Pensando na proteção das pessoas em situação de rua contra a pandemia do Coronavírus (Covid-19), as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e de Saúde ampliaram o atendimento para essa população enquanto durar o decreto de isolamento social, seguindo as orientações da nota-técnica conjunta. Durante esse período, a equipe de Abordagem Social e do Consultório na Rua está ofertando às pessoas a possibilidade de se recolherem em abrigo provisório durante o período da pandemia.

O acolhimento iniciou nesta quinta-feira (26) com 18 pessoas, que contam no local com acesso a banho, material de higiene pessoal, refeições, local para dormir e atividades com os educadores sociais. “Esta ação, articulada com a Secretaria de Saúde, está colocando à disposição desta população uma estrutura que possibilita um atendimento digno, que ao mesmo tempo atenda as especificações do Ministério da Saúde. O objetivo da Gestão Municipal é ofertar proteção a esse público, que requer uma atenção especial através de novas estratégias que permitam, sobretudo, a preservação da vida”, esclareceu o secretário interino de Desenvolvimento Social Michael Farias.

Além da unidade de acolhimento provisório, pessoas do grupo de risco do Covid-19 (diabéticos, cardíacos, entre outros) estão sendo encaminhadas para uma unidade da rede credenciada da Assistência Social. Ainda dentro do plano emergencial, a Prefeitura ampliou o atendimento das equipes de Consultório na Rua e Equipe de Abordagem Social, que antes acontecia de segunda a sexta-feira e agora passa a atender de domingo a domingo, a fim de evitar que pessoas permaneçam desprotegidas nas ruas da cidade.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

A ampliação destes serviços foi aprovada pelo representante do Movimento População de Rua, Clodoaldo da Conceição Moreira, “Nós pedimos à Secretaria o acolhimento, o alimento, os materiais de higiene e o suporte de técnicos dentro da casa. Para que eles [moradores em situação de rua] fiquem aqui e não saiam enquanto houver a necessidade do isolamento. Eu estou explicando para eles que tudo isso aqui é temporário, pois esse momento é passageiro. Agradeço muito à Secretaria pela articulação e oferta deste espaço, de poder estar participando desta inciativa”, ressaltou Clodoaldo, que visitou o espaço e está ajudando a Equipe de Abordagem a conversar com as pessoas nesta situação em Conquista. Os demais serviços, Centro Pop Adulto e Centro Pop Criança e Adolescente continuam funcionando de segunda a sexta-feira das 8h às 17h, ofertando café da manhã e lanche da tarde, banho, guarda de objetos pessoais e atendimento com equipe multiprofissional (educador social, técnicos de nível superior, entre outros). // Secom-PMVC.