Corpo encontrado por volta das 18h00, desta desta segunda-feira, 03 de dezembro, em meio a uma plantação de eucalipto, próximo ao povoado de Espora Gato, no município de Caravelas, foi identificado por familiares, após matéria no Liberdade News. No fim da tarde desta quarta-feira (5), familiares compareceram no IML de Itamaraju para reconhecer o corpo da vítima. Trata-se de Givanildo Soares Nascimento, 25 anos de idade, morador do Distrito de Posto da Mata. O corpo de Givanildo foi encontrado por populares, apresentando três perfurações por arma de fogo, na região da cabeça, braço e costas.

CLIQUE AQUI, imagens fortes.

Ele também estava com as mãos e os pés amarrados por uma corda. Após a necropsia, o corpo foi removido para o IML de Itamaraju, onde passou por necropsia. A mãe do Givanildo assinou o auto de reconhecimento e o corpo foi liberado aos familiares para sepultamento. As investigações ficarão a cargo do delegado de Caravelas, Gilvan de Meireles, em parceria com o delegado de Nova Viçosa, Marco Antônio Neves, já que a vítima morava em Posto da Mata. Givanildo foi preso pela CAEMA em março de 2018, com três armas de fogo em Posto da Mata, sendo um revólver calibre 22, um revólver calibre 32 e uma espingarda tipo cartucheira. Segundo o site Liberdade News, Givanildo foi preso após a apreensão de um adolescente, que também estava armado e disse que estava sendo ameaçado pelo Givanildo. A apreensão do menor, levou à prisão do Givanildo, que ficou preso sem fiança, pois uma das armas apreendidas com ele estava com o número de identificação suprimido. O menor alegou, na época, que estava armado para se defender do Givanildo, que o ameaçava de morte.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Siga nosso Instagram

Curta nossa Pagina no Facebook