A Polícia Civil de Planaltina de Goiás está investigando um caso de maus-tratos que pode ter causado a morte de uma menina e deixado com vários ferimentos três irmãos dela. Todas são crianças e de acordo com o relatório da Polícia Militar, apresentado à delegacia, a tia delas, de 17 anos, e um namorado, de 19 anos, são suspeitos das agressões. A jovem foi detida e o homem foi preso nesta quarta-feira (29). Segundo a Polícia Civil, os dois prestam depoimento na delegacia da cidade, que fina no Entorno do Distrito Federal.

CLIQUE AQUI, imagem forte.

O G1 ainda não conseguiu informações sobre o que foi dito pelos suspeitos e nem se eles apresentaram defesa. Também aguarda um posicionamento da Polícia Civil para saber onde estão os pais das crianças e porque elas viviam com a tia. O registro da PM, divulgado pela Polícia Civil, informa que os militares se deslocaram para a Vila Mutirão, onde a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) havia sido acionada para atender um chamado de que uma criança estava tendo um ataque convulsivo. Consta ainda no relato da PM que, chegando ao local, a equipe do Samu se deparou com uma criança já em óbito e com várias marcas pelo corpo, o que aparentava que a menina havia sido espancada.

Ainda segundo a Polícia Militar, durante o percurso até o bairro onde ocorreu o caso, houve uma denúncia, via 190, informando que os tios da criança bateram nela na noite de terça-feira (29) e na manhã desta quarta. “Ao chegarmos no local de imediato fizemos a detenção dos supostos autores do fato que ao serem indagados nos relataram que realmente ambos haviam batido na criança na noite anterior, no local haviam mais três crianças que moravam com os tios (autores), sendo que as mesmas estavam com várias lesões e hematomas pelo corpo”, disse um do policias na ocorrência. Os policiais informaram ainda que o Conselho Tutelar esteve no local e fez o acompanhamento das crianças até o hospital, onde ficaram sob cuidados médicos no Hospital Santa Rita. A Polícia comunicou também que os supostos autores do homicídio foram levados para a delegacia. O G1 entrou em contato com o telefone fixo do Conselho Tutelar de Planaltina por volta das 17h30 desta quarta-feira, mas as ligações não foram atendidas.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook