Uma mulher de 33 anos foi morta pelo ex-companheiro com disparos de arma de fogo, em Piracicaba, (SP) na manhã desta segunda-feira (9). Em seguida, o homem tirou a própria vida, segundo a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). O crime aconteceu pouco depois das 8h, dentro de uma loja de pneus, e os dois morreram no local. A vítima foi identificada como Adriele Francine Dezzotti, de 33 anos, e o ex-companheiro era o gerente Marcos Alves, de 49 anos.

Segundo a delegada responsável pela investigação, Olívia dos Santos Fonseca, os dois viveram uma união estável de sete anos. O caso está sendo registrado como feminicídio e suicídio. A EPTV, afiliada da TV Globo, apurou que Adriele levou o carro para um conserto em uma loja de pneus na Avenida Dois Córregos. Em seguida, Alves, que tinha seguido ela, chegou ao local dizendo que queria conversar com a vítima, que disse que só falaria com ele dentro da loja.

Clique aqui para receber notícias do WhatsApp !

WhatsApp oficial 77 98838-2781 

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

Neste momento, o gerente tirou a arma e disparou três tiros contra ela. Em seguida, ele atirou contra si mesmo no peito. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou que foi acionado por volta de 8h40 e constatou as duas mortes no local. A Guarda Civil Municipal (GCM) de Piracicaba também foi acionada para atender o caso e isolou o local para a perícia. Segundo informações da GCM, ela foi atingida na cabeça e no braço. Os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Piracicaba. Ainda não há informações de quanto tempo os dois estavam separados, mas de acordo com a Polícia Civil, Adriele já tinha uma medida protetiva contra Alves desde outubro.