Foram identificadas as três pessoas da Bahia foram presas no aeroporto de Bangkok, na Tailândia, com malas levando cerca de 15kg de cocaína, no último dia 13. São duas irmãs, Samara Taxma Chalegre Muritiba e Daiana Chalegre Muritiba, e um terceiro envolvido, identificado como Laécio José Paim das Virgens Filho.

A mãe das suspeitas, que vive em Feira, disse à TV Subaé que as filhas foram enganadas por um rapaz, sem esclarecer se falava de Laércio. A mãe diz que por orientação do advogado não pode passar mais detalhes sobre a viagem das filhas. Ela ainda não conseguiu contato com as duas. Samara mantinha uma clínica de micropigmentação de sobrancelha em Stella Maris, Salvador.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Com Informações do Vitória da Conquista Notícias

A droga, em total de 15,7 kg, estava espalhada em cinco malas levada pelo trio. A pena de tráfico de drogas na Tailândia pode chegar até a pena de morte, dependendo do tipo de entorpecente e quantidade apreendida. No caso dos três, a pena pode chegar a 15 anos de prisão. O Itamaraty informou que acompanha o caso por meio da Embaixada de Bangkok, prestando assistência aos brasileiros seguindo a lei local e os tratados internacionais vigentes. Não é possível passar mais informações sobre o caso, diz o órgão. // Correio24h.

Um das irmãs presas com drogas no aeroporto de Bangkok, na Tailândia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

 Laécio José Paim das Virgens Filho foi preso com drogas no aeroporto de Bangkok, na Tailândia — Foto: Reprodução/Redes Sociais