WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Maio 2019
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


:: 2/maio/2019 . 13:59

Trágico: Eletricista morre ao sofrer descarga elétrica durante manutenção na Bahia

Um acidente de trabalho vitimou fatalmente a pessoa de Salviano Cardoso dos Santos, 59 anos, natural de Barreiras/BA, enquanto trabalhava em uma instalação elétrica num padrão de energia residencial na Rua F no bairro Barreiras Sul. O acidente aconteceu pouco antes do meio dia desta quarta-feira (01).

Familiares acionaram o SAMU que por mais de uma hora tentou reanimar a vítima que infelizmente não resistiu vindo a óbito. Moradores e parentes elogiaram a persistência dos socorristas. Uma guarnição da 83 CIPM esteve no local dando o suporte. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica também compareceu realizando a perícia no corpo e local.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Sobe para dois número de mortos durante protestos na Venezuela

Uma mulher identificada como Jurubith Rausseo García morreu ontem (1º) durante os protestos na Venezuela.

Assim sobe para dois o número de mortos na nova onda de manifestações contra o governo de Nicolás Maduro, de acordo com a ONG Observatório Venezuelano de Conflito Social (OVCS).

“Condenamos o assassinato da jovem Jurubith Rausseo García (27) por impacto de uma bala na cabeça durante uma manifestação em Altamira (Caracas)”, afirmou, em comunicado, publicado na conta da ONG no Twitter.

Em balanço deste ano, segundo a OVCS, já são “55 o número de manifestantes assassinados” em ações contra o governo de Maduro.

Na terça-feira (30), Samuel Enrique Méndez, de 24 anos, havia morrido durante os protestos que ocorreram no estado de Aragua, depois da tentativa do chefe do Parlamento, Juan Guaidó, de liderar um levante militar.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

BAHIA: Polícia busca por assaltante que fugiu da Delegacia de Polícia de Rio do Antônio

O detento Zilton Roberto de Souza Teixeira Barros Bastos, 29 anos, fugiu após serrar grade da carceragem da delegacia de polícia de Rio do Antônio, nesta terça-feira (30).

Ele havia sido preso em uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar, no último dia 08/04 no Distrito de Ibitira, suspeito de cometer diversos crimes como: ameaça, lesão corporal e roubo qualificado. Segundo a polícia, pelo menos cinco pessoas foram vítimas do suspeito que teria subtraindo um total de R$2.000,00 em dinheiro.

Em um dos seus crimes, o referido chegou a fugir da polícia levado como refém uma pessoa portadora de necessidades especiais, que foi libertada horas após, na cidade de Caetité. // Sudoeste Bahia

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Luto: Confirmação da morte de Leandra Dias provoca profunda tristeza e consternação

Com imensa tristeza comunicamos o falecimento da jovem Leandra Dias, natural de Itapetinga, no sudoeste baiano. O triste fato ocorreu nesta quarta-feira (1º) de maio, na cidade de Valinhos, interior do Estado de São Paulo. Leandra foi vítima de um aneurisma cerebral, com o qual ela não conseguiu sobreviver. Ex-moradora do bairro Nova Itapetinga, Leandra era querida por muitas pessoas.

A notícia da sua morte provocou profunda consternação. Não existem detalhes sobre os locais de velório ou sepultamento, nem mesmo se o corpo será trasladado para Itapetinga. Aos familiares enlutados, prestamos nossos sentimentos. Com informações de Tiago Bottino, do Itapetinga Agora.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Luto em Conquista: Familiares lamentam a morte de Paulo Henrique Ribeiro Santos em acidente trágico

Identificadas Um motoboy que morreu no acidente de trânsito, na noite desta quarta-feira (01), teve a sua motocicleta violentamente atingida por um carro de passeio no cruzamento entre a Rua Dez de Novembro e Avenida São Geraldo, na divisa entre os bairros Alto Maron e Recreio, na Zona Leste de Vitória da Conquista. Trata-se Paulo Henrique Ribeiro Santos de 32 anos.

O acidente aconteceu por volta das 21h20min desta quarta-feira (1). Com o impacto o piloto da moto foi lançado a quase dez metros do local da batida. O carro tombou. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realizou os procedimentos, mas o jovem que fazia entrega de alimentos faleceu no local.

Ocupantes do carro tentaram fugir, mas foram agarrados por populares e posteriormente entregues a agentes da 77ª Companhia Independente de Polícia Miliar. Todos encontram-se no Plantão Central da Polícia Civil no Distrito Integrado de Segurança Pública.

Que Deus, na sua infinita bondade, possa amparar a família e amigos de Paulo Henrique e os conforte nesse momento de grande dor.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Delegado agonizou 20 minutos até ser socorrido, diz policial

Resultado de imagem para o delegado José Carlos Mastique

Antes de ser socorrido para o Hospital Base de Itabuna, o delegado José Carlos Mastique agonizou durante vinte minutos no chão. Essa é a versão contada em depoimento pelo investigador da Polícia Civil José Jorge Figueiredo dos Santos, que estava com o delegado quando ele foi morto por policiais militares no último domingo (28), em Itabuna. Os PMs foram identificados como soldado Sérgio Rocha Moreira e cabo Cleomario de Jesus Figueiredo, ambos lotados no 15º Batalhão de Polícia Militar (15º BPM/Itabuna), e foram presos nessa terça-feira (30). José Jorge, que é lotado na 13ª Delegacia (Cajazeiras), foi convocado para vir a Itabuna pelo delegado Mastique, também de Cajazeiras, porque ele estava operado e não poderia dirigir até a cidade.
O jornal Correio teve acesso a informações do Termo de Depoimento de Testemunha de José Jorge, registrado na 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (6ª Coorpin/Itabuna), que investiga o caso. No documento, o policial conta que ele e o delegado morto foram a um posto de gasolina para comprar cigarros. José Jorge deu a mesma versão do Sindicato dos Policiais Civis (Sindipoc) de que uma mulher estava sendo agredida por um homem que, depois, eles descobriram ser policial militar. O investigador afirmou que ele e Mastique tentaram intervir na briga e chamaram uma viatura da PM que, ao chegar no local, apoiou os policiais militares. “Chegou uma viatura com dois policiais e doutor Mastique, ao perceber a chegada da viatura, se identificou como delegado, mostrando a carteira funcional em uma das mãos. Eu acredito que, ao identificar que a outra parte se tratava de um policial militar, os policiais que ali chegaram passaram a ter uma postura diferente, mandando que tanto eu quanto o doutor Mastique deitássemos ao chão, mas nós recusamos”, contou José Jorge durante o depoimento. Ainda segundo o policial civil de Cajazeiras, Mastique dizia diversas vezes que era delegado e, mesmo assim, um dos policiais militares retirou da cintura uma das armas e disparou contra ele, que foi atingido do lado esquerdo do peito. “Fui até onde ele estava e vi que ele estava ferido. Olhei a pulsação e solicitei que dessem socorro a ele e lhes disse: ‘Olha a merda que vocês fizeram, atiraram em um delegado’ e eles mandaram que eu me deitasse ao chão. Eu, sem alternativa, me deitei”, afirmou o investigador. Após o tiro, ainda segundo o depoimento, o delegado ficou no chão, sem socorro. Durante esse tempo, os policiais mandaram José Carlos entregar a arma. “Eu não entreguei a arma para eles porque tive medo que eles atirassem em mim também. Eu solicitava que eles dessem socorro ao delegado e eles me deram voz de prisão. Eles não trouxeram para a delegacia nenhuma pessoa que estava no local e que presenciaram tudo”, relatou. O socorro só foi prestado quando um tenente da PM chegou ao local do crime. Ele colocou o corpo do delegado na parte de trás da viatura e levou ao hospital, onde foi constatada a morte. Já a versão do 15º BPM diz que, antes do crime, o delegado estava com o carro estacionado no Posto Jequitibá. Um morador que passou pelo local, por volta das 4h, estranhou o carro parado e viu que havia um homem armado no veículo. A testemunha teria entrado em contato com a PM informando que suspeitava de que ocorreria um assalto no posto. A PM informou que esteve no local, notou que o suspeito estava “alterado” e que sacou a arma, sem se identificar como delegado. Foi quando ele teria levado o tiro no peito. O caso é investigado pela 6ª Coorpin, com apoio da Corregedoria-geral da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). O corpo de José Carlos foi enterrado nesta segunda-feira (29). O enterro ocorreu no Cemitério do Campo Santo, no bairro do Pontalzinho, na própria cidade itabunense. O delegado, que estava há 15 anos na Polícia Civil, era casado e deixa um filho. Assista:

:: LEIA MAIS »

Veja as principais manchetes dos jornais desta quinta-feira (02)

A Tarde
Estelionatários usam o novo ‘golpe do rezador’ para lesar idosos

:: LEIA MAIS »

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia