A delegada Dercimária Cardoso Gonçalves, da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam) de Vitória da Conquista, continua ouvindo mulheres que acusam o médico ginecologista Orcione Ferreira Guimarães Junior, 40 anos, de assediá-las sexualmente durante consultas e exames. Na manhã desta quarta-feira (15), três denunciantes foram ouvidas e mais três devem prestar depoimento esta tarde. A denúncias começaram a surgir na sexta-feira (10), por meio de um perfil no Instagram (@diganaovca), que já alcançou mais de 6.750 seguidores.

O número de mulheres que denunciam o médico tem aumentado e passa das 24 que procuraram a OAB na segunda-feira (13) pedindo apoio jurídico. Segundo a advogada Andressa Gusmão, que defende algumas das mulheres que se dizem vítimas do médico, pelo mais uma quer prestar depoimento à polícia contra o médico. Segundo a advogada, a delegada Dercimária Cardoso Gonçalves,  deverá agendar mais três novos depoimentos para a tarde desta quarta-feira. “Uma mulher entrou em contato e disse que quer registrar o quanto antes porque está muito apreensiva, muito nervosa com toda situação”, narrou Andressa Gusmão.

Já o médico Orcione Júnior vai falar com a imprensa na sexta-feira, às 9h00, segundo o advogado dele, Paulo de Tarso Magalhães David. O caso já ganhou repercussão nacional, com matérias em jornais, rádios, TVs e sites, a exemplo do blog do jornalista Fausto Macedo, do Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/). Nas redes sociais são centenas de comentários, incluindo mulheres que defendem o médico, que tem uma carreira muito sólida em Vitória da Conquista. Com informações do Blog do Georlando Lima

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook