Plataforma possibilitou aos alunos acesso a uma série de atividades pedagógicas

Em razão da pandemia do coronavírus, o ano de 2020 foi atípico e desafiador para todas as áreas, a exemplo da Educação. Como medida de prevenção, as aulas presenciais foram suspensas em todo o país. Em Vitória da Conquista, a suspensão ocorre desde o dia 18 de março de 2020, com base nos sucessivos decretos municipais publicados acerca das medidas de restrição para o combate ao coronavírus.
Mas, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) se adequou ao cenário de distanciamento social e trabalhou intensamente e de forma ininterrupta para que os direitos educacionais dos mais de 45 mil alunos da Rede Municipal fossem assegurados.
De forma ágil, a Smed lançou em abril, numa parceria com o Núcleo de Tecnologia de Informação (NTI) da Prefeitura, uma plataforma de estudo remoto, possibilitando aos estudantes terem acesso a uma série de atividades pedagógicas. Assim, mais de 70% dos estudantes da Rede Municipal utilizaram a plataforma virtual. Para os alunos sem acesso à internet, a Prefeitura se preocupou em entregar as atividades impressas na própria unidade escolar.
Cumprindo a Lei Federal nº 13.987/2020, a Smed vem distribuindo, por meio de kits, gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) aos pais ou responsáveis dos estudantes. Já foram distribuídas, até o momento, quatro remessas, beneficiando as 161 unidades escolares, somando as áreas urbana e rural. A cada remessa, foram entregues mais de 38 mil kits. E essa entrega vai ser cumprida até o retorno das aulas presenciais, enquanto a vigência do decreto federal.

Kits são entregues aos pais ou responsáveis dos estudantes

Formação constante – Garantindo a continuidade das atividades, a Smed manteve a agenda de formações para os servidores. As equipes administrativas das unidades escolares (formadas por gestores, secretários e auxiliares), por exemplo, participaram de 12 formações online sobre temas de seu dia a dia, como escrituração e Censo Escolar.
Os professores também atualizaram seus conhecimentos em diferentes áreas por meio de cerca de 40 formações disponibilizadas, exclusivamente, no ambiente virtual.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

 

 

Professores em uma das formações oferecidas pelo Município

Avanço comprovado – Mas, 2020 foi marcado também por conquistas. A principal delas foi o avanço no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, que avalia a qualidade do ensino fundamental. Conquista atingiu as metas projetadas tanto para os Anos Iniciais quanto para os Finais, demonstrando a eficácia no modelo educacional adotado.
Em 2019, a meta projetada pelo MEC para os Anos Iniciais era de 5,2 e a Rede Municipal de Educação alcançou 5,6 (a nota inclusive está acima da projetada para 2021). Já para os Anos Finais, a meta era 4,4 e o município alcançou 4,6 (nota projetada para 2021).
“O planejamento do primeiro governo do prefeito Herzem Gusmão deu um resultado fenomenal. Conseguimos alcançar o melhor índice no Ideb no histórico educacional da nossa cidade. Fizemos o planejamento, a parceria com Educar pra Valer (de Sobral) e conseguimos obter resultados satisfatórios em nossos propósitos. Hoje, nós temos o Educar é Conquista, com muito êxito e muita clareza”, destacou o secretário municipal de Educação, Esmeraldino Correia.
Por terem alcançado a meta projetada para o Ideb 2019, 954 servidores de 70 escolas municipais receberam o 14º salário. Também foram contemplados servidores de três escolas, que obtiveram pontuação próxima da meta. Esta foi a segunda vez que o 14º foi pago.

Lançamento do Planetário em 21 de setembro de 2020

Inovações – Em 2020, a Prefeitura Municipal, por meio da Smed, ainda entregou o Planetário Professor Everardo Públio de Castro e a Escola Municipal Professora Celina de Assis Cordeiroreativou a Sala de Leitura da Escola Municipal Rui Barbosa (em Cercadinho), lançou o Selo Escola Transparente, cooperou direta e penhoradamente para o alcance do Selo Unicef no Município com as ações que eram pertinentes à Educação e reforçou a frota do transporte escolar rural, com a chegada de novos ônibus.
Somadas as essas ações, duas novidades: a pré-matrícula online para estudantes na faixa etária de 2 e 3 anos e a tradução em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) do novenário da Padroeira da cidade. Durante todo o período de restrição social em decorrência da pandemia do coronavírus a Central de Interpretação de Libras (CIL) atuou de forma aguerrida para que todos os cidadãos, usuários do serviço, fossem atendidos em suas necessidades.