WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: 21/fev/2019 . 21:48

Chapada: Polícia Civil detalha morte de suspeito do assassinato do delegado Marco Torres

A polícia detalhou a ação que resultou na morte do sequestrador e suspeito do homicídio do delegado Marcos Antônio Torres, em abril de 2018, Amauri Francisco de Sousa, o ‘Babá’, ‘Oito de Paus’ do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública, que foi localizado durante uma operação conjunta, realizada na madrugada desta quinta-feira (21), no município de Utinga, região da Chapada Diamantina e não em Seabra como noticiado pelo Informe Barra.

Babá estava com comparsa identificado como ‘Van do Cocau’, em uma região de mata, na zona rural da cidade. Ele mantinha acampamento e cultivava uma roça de aproximadamente 12 mil pés de maconha. O local funcionava como esconderijo de luxo com chuveiro elétrico, wifi e uma geladeira bem abastecida para manter a dupla. Além de sequestro, Babá tinha outros seis mandados de prisão em aberto por associação criminosa, homicídio qualificado, tráfico de drogas, extorsão mediante sequestro, roubo e porte ilegal de arma. Era investigado, ainda, por um triplo homicídio ocorrido na cidade de Souto Soares.

Babá e Van do Cocau atiraram contra os policiais e foram feridos. Com os dois foram encontrados uma espingarda e uma escopeta, ambas de calibre 12, um revólver calibre 38, uma pistola calibre 9 milímetros, de uso restrito, e munição de diversos calibres. Socorridos ao Hospital Municipal de Utinga, eles não resistiram aos ferimentos. Van do Cocau também tinha mandado de prisão preventiva. Integraram a operação unidades Coordenação de Operações Especiais (Coe), 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Seabra), Comando de Policiamento da Região da Chapada, Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Semiárido, 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM/ Comando Regional da Chapada).

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Paraná Pesquisas: gestão de Bolsonaro é aprovada por 54,9% dos eleitores

Os primeiros meses do governo de Jair Bolsonaro (PSL) são vistos com bons olhos por 54,9% dos eleitores de Salvador entrevistados na pesquisa divulgada hoje (21) pelo instituto Paraná Pesquisas.

De acordo com dados do levantamento, 8,1% dos entrevistados avaliam como ótima a gestão do presidente, enquanto 28,5% disseram que a administração é boa. 31,2% aponta como regular o início do governo de Bolsonaro.

O censo aponta ainda que 36,7% desaprova a gestão e 8,4% não sabe ou não opinou.

Ao todo, foram entrevistados 804 eleitores de Salvador, em censo contratado pela Rádio Metrópole e pelo portal Bahia Notícias. A pesquisa foi feita entre eleitores com 16 anos ou mais durante os dias 17 a 20 de fevereiro de 2019 e foi registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19. O grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 3,5% para os resultados gerais.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia: Idosa morre e outras duas pessoas ficam gravemente feridas após carro capotar

Uma idosa morreu e outras duas pessoas ficaram gravemente feridas após o carro em que elas estavam capotar na BA-210, altura de Juazeiro, norte da Bahia, na manhã desta quinta-feira (21). De acordo com a Polícia Militar, o caso ocorreu por volta das 6h40, no Km-391 da rodovia. O motorista do veículo, identificado como José Vieira da Silva, de 78 anos, perdeu o controle do veículo, que capotou.

Segundo o G1 Bahia, a idosa Geralda Rodrigues Vieira, 79 anos, morreu no local. O motorista e uma mulher, identificada como Rosicleide Rodrigues da Silva, 51 anos, ficaram gravemente feridos e foram levados para uma unidade hospitalar da região. Não há informações sobre o estado de saúde deles.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Estudo aponta redução em 65% da dependência do Bolsa Família em municípios do Baixo Sul após programa de sustentabilidade

Dignidade. Assim pode-se resumir o impacto na vida dos moradores de municípios do Baixo Sul, na Bahia, após a aplicação do projeto desSustentabilidade viabilizado pela Fundação Odebrecht, realizado desde 2003 na região. Na última terça-feira (19), a Odebrecht apresentou à imprensa os estudos de avaliação de impacto referentes ao ano de 2017. Comemorando os resultados, o diretor na JSB Consultoria e Capacitações, Miguel Fontes, afirma que “os resultados apontam que se formou uma nova geração de agricultores, com incremento de renda e maior consciência ambiental”.

É o que indica o trabalho de “Avaliação de Impactos do PDCIS” realizado em 2018 pela consultoria JS Brasil com famílias das cidades de Piraí do Norte, Nilo Peçanha, Ibirapitanga, Presidente Tancredo Neves, Camamu, Taperoá, Igrapiúna, Ituberá e Valença. Ainda segundo Fontes, “a Avaliação de Impactos do PDCIS foi desafiadora. Avaliar impactos econômicos, sociais, ambientais e ainda os resultados da gestão do Programa. Quatro dimensões de análise, mais de 250 indicadores e visita a quase 200 propriedades do Baixo Sul da Bahia. Um trabalho orquestrado e realizado por muitas mentes e mãos, com todo o apoio da Fundação, independentemente das informações e dados que teríamos ao final do processo. Concluídos os trabalhos, temos a certeza do ineditismo do trabalho feito, pela sua qualidade científica, caracterizada por um modelo robusto de avaliação de impacto, que contou não apenas com grupos que receberam o PDCIS, mas também grupos de controle, ou seja, que não receberam o Programa, dentro do método de Diferenças em Diferenças. Na literatura, há poucos casos de avaliações desta natureza com a força e a segurança empreendida neste projeto. Daí a convicção dos impactos aferidos no PDCIS, assim como dos caminhos ainda a percorrer para que o programa seja ainda mais transformador para os jovens e famílias do Baixo Sul”, afirmou.

De acordo com a avaliação, que tratou dos impactos econômicos, sociais e ambientais do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS), coordenado pela Fundação Odebrecht, baianos desses municípios reduziram em 65% a dependência de programas de assistência social, como o Bolsa-Família, e tiveram um aumento médio de R$ 25 mil na sua renda anual, podendo chegar até R$ 40 mil para agricultores cooperados.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia pode ter projeto que premia prefeitos pela qualidade da gestão de recursos

Um evento que se propõe a premiar os prefeitos que melhor administram recursos públicos em seus municípios, deveria ter sido lançado, nesta quarta-feira (20/2), em Salvador, mas acabou não acontecendo. O diretor de planejamento da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Antônio Ribeiro, autor do projeto, estava com tudo programado, mas ficou desapontado com uma decisão repentina.

“A previsão era fazermos isso, ontem, mas, lamentavelmente, o superintendente da Sudene, a dois dias do evento, resolveu cancelar sem qualquer justificativa técnica ou substancial, que pudesse determinar uma decisão como essa.

Segundo Ribeiro, esse projeto decorre da necessidade que todo o país tem de gerir melhor seus recursos públicos e consiste em avaliar a qualidade dos gastos dos municípios, através de três indicadores básicos: o volume de investimentos, volume de gastos sociais, e o equilíbrio financeiro.

A partir do levantamento desses dados, é atribuída uma nota e, daí, se chega a uma média ponderada que vai classificar e premiar os melhores gestores. Ele garante que o mais importante desse projeto é a sua divulgação, já que o trabalho possibilita a existência de um controle social importante.

“Se for colocado na gaveta ele não vai ter muita importância, mas no momento em que toda a sociedade saiba como o seu prefeito está gerindo os recursos, ele ganha nova dimensão. Aqueles que tiverem um bom desempenho, evidentemente, vão levar uma placa de premiação para o seu município e serão reconhecidos pelo feito, diante de suas comunidades”, comentou.

Por outro lado, os que não forem bem avaliados, seriam, segundo a orientação do projeto, submetidos a uma capacitação: receberiam cursos em finanças públicas para que pudessem melhorar o desempenho em novas edições do projeto.

Com o apoio da Sudene, a iniciativa já foi implantada no estado de Pernambuco, onde foi bem sucedido. Nessa nova edição, o projeto teria as parcerias da TV Aratu, Jornal A Tarde, e da União de Prefeitos da Bahia (UPB).

Ribeiro foi informado de que a Sudene descartou qualquer possibilidade de uma remarcação de data para a realização do evento na Bahia. No entanto, ele considera que, independente dessa decisão, a premiação pode acontecer, se houver interesse e colaboração dos parceiros envolvidos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Bahia empata em 0 a 0 com Liverpool do Uruguai e é eliminado da Sul-Americana

Autor de uma boa participação na Copa Sul-Americana no ano passado, o Bahia frustrou o torcedor que esperava uma campanha similar em 2019. Em partida disputada na noite de hoje (21) em Montevidéu, o Esquadrão empatou em 0 a 0 com o Liverpool do Uruguai. O resultado classifica o time uruguaio, que venceu por 1 a 0 o jogo de ida, na Fonte Nova.

O primeiro tempo da partida foi de muita marcação e poucas chances criadas. As melhores oportunidades de gol, para os dois lados, foram chutes de fora da área.

O Esquadrão voltou melhor para a segunda etapa, mas suas jogadas esbarravam na defesa uruguaia. No lance de maior perigo, o zagueiro Jackson, de falta, acertou a trave.

Com uma competição a menos no calendário, o Bahia agora volta a campo pela Copa do Nordeste. No próximo domingo (24), o time enfrenta o Fortaleza, às 19h, no Castelão.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Clube da Série A corre o risco de ser rebaixado por causa de Del Nero, aponta Fifa

Ao manter o ex-presidente da CBF Marco Polo Del Nero como integrante do seu Conselho Deliberativo mesmo depois de a Fifa determinar o banimento do ex-cartola de forma definitiva de qualquer atividade relacionada ao futebol, o Palmeiras corre risco de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. A queda à Segunda Divisão está entre as penas previstas pela entidade máxima do futebol a quem não cumprir as suas punições.

Del Nero está impedido de exercer qualquer função no futebol desde 27 de abril do ano passado por decisão do Comitê de Ética da Fifa. O ex-cartola foi considerado culpado das acusações de suborno e corrupção, conflito de interesse e desvio de conduta e ainda levou uma multa em 1 milhão de francos suíços (R$ 3,5 milhões na cotação atual). Ele alega ser inocente e recorreu à segunda instância jurídica da Fifa na tentativa de derrubar sua punição.

No mesmo dia em que a Fifa anunciou a punição ao brasileiro, a CBF acatou a decisão e emitiu um comunicado no qual confirmou o então vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima como presidente da entidade, em substituição a Del Nero. O Palmeiras, no entanto, não tomou nenhuma atitude em relação ao ex-cartola e, por isso, pode ser punido pela Fifa.

Questionada pelo “Estado” sobre a permanência de Del Nero no Conselho Deliberativo do Palmeiras, a Fifa informou por meio de porta-voz que o clube está sujeito às sanções previstas no artigo 64 do seu Código Disciplinar, atualizado em 2017 após o escândalo de corrupção que desencadeou na prisão de vários dirigentes, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF e aliado de Del Nero.

De acordo com o regulamento da Fifa, o clube que não respeitar decisão aprovada por seus órgãos internos “será avisado e notificado que, no caso de inadimplência ou não cumprimento de uma decisão dentro do prazo estipulado, pontos serão deduzidos ou será ordenado o rebaixamento para uma divisão inferior”. O clube também pode ser proibido de fazer transferências de jogadores.

O presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras, Seraphim Del Grande, disse que, depois da punição aplicada pela Fifa, Del Nero se afastou do clube. “Ele nos entregou um pedido de licença. Enquanto o caso com a Fifa ainda estiver com a possibilidade de recursos, iremos aguardar”, afirmou.

Del Nero não frequenta os encontros do Conselho Deliberativo do clube e não participou até mesmo da reunião do último mês, quando Marco Polo Del Nero Filho se elegeu conselheiro vitalício do Palmeiras. Nas duas tentativas anteriores ele não havia conseguido a quantidade necessária de votos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Campanhas de saúde: conheça as cores de cada mês e seus significados

As cores têm sido uma ferramenta muito usada para chamar a atenção às campanhas de saúde e prevenção de doenças.

Assim como o mês Outubro Rosa, uma das campanhas mais conhecidas para a prevenção do câncer de mama, outras também são usadas para alertar sobre doenças, como as de saúde mental, campanhas de prevenção à Aids, conscientização para o autismo, incentivo á doação de sangue, entre outras.

O uso das cores nas campanhas de saúde tem sido um sucesso para ajudar a conscientizar a população. Confira o calendário de cores:

Janeiro branco: Campanha com objetivo de mobilizar a sociedade em favor da saúde mental.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Governo Bolsonaro vai criar comissão para pente-fino ideológico de questões do Enem

O governo Jair Bolsonaro (PSL) vai criar uma comissão especial para fazer uma análise ideológica do banco de questões do Enem. O principal alvo será o expurgo de itens que abordem uma suposta “ideologia de gênero”, termo nunca usado por educadores.

Uma portaria do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), responsável pelo exame, será publicada nos próximos dias para criar a comissão. Servidores do próprio instituto temem que o pente-fino inviabilize outras abordagens, como visões críticas da ditadura militar, por exemplo.

Essa é a primeira medida oficial do governo para interferir em conteúdos educacionais. O Enem é porta de entrada para praticamente todas as universidades federais do país. Na última edição, 5,5 milhões de jovens e adultos se inscreveram no exame.

O presidente do Inep, Marcus Vinicius Rodrigues, disse que a comissão vai buscar neutralidade das questões da prova. Esse trabalho estaria na esteira de uma revisão de todos os processos dentro do instituto.

Segundo Rodrigues, a abordagem do tema de gênero não é pertinente para uma prova. “Quando a gente fala em gênero, acho que não cabe a escola tratar disso. Cabe à família tratar disso. Eu não teria como sugerir uma questão que são de assuntos familiares”, disse.

“Eu posso fazer uma medição, uma boa redação, para atestar se o aluno tem ou não condições de seguir na vida profissional sem buscar um tema que venha a agredir ou não estar de acordo com alguns valores”.

Segundo educadores, a abordagem educacional sobre questões de identidade gênero pode colaborar com o combate a problemas como gravidez na adolescência, violência contra mulher, machismo e homofobia.

A igualdade de gênero é um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Grupos conservadores e religiosos veem nessa discussão um suposto risco de destruição da família tradicional. Na posse como ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez criticou o que chama de “ideologia de gênero” e exaltou a família e a Igreja.

O próprio Bolsonaro catapultou sua carreira política atacando o tema da sexualidade na educação. Segundo ele, haveria ações na escola de estímulo à sexualização precoce. O Enem é direcionado para a jovens concluintes do ensino médio, de 17 anos, ou que já finalizaram a etapa. Na última edição, mais de um terço dos inscritos tinham entre 21 e 30 anos.

Uma questão do Enem 2018 citava um dialeto utilizado por gays e travestis e foi criticada por Bolsonaro. “Uma questão de prova que entra na dialética, na linguagem secreta de travesti, não tem nada a ver, não mede conhecimento nenhum. A não ser obrigar para que no futuro a garotada se interesse mais por esse assunto”, disse Bolsonaro em novembro, ainda antes da prova.

Em 2015, o tema da redação do Enem foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”. A proposta trazia um texto da filósofa francesa Simone de Beauvoir, o que foi considerado uma tentativa de doutrinação por parte do então deputado Bolsonaro.

O presidente já indicou que quer ver a prova antes, iniciativa endossada pelo presidente do Inep. Mas a ideia da comissão, no entanto, é que o próprio banco de itens do exame seja alvo de um pente-fino ideológico.

Também não há definição sobre os critérios que vão nortear a análise das questões. “É natural que tenhamos um conhecimento e segurança da qualidade do Banco de itens”, diz Rodrigues.

O Banco Nacional de Itens é formado por questões que passam por rigoroso processo de produção. Uma única questão prevê dez etapas, que envolvem desde o treinamento de professores à revisão dos itens por parte de especialistas das áreas de conhecimento.

Os itens passam ainda por um pré-teste, que é a aplicação das questões a uma amostra populacional com características semelhantes à do público-alvo do Enem. Essa é uma forma empírica de avaliar parâmetros, tais como a dificuldade, o grau de discriminação e a probabilidade de acerto ao acaso da questão.

De acordo com Denise Carreira, da Ação Educativa, “criar uma instância a para censurar questões é mais um retrocesso”. Segundo ela, a agenda de gênero tem sido afirmada na política educacional de vários países.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Corpo de baiano é encontrado em área onde barragem de Brumadinho rompeu

Crédito da Foto: Adriano Machado/Reuters

O corpo de um homem identificado como George Conceição de Oliveira foi encontrado na região em que a barragem da mineradora Vale se rompeu, em Brumadinho. Natural de Santo Amaro, na Bahia, George estava desaparecido há 28 dias. Segundo o G1, o crachá dele estava no bolso do uniforme e o nome dele constava na lista divulgada pela companhia.

George era servidor de uma empresa terceirizada e estava no refeitório da Vale no momento em que a barragem se rompeu, de acordo com informações apuradas pelo portal G1.

O santo-amarense foi o segundo baiano a ser identificado na tragédia. Outros quatro baianos que trabalhavam no local seguem desaparecidos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia