WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  


:: 6/fev/2019 . 14:10

Brumado: Identificados os três elementos mortos em confronto com a PM. Dois eram irmãos

Os corpos dos três jovens que morreram durante um confronto com a Polícia Militar na noite desta terça-feira (5) foram reconhecidos e entregues aos familiares. De acordo com o Departamento de Polícia Técnica (DPT), eles foram identificados como Iranildo Almeida Silva e Thales Almeida Silva, ambos são irmãos e de Brumado. Já o terceiro foi identificado como Lucas Jesus da Silva “Lukinhas”, morador do bairro Benito Gama em Livramento de Nossa Senhora. Três suspeitos de cometerem roubo morreram após trocarem tiros com policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), na BR-030, em Brumado, na noite de terça-feira (4), por volta das 21h30min.

De acordo informações, ao terem conhecimento que homens armados estariam praticando roubo às margens da rodovia, os policiais foram verificar a informação. Ao chegarem ao local indicado, os agentes foram recebidos a tiros pelos suspeitos. Houve revide e os suspeitos foram atingidos. Eles levados ao Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, em Brumado, mas não resistiram. Foram encontrados com os suspeitos; três revolveres calibre 38, oito munições do mesmo calibre, sendo oito deflagradas e cinco picotadas. Dois dos suspeitos já foram identificados. São eles, Thales Almeida Silva, 18 anos, E adolescente identificado pelas iniciais I.A.S, 17 anos.As armas e munições foram levadas a delegacia de Brumado. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Brumado, para realização de exame de necropsia.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Conquista: Indivíduo morre após trocar tiros com a Rondesp no Kadija

VÍDEO: “Tenho problema com rejeição”, diz suspeito de matar garota que conheceu na internet

Em uma entrevista exclusiva ao Liberdade News, o suspeito Daniel Max Santos de Jesus, 19 anos de idade, conta detalhes do crime que chocou a pacata cidade de Vereda. Daniel é autor confesso do homicídio (feminicídio) da jovem Vivia Medeiros Soares, moradora de Vereda. Daniel, que não tem passagem na polícia, que diz não usar drogas, e que não estava embriagado no dia do crime, conta com muita frieza como tudo aconteceu. Assista a entrevista:

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

:: LEIA MAIS »

Suspeito de ter assassinado funcionário público de Cabaceiras do Paraguaçu é preso pela Polícia Militar

O suspeito de ter assassinado o funcionário público Edmison Costa Rocha, 40 anos, operador de máquinas da Prefeitura Municipal de Cabaceiras do Paraguaçu, com um tiro no peito na noite da última segunda-feira (4/2), na localidade de Baixinha, foi preso enquanto tentava fugir.

Segundo informações da Polícia Militar, o acusado foi encontrado em um ônibus intermunicipal que estava indo para Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O homem foi preso pela PM já na rodoviária da cidade e foi transferido para a Delegacia de Polícia Civil de Cabaceiras do Paraguaçu onde permanece a disposição da Justiça.FORTE NA NOTÍCIA

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Governadores do Nordeste definem prioridades que vão ao Congresso

Governadores do Nordeste estão reunidos hoje (6) em Brasília, na sede do escritório de representação do governo do Ceará, para discutir propostas de interesse da região que serão defendidas junto aos parlamentares. No Congresso Nacional, os chefes de Executivos estaduais devem concentrar esforços em temas como a revisão da reforma tributária.

A região defende o equilíbrio da distribuição de recursos entre os entes federados. Segundo os governadores, nos últimos anos, as obrigações para os estados e os municípios aumentaram enquanto houve constante redução dos repasses dos fundos de participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM). Uma das possibilidades defendidas pelo grupo para melhorar a arrecadação pública é “a tributação de bancos e de rendas do capital”.

Desde o final do ano passado, o grupo que compõe o Fórum dos Governadores do Nordeste, vem se reunindo para afinar um discurso em prol da região. O primeiro passo foi a elaboração de uma carta direcionada ao então presidente eleito Jair Bolsonaro. No documento, reforçam pontos que devem voltar à mesa de negociações no encontro de hoje, agora concentrado na articulação com trabalhos legislativos.

Além de uma revisão tributária, os governadores também querem a prorrogação do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico (Fundeb), que termina em 2020, e ampliação da participação da União no financiamento da educação básica. O programa estabelece apoio do governo federal às ações de educação nos estados e municípios.

Outra demanda do fórum é o desbloqueio das operações de créditos dos estados. O grupo argumenta que com esses recursos seria possível viabilizar investimentos e o pagamento de precatórios judiciais.

Na noite desta terça-feira (05) três indivíduos morreram em confronto com a Polícia Militar. Informações preliminares dão conta de que o confronto aconteceu a próximo ao presídio, na comunidade dos Pebas, em Brumado.

Assim que os policiais chegaram no local foram recebidos a tiros. No revide, os indivíduos foram atingidos. Todos foram levados para o Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, mas não resistiram aos ferimentos e morreram.

A PM ainda não se pronunciou sobre essa ação. Os mortos ainda não foram identificados. Mais informações a qualquer momento. Fonte: Agora Sudoeste

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Após proibição de abates, 200 jumentos são encontrados mortos no interior da Bahia

Matéria publicada pelo portal UOL, nesta quarta-feira (6/2), revela mais um caso de ‘jeguicídio’, no interior da Bahia. Segundo a publicação, mais de 200 jumentos foram encontrados mortos e 800 em estado de desnutrição numa fazenda em Canudos, no sertão da Bahia. O motivo seria a proibição do abate desses animais pela Justiça Federal em 30 de novembro de 2018.

Os jumentos foram encontrados em uma fazenda localizada numa área de divisa entre as cidades de Canudos, Euclides da Cunha e Uauá. Parte dos animais mortos estava numa vala, e os ainda vivos cambaleavam de fome na fazenda. Não é a primeira vez que tal situação de descaso é registrada.

A secretária de Meio Ambiente de Euclides da Cunha, Maria Djalma Andrade de Abreu, e o médico veterinário Jared Fernandes Meira escreveram em relatório sobre o caso que os animais seriam destinados a abatedouros em Amargosa e Itapetinga. O relatório afirma que, de acordo com os responsáveis pelos animais, “o período de permanência (deles) excedeu mais de 60 dias, devido a problemas com os frigoríficos (por causa da proibição do abate)”. Os nomes do dono da fazenda e dos responsáveis pelos animais não foram revelados.

ANIMAIS SEM COMIDA NEM ÁGUA

De acordo com o UOL, a fazenda, mesmo com a proibição, continuou a receber jumentos. Segundo o relatório, os animais “estão privados de alimentação sólida e hídrica, sendo observado apenas um ponto de água insuficiente e inadequado e inúmeros cochos improvisados vazios e dispostos em um só lugar”.

“Grande parte dos animais apresenta estado de caquexia (perda de força), fraqueza, apatia, pelos ouriçados e cambaleantes. Também foram observados inúmeros cadáveres em estado de decomposição, animais agonizando, à beira do óbito, com claros sinais de desnutrição, assim como foi observada uma vala de desova de cadáveres”, relata o documento.

A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Euclides da Cunha informou que não aplicou multa por crime ambiental (maus-tratos aos animais) aos responsáveis pelos animais porque a fazenda está numa área da cidade de Canudos – antes do relatório, suspeitava-se que a propriedade era na área de Euclides da Cunha. A reportagem não conseguiu contato com a Prefeitura de Canudos para comentar o caso.

A Adab (Agência de Defesa Agropecuária da Bahia) informou que duas pessoas responsáveis pelo confinamento ilegal dos animais foram multados em mais de R$ 40 mil e que busca auxílio de fazendas vizinhas para receber os bichos para que eles possam se alimentar e beber água.

O Ministério Público da Bahia informou que marcou reunião com a Secretaria de Meio Ambiente de Euclides da Cunha para esta quarta-feira (6/2), para discutir uma solução para o caso.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Com time principal, Vitória recebe o Jequié no Barradão

Nesta quarta-feira (6) o Vitória recebe o Jequié, no Barradão, às 19h30, pela 4ª rodada do Campeonato Baiano. Conforme o Galáticos Online havia adiantado, Marcelo Chamusca colocará a equipe principal na partida.

Enquanto o Rubro-Negro é o segundo colocado da competição com 7 pontos, o Jequié ocupa a quarta colocação com cinco pontos.

Para a partida o treinador do Leão não contará com as presenças de quatro jogadores: o goleiro João Gabriel (artroscopia); o zagueiro Thales (poupado); o lateral Benítez (lesão na coxa) e o meia-atacante Andrigo (poupado). Em contrapartida o treinador terá os retornos do lateral-esquerdo Arroyo e do zagueiro Bruno Bispo, que cumpriram suspensão no Ba-Vi.

Marcelo Chamusca improvisará mais uma vez o lateral-direito Jeferson no lado esquerdo e usará Matheus Rocha na equipe titular, mesmo com Juninho e Arroyo à disposição.

Nos lugares de Thales e Andrigo, ambos poupados, o técnico do Vitória colocará em campo Ramon e Erick, respectivamente.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Conselhos médicos regionais querem adiar regra que permite atendimento online

Prevista para entrar em vigor a partir de maio deste ano, uma resolução que libera a possibilidade de que médicos realizem consultas online e outros atendimentos a distância gerou uma série de manifestações e críticas de conselhos regionais de medicina.

Nesta terça (5), representantes das entidades de ao menos nove estados lançaram comunicados em que questionam a norma do CFM (Conselho Federal de Medicina), autarquia federal ao qual estão vinculados.

Por meio de notas, regionais dos estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Sul, Rondônia e Mato Grosso informam que não participaram das discussões e alegam preocupação em torno da medida.

O aval às consultas médicas à distância foi divulgado nesta semana. Até então, essa forma de atuação não era permitida no país. A exceção era quando médicos realizavam contato -em videoconferência, por exemplo- com colegas especialistas em outros locais durante o atendimento, em uma espécie de segunda opinião.

Agora, resolução do CFM prevê que esse tipo de atendimento online possa ser realizado também entre médicos e pacientes que já tiveram ao menos uma consulta prévia anterior. O documento estabelece ainda normas para outros serviços, como telediagnósticos e telecirurgias.

A medida, no entanto, tem gerado polêmica entre médicos. Entre os pontos em debate e vistos com preocupação por conselhos regionais de medicina, segundo informações obtidas pela reportagem, estão possíveis riscos na manutenção do sigilo da prática médica nos atendimentos online e um temor que a avaliação à distância atrase ou dificulte diagnósticos. Também há receio de que a medida acabe por distanciar médicos e pacientes.

O grupo planeja lançar um posicionamento conjunto nesta quarta (6).

“Em que pese estarmos cientes da importância dos avanços tecnológicos, consideramos que a resolução em muitos aspectos vulnerabiliza os médicos, a medicina e, principalmente, os pacientes”, afirma o Cremeb (Conselho Regional de Medicina da Bahia), em nota.

Também em comunicado, o Cremesp diz que “manifesta discordância em relação ao mérito e aos procedimentos, pouco transparentes, envolvendo a divulgação da resolução” e diz ver com apreensão “a possibilidade de mercantilização da medicina”.

“Diante da falta de diálogo do CFM com os 27 conselhos regionais de medicina, o Cremesp solicitou a não publicação da resolução, até que todas as etapas de discussão sejam esgotadas, de forma democrática, respeitosa e garantindo ampla participação dos conselhos e demais instituições legitimadas para tal”, informa.

O impasse também se estendeu a outras entidades. A Associação Paulista de Medicina iniciou uma pesquisa para saber como médicos avaliam a medida.

Para Antônio Carlos Endrigo, diretor de tecnologia da informação da associação, a liberação dos atendimentos online pode facilitar o acesso à saúde e ser uma ferramenta útil em locais com carência de médicos.

“Recentemente tivemos uma debandada dos cubanos do Mais Médicos e muitos dos pacientes ficaram sem acesso. Tecnologias como a telemedicina poderiam ajudar muito nessa questão”, afirma.

Ele defende, no entanto, que haja mais debates sobre o tema antes da resolução entrar em vigor.

“Um dos pontos que carece de maior discussão é que os médicos terão que fazer um documento de consentimento dos pacientes, adotar prontuários com arquivos do atendimento e gerar um documento ao paciente. Os médicos não estão preparados para isso”, avalia.

Questionado, o CFM (Conselho Federal de Medicina) afirma que a previsão é que a resolução seja publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, mas que possíveis ajustes devem ser discutidos até que a medida entre em vigor.

Também em comunicado, a autarquia qualifica as críticas como “infundadas” e diz lamentar “ataques repletos de inverdades”.

Diz ainda que o texto passou por dois anos de discussões, “durante os quais especialistas e representantes da comunidade médica, das sociedades de especialidade e dos conselhos regionais de medicina foram convidados a participar no estabelecimento de critérios para a prática da telemedicina no Brasil.

“Ao estabelecer tais critérios, o CFM contribuiu decisivamente para que a qualidade e a segurança da atividade médica sejam preservadas”, informa.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

ProUni divulga hoje resultado da primeira chamada

Foto: Agência Brasil

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) será divulgado hoje (6) na internet. Aqueles que forem pré-selecionados terão desta quarta-feira até o dia 14 para fazer a matrícula.

Os estudantes devem comparecer às instituições com os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Cabe aos candidatos verificar os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A lista da documentação necessária está disponível na internet.

Algumas instituições podem exigir dos candidatos aprovados que façam uma prova. Os estudantes devem verificar, no momento da inscrição, se a instituição vai aplicar processo seletivo próprio. As instituições que optarem por processo próprio devem explicar formalmente aos estudantes, no prazo máximo de 24 horas da divulgação dos resultados das chamadas, a natureza e os critérios de aprovação.

O registro da aprovação ou reprovação dos candidatos no Sistema Informatizado do ProUni e a emissão dos respectivos termos de Concessão de Bolsa ou termos de Reprovação pelas instituições de ensino serão feitos entre os dias 6 e 18 de fevereiro para os selecionados na primeira chamada. Caso o estudante não compareça no prazo estipulado, ele será reprovado.

Aqueles que não forem selecionados na primeira chamada poderão ainda ser aprovados na segunda, que será divulgada no dia 20 de fevereiro. Haverá também uma terceira chance. Quem não for escolhido, pode integrar a lista de espera nos dias 7 e 8 de março.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Vale quer aumentar produção a seco para 70% em 2023

A Vale informou, ontem (5) à noite, que tem planos de aumentar a parcela de produção a seco para 70% em 2023, com a redução gradativa da utilização de barragens nas operações. O aumento da parcela de produção a seco da mineradora foi anunciado 12 dias após o rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais. Paralelamente ao aumento da produção a seco, a Vale informou que planeja investir aproximadamente R$ 1,5 bilhão (cerca de US$ 390 milhões) na implementação de tecnologia de disposição de rejeito a seco (dry stacking).

Em nota, a empresa diz que a iniciativa se agrega à aquisição da New Steel – que desenvolve tecnologias inovadoras de beneficiamento de minério de ferro a seco – em dezembro do ano passado, por US$ 500 milhões. As informações indicam que os investimentos da mineradora brasileira em gestão de barragens atingirão R$ 256 milhões (cerca de US$ 70 milhões) agora em 2019, segundo orçamento aprovado no ano passado.

O volume representa crescimento de cerca de 180% em relação aos R$ 92 milhões (cerca de US$ 30 milhões) investidos em 2015. “Os crescentes e relevantes investimentos em gestão de barragens e ações de saúde e segurança evidenciam o compromisso da Vale com a disponibilização dos recursos necessários para preservar a saúde e segurança de seus funcionários e das comunidades vizinhas”, diz a nota. Segundo a empresa, os investimentos em novas barragens, todas construídas pelo método convencional, refletem as necessidades operacionais da companhia e o cronograma de implantação de cada um dos projetos em execução.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

blog do marcelo




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia