O ex-prefeito Padre Aguinaldo do (PDT), da cidade de Firmino Alves segue com a eleição ameaçada após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) negar mais um provimento de recurso, na tarde desta quinta-feira (10).

Em sessão online, a Corte Eleitoral rejeitou por unanimidade um embargado de declaração movido por Isaac Barreto, candidato a vice prefeito na chapa do padre Aguinaldo. A decisão foi lida pelo desembargador Henrique Trindade.

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Com a decisão, o processo segue para o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em Brasilia onde será dada uma decisão final sobre a inelegibilidade.

Até a presente data, não houve nenhuma liminar deferida a favor do padre, que possui dois processos autônomos na Comarca de Itororó com esse pedido.

Segundo informações colhidas pelo Blog do Edyy, caso o recurso não seja julgado ainda esse ano o padre permanece inelegível. Com isso, a partir do dia 1º de janeiro de 2021,o próximo presidente da Câmara de Vereadores de Firmino Alves será o prefeito interino da cidade.

Nesta quarta-feira (09), os munícipes nomearam a advogada Maria Fernanda Góes para representá-los nas ações as quais o padre Aguinaldo pede as liminares, através do instituto da intervenção de terceiros os cidadãos podem ser auxiliar no processo.