Foi assassinado a tiros por volta das 18h desta quinta-feira (24) o ex-agente penitenciário Gregório dos Santos Teles. O crime ocorreu na Rua Colina de Goiás, bairro Conceição II. Segundo a polícia, a vítima estava em uma motocicleta Bros 150, preta. Populares informaram que os bandidos estavam em um carro. Os tiros foram disparados de armas de três tipos de calibres, segundo informou a polícia civil, e atingiram cabeça, tórax e costas. Segundo o enteado da vítima, que esteve no local, os matadores levaram documentos e dinheiro de Gregório dos Santos Teles.

Mais um suspeito de envolvimento na morte de Gil Marques Porto Neto é assassinado em Feira

De acordo com informações apuradas no local do crime, o ex-agente penitenciário trabalhava como segurança da rua onde o crime ocorreu. Nenhuma arma foi encontrada com a vítima, que também era morador do bairro Conceição II. Gregório dos Santos Teles chegou a ser preso em 2014 suspeito de participação na morte do empresário Gil Marques Porto Neto, ocorrido no dia 21 de maio de 2014, no bairro Kalilândia. Porém ele e os demais suspeitos não foram pronunciados pela Juíza Márcia Simões Costa pelo crime por não encontrar provas no processo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Empresário é morto a tiros dentro de carro em Feira de SantanaResultado de imagem para Gil Marques Porto Neto

Os outros dois suspeitos de envolvimneto na morte do empresário também foram assassinados em Feira de Santana. Segundo o site Acorda Cidade, Eliomar Alexandre Rosa Nunes, de 32 anos, mais conhecido pelos apelidos de Galego, Kinha e Bunda Branca foi alvejado com cerca de 30 tiros dentro do próprio carro, um Palio vermelho, placa OKJ-2112, em frente à casa da mãe, na Rua Irã, no bairro Caseb no dia 19 de abril de 2017. Já o sargento Ailton Nascimento da Silva, conhecido como Careca, morreu no dia 15 de novembro de 2017, no Hospital Geral Clériston Andrade, vítima de tiros. Ele morava na Rua Quirinópolis, no bairro Brasília, e segundo a polícia, estava no interior da sua residência, quando recebeu uma ligação. Ao sair de casa com o irmão para tirar o reboque do veículo, cinco homens armados com fuzis, a bordo de um carro Cruizer branco, se aproximaram e efetuaram os disparos.