Em um coquetel oferecido à clientes, parceiros e imprensa, a Diamantina Toyota apresentou nesta quinta-feira (12), em Vitória da Conquista, o All New Corolla 2020. Como principais novidades, o sedã estreia a inédita configuração híbrida flex e sistemas de segurança ativa, também pela primeira vez no segmento. Nessa configuração, o carro funciona com gasolina ou etanol, junto a dois motores elétricos.

A nova “cara” do sedã foi apresentada em novembro passado, no Salão de Guangzhou, na China, com visuais diferentes para Europa e Estados Unidos. Antes disso, ha pouco mais de 1 ano, a 12ª geração do Corolla já tinha sido vista na versão hatch, no Salão de Paris. O modelo híbrido flex vem na versão topo de linha, Altis, e sai pelo mesmo valor do modelo com motor a combustão 2.0. Veja todos os preços da linha 2020 do Corolla: GLi 2.0 – R$ 99.990; XEi 2.0 – R$ 110.990; Altis 2.0 – R$ 124.990 e Altis híbrido – R$ 124.990. Até então, os híbridos à venda no Brasil usavam somente gasolina, caso do Prius, que também é da montadora japonesa.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Além disso, seguindo os passos dele e do RAV4, o Corolla adota a arquitetura TNGA da marca, que promete veículos mais seguros e agradáveis, com cinco pilares: conforto ao dirigir, habitabilidade, praticidade de uso, compromisso com o meio ambiente e segurança. A direção da Diamantina Toyota revelou no evento que estará disponibilizando sessões de teste-drive a partir da próxima semana, aos interessados em conhecer as novas tecnologias do Corolla.

Motor

A motorização híbrida só está disponível na configuração Altis, a topo de linha. São dois motores elétricos de 72 cavalos de potência e 16,6 kgfm de torque totais e um a combustão, 1.8 flex de ciclo Atkinson com 101 cavalos com etanol e 98 cavalos com gasolina, e 14,5 kgfm de torque independentemente do combustível utilizado. A garantia do conjunto híbrido é de 8 anos, embora a do carro seja de 5 anos. A potência combinada é de 123 cavalos com etanol ou gasolina.

Os motores elétricos são recarregados pelo motor a combustão e pela recuperação de energia, que transforma a energia cinética gerada pelas desacelerações e pelos freios regenerativos em elétrica. Não há a possibilidade de recarga em tomadas. De acordo com a Toyota, com gasolina, o Corolla híbrido roda 14,5 km/l na estrada e 16,3 km/l na cidade. Com etanol, os números caem para 9,9 km/l na estrada e 10,9 km/l na cidade. Vale lembrar que, no caso dos híbridos, o consumo urbano é sempre o melhor pelo uso mais frequente do motor elétrico. Em estradas o motor a combustão é mais exigido. Confira mais imagens do lançamento do All New Corolla 2020: Fonte: Vitória da Conquista Notícais