Os corpos de quatro suspeitos de envolvimento nas mortes de dois PMs em Vitória da Conquist, foram enterrados nesta sexta-feira (6). Segundo informações do Instituto Cigano do Brasil (ICB), a mãe deles e as esposas acompanharam o velório e o enterro através de uma videochamada.

De acordo com o presidente do ICB, Rogério Ribeiro, os corpos dos três homens e um adolescente, que são irmãos, ainda não tinham sido enterrados, porque a família ainda não havia feito o reconhecimento no Instituto Médico Legal (IML). O pai deles está preso e a mãe em um projeto de proteção do ICB.

Rogério Ribeiro informou que os quatro membros da mesma família foram enterrados no Cemitério Municipal de Vitória da Conquista, o mesmo em que outros quatro irmãos foram sepultados.

O enterro foi feito após a mãe deles assinarem um documento que autorizava a funerária realizar o procedimento sem a presença da família. As questões burocráticas para que isso acontecesse foram realizadas pelo Instituto Cigano do Brasil e pela Defensoria Pública de Vitória da Conquista.

O presidente do ICB explicou que a mãe dos jovens, que está alojada em uma pousada, com as noras e sete crianças, em outro estado. Por questão de segurança e medo, ela optou por não viajar para Vitória da Conquista. A decisão foi apoiada pelo órgão.

Na quarta-feira (4), o Instituto Cigano do Brasil divulgou um áudio em que a mãe dos homens pede a um dos filhos que se entregue, para responder pelo crime. O filho que a mãe cita no áudio está vivo e é procurado pela polícia. Além dele, a polícia procura um outro irmão dele.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Siga nosso Instagram

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Fonte: G1 Bahia