Um crime brutal deixou assustada a comunidade de Guaratinga, na noite de terça-feira (22). Josciandrio Santos dos Reis, 31 anos, foi morto com 13 facadas e um golpe de pedra na cabeça. O homicídio ocorreu por volta das 21h, na Travessa 13 de Maio, centro da cidade. O que também indignou os moradores foi o fato dos suspeitos terem passado por uma rua paralela dizendo que haviam acabado de matar uma pessoa. “Matamos um cara lá atrás””, teria dito um dos homens, que estava com uma faca na mão e outro com manchas de sangue pelas roupas.

“Diziam que se alguém tivesse dúvida, pudesse ir até o local para ver a vítima morta”, relatou o delegado Marivaldo Felipe, citando testemunhas. Ainda segundo a polícia, um dos suspeitos havia saído há pouco tempo do presídio. Conforme testemunhas, Josciandrio chegou a um bar, meia hora antes de ser morto, acompanhado de um casal. Os amigos deixaram o local antes do homicídio, em um carro. A polícia de Guaratinga vai abrir inquérito para apurar autoria e motivação do crime. Até o momento, ninguém foi preso. O corpo foi trazido para o Instituto Médico Legal, em Eunápolis. Josciandrio morava em Guaratinga e trabalhava em uma distribuidora de bebidas.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook