Embora o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão tenha anunciado, no último mês de agosto, que a proposta de orçamento não prevê abertura de concursos em 2019, o projeto de lei orçamentária anual (PLOA) do próximo ano prevê a criação de quase 2,1 mil cargos. Em 2018, não houve previsão de abertura de novos postos.

As novas vagas a serem criadas se destinam ao quadro de pessoal de novas universidades nas regiões de Catalão (GO), Delta do Parnaíba (PI), Rondonópolis (MT), Jataí (GO) e Agreste de Pernambuco (PE), além da Agência Nacional de Águas (ANA).

A proposta também prevê a contratação de até 40,6 mil servidores por concurso público em 2019 para ocupar cargos que já existem e estão vagos ou para substituir terceirizados. O número é o dobro do de 2018.

De acordo com o ministério, a proposta incluiu uma reserva orçamentária para concursos em 2019, mas não há previsão de autorizações para a realização das seleções. A pasta ainda ressalta que no próximo ano os concursos públicos para órgãos do Poder Executivo Federal permanecem restritos devido ao ajuste fiscal, sendo que esses números são apenas estimativas de contratações e preenchimento de cargos.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook