã e Pituba já estão reservados”, disse José Manoel Garrido, coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio-BA.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Justiça proíbe o abate de jumentos no Estado

Reprodução: Polícia Civil/ Divulgação

A Justiça Federal concedeu na última sexta-feira (30) a decisão liminar provisória que proíbe o abatimento de jumentos na Bahia.

A liminar foi concedida pela juíza Arali Maciel Duarte, da 1ª Vara Federal, em Salvador, em resposta a ação civil pública movida pela União Defensora dos Animais – Bicho Feliz, da Rede de Mobilização pela Causa Animal, do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, da SOS Animais de Rua e da Frente Nacional de Defesa dos Jumentos contra a União e o Estado da Bahia.

Só em setembro deste ano foram registradas mortes de 300 animais em Itapetinga. Na mesma cidade foram encontrados ainda 750 jumentos confinados ilegalmente e em condições precárias sem comida e bebida.

No final de outubro em Itororó, nove animais foram mortos e deixados em uma estrada.

De acordo com a decisão publicada neste sábado (1º) no Diário Eletrônico da Justiça, os abates devem ser paralisados em 10 dias, a contar da notificação, que deve ocorrer na segunda-feira (3).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Tabela do Brasileirão: veja como ficou a classificação final do campeonato em 2018

Na 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro, finalizada neste domingo (2/12), os cariocas Vasco e Fluminense conseguiram se livrar do rebaixamento à Segunda Divisão.

O Cruzmaltino segurou um empate sem gols fora de casa, contra o Ceará, e o Tricolor das Laranjeiras, após várias rodadas, voltou a vencer: aplicou 1 a 0 no América-MG, no estádio do Maracanã.

Com esses resultados, América e Sport complementaram os quatro times rebaixados neste ano, fazendo companhia ao Vitória e Paraná. O Leão pernambucano até fez sua parte, nesta rodada, ao ganhar do Santos pelo placar de 2 a 1. Porém, o triunfo não foi suficiente para livrá-lo da degola.

A dupla BAVI entrou em campo, apenas, para cumprir tabela. Os times, em situações bem diferentes, já não aspiravam mais nada no último jogo do ano. O Tricolor de Aço terminou a competição empatando em 0 a 0, no estádio de Pituaçu, contra o Cruzeiro. O Bahia somou 48 pontos e está garantido na Copa Sul-Americana de 2019.

Já a equipe do Barradão voltou a perder. Dessa vez, encarou o Palmeiras no Jogo das Faixas para o alviverde. A partida terminou em 3 a 2 para a equipe paulista, que em seguida fez a festa de comemoração pela conquista do decacampeonato brasileiro, garantido na rodada anterior.

Veja como ficou a classificação geral deste Brasileirão:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Residência em medicina da família tem 70% das vagas ociosas

Aposta do Mais Médicos para atrair profissionais para as unidades de saúde, programas de residência em medicina da família e comunidade têm atualmente quase 70% das vagas ociosas. A informação é da Folha.

Conforme a Folha, nos últimos cinco anos, o número de vagas para a especialidade cuja principal função é prestar cuidados de saúde e prevenir doenças de uma comunidade cresceu mais de 260% —de 991 para 3.587. Apesar da ampliação, dados do Ministério da Educação obtidos pela Folha mostram que a adesão a esse modelo ainda é baixa. Neste ano, de 3.587 vagas autorizadas para ingresso na residência em medicina da família, só 1.183 foram preenchidas —33%.

Para especialistas, o problema ocorre devido à baixa remuneração desses profissionais e à pouca atratividade da carreira na atenção básica. Diante da falta de equipes nessa área, o Mais Médicos fez parceria para ter profissionais cubanos nos últimos anos. No mês passado, Cuba anunciou a saída do programa, por divergir das condições impostas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), como revalidação do diploma e mudanças na remuneração —Havana só repassa cerca de um quarto aos profissionais.

Diogo Sampaio, que representa a AMB (Associação Médica Brasileira) na Comissão Nacional de Residência Médica, ressalta que “não é preciso ser médico de família para poder atender na unidade de saúde”. “Por isso há uma ociosidade muito alta”, afirma. Em alguns casos, a baixa adesão, somada à falta de preceptores, nome dado aos médicos designados para orientar os residentes, já faz com que parte das vagas disponíveis nem sejam ofertadas. Inicialmente, o objetivo do Mais Médicos era ampliar as vagas nesta especialidade como estratégia para aumentar equipes dispostas a atuar nas unidades básicas de saúde. Hoje, o país tem 6.000 especialistas em medicina da família e comunidade, menos de 2% do total de médicos.

Para facilitar a adesão, a lei que criou o programa chegou a prever que a residência em medicina da família se tornasse pré-requisito para a formação na maioria das outras especialidades em 2019. A condição para que a medida entrasse em vigor, porém, era que o número de vagas em um grupo de dez residências específicas fosse equivalente ao de egressos de cursos de medicina, o que não ocorreu.

Em 2017, o país teve cerca de 17 mil egressos de medicina. Para comparação, o número de vagas dessas residências soma atualmente 4.034. Com isso, membros do Ministério da Educação ouvidos pela Folha já ressaltam que a medida não será cumprida. Dois fatores colaboram para isso. Um deles é o impasse em atingir a meta prevista no Mais Médicos, considerada pouco factível no governo. Outro seria o risco de um “apagão” no atendimento de algumas especialidades. “Hoje, muitos hospitais dependem do residente para funcionar. Se fizesse essa transição de forma brusca, seria inviável”, afirma Daniel Knupp, presidente da SBMFC (Sociedade Brasileira de Medicina de Família).

Para a SBMFC, a crise no Mais Médicos gerada pela saída de cubanos pode ser uma oportunidade para uma reformulação nas regras de oferta desse tipo de residência. A entidade sugere que o incentivo dado aos cubanos seja repassado para vagas de residência em medicina da família. Com isso, em vez dos R$ 3.300 de bolsa da residência, os profissionais receberiam R$ 11,8 mil, valor pago a profissionais do Mais Médicos.

Outro impasse é o acesso restrito à formação médica a alunos de perfil mais alto de renda. Dados da pesquisa Demografia Médica mostram que 77% dos estudantes se declaram brancos e que 79% vêm de escolas particulares.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia