Foi preso um dos envolvidos na morte brutal de Lelzenilton de Jesus, desaparecido deste terça-feira (14) e encontrado morto nesta quinta, em Poções. Moradores da zona rural acionaram a Polícia Militar, indicando o local onde estaria a vítima. O rapaz foi encontrado escondido em um monte de lixo e entulho. A vizinhança estranhou e, com a chegada da PM, o corpo foi oficialmente localizado. Assista:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Informações apuradas no local pelo repórter Adriano Cruz, do Poções 24Hs, atestam que Lelzenilton, antes de morrer, sofreu tortura e teve seu corpo brutalizado pelos criminosos. Testemunhas disseram que, enquanto o rapaz estava desaparecido, um dos suspeitos disse que o tinha matado. O motivo seria a disputa pelo amor de uma jovem.

A vítima foi encontrada mutilada, com os órgãos genitais arrancados, além do couro cabeludo ter sido arrancado. Havia nele também diversas perfurações de arma branca. Em incursões pela região, polícia conseguiu prender um dos suspeitos, enquanto o outro participante da atrocidade permanecia escondido na mata, até o fechamento da matéria. A caça pelo segundo suspeito prossegue na manhã desta sexta (17). O crime chocou a população de Poções.