O grave acidente envolvendo uma carreta, um micro-ônibus e dois carros na BR-242 em Seabra, na Chapada Diamantina, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (3), deixou seis pessoas mortas. A foco acima, do interior do micro-ônibus mostra os passageiros, horas antes da tragédia, que também deixou 26 feridos. A imagem viralizou nas redes sociais por conta do horror que se seguiu. Os passageiros se mostram sorridentes, totalmente alheios ao que estava para acontecer, na manhã desta quinta-feira (3), em Seabra, Chapada Diamantina.

As vítimas, segundo a 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, são: Angeline da Silva Costa, 33 anos, Rosalvo Ferreira da Costa, 60 (pai de Angeline), Thalita Ribeiro da Silva Lopes, 31, Delma Ribeiro da Silva, 55 (mãe de Thalita), Rebeca Silva Oliveira e Simoni Otilia Gomes Silva, cujas idades não foram divulgadas. As seis vítimas estavam no micro-ônibus. O motorista identificado como Abdon dos Santos Cruz, de 33 anos, estava, no momento do acidente, com o documento de identificação do proprietário do veículo, Antonio Messias Ferreira da Silva, 52.

Quatro corpos foram encaminhadas para o Departamentos de Polícia Técnica (DPT) de Jacobina – os que tinham parentesco entre si – e outros dois foram enviados para o DPT de Irecê. De acordo com o delegado Marcus Araújo, coordenador da 13ª Coorpin, os corpos serão enviados para os DPTs de acordo com o parentesco. Delma e Talita, que são mãe e filha, devem ir para a mesma unidade. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o DPT já realizou perícia no local do acidente. Outras 26 pessoas ficaram feridas durante o acidente e foram encaminhadas para o Hospital Geral da Chapada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), desse total, pelo menos 17 não apresentavam quadros graves. Duas pessoas foram transferidas para Salvador por um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer)

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook

Resultado de imagem para seabra acidente

Na hora do acidente, os dois carros, o micro-ônibus e a carreta estavam em um trecho de ladeira na BR-242. Quando a descida acabou e começou uma subida, o carro e o micro-ônibus reduziram a velocidade por conta de um radar de velocidade de 40 km/h. O caminhão, que vinha logo atrás, acabou perdendo o controle e bateu no fundo do micro-ônibus, que atingiu um Gol branco. O micro-ônibus capotou e passou por cima de um outro carro que estava estacionado, um Celta vermelho. O caminhão parou quando bateu em um muro.

Resultado de imagem para seabra acidente

Primeiros socorros

O acidente aconteceu por volta das 9h desta quinta-feira (3), próximo à entrada do distrito de Velames, na zona rural de Seabra. Os primeiros a chegar até o local foram os voluntários do Anjos da Chapada, instituição não-governamental que realiza o socorro de vítimas em acidentes na região. Os voluntários prestaram os primeiros socorros e encaminharam as vítimas mais graves até o hospital. O coordenador de operações do Anjos da Chapada, César Marciel, destacou a ajuda dos populares no socorro às vítimas. “Vários civis deram suporte quando aconteceu o acidente e também contribuíram para levar as pessoas até o hospital, teve muita ajuda mesmo ”, informou ele.

Resultado de imagem para seabra acidente

A instituição funciona há três anos em Seabra e sobrevive através de doações, sendo os funcionários todos voluntários. A equipe tem atendimento 24 horas e possui brigadas espalhadas pela Chapada. De acordo com Rosângela de Souza, recepcionista da Pousada Campestre, que fica próximo ao acidente, a batida atraiu os curiosos. “O local aqui fica afastado do Centro, mas todo mundo saiu de lá pra ver. Quando eu cheguei pra trabalhar, tava cheio de gente no local do acidente”. De acordo com o funcionário de uma farmácia do Centro de Seabra, o assunto desta manhã foi o acidente. “Ficou um clima pesado e as pessoas conversando sobre isso”. Com informações do Liberdade Bomsucesso e portal Correio.

Resultado de imagem para seabra acidente

Resultado de imagem para seabra acidente