Uma guarnição da PM, comandada pleo SD/PM Gildo de Olliveira Sousa, acompanhado do SD/PM Fábio Alex e uma equipe da Polícia Civil, composta pelos IPCS Breno e Ivan, oriundos da cidade de Iguaí, se deslocou após receber uma ligação telefônica, hoje (08), que afirmava que Vitor Andrade de Jesus estava em uma fazenda próxima ao Ribeirão das Flores, na zona rural do município de Iguaí. Os policiais foram dar cumprimento ao mandado de prisão, que estava em aberto, em desfavor de Vitor. Ao chegarem no local, foram recebidos a tiros por um grupo de rapazes, aproximadamente sete pessoas.

Diante da injusta agressão perpetrada por Gabriel Santos Pinto, de 22 anos, contra os policiais, o SD/PM Gildo efetuou um único disparo, com o fim de cessar a injusta agressão. Gabriel foi ferido e socorrido ao Hospital Manoel Martins de Souza, em Iguaí, no entanto não resistiu ao ferimento, vindo a óbito. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itapetinga. Ainda, segundo informações da polícia, foi possível identificar que Vitor Andrade de Jesus estava na fazenda, uma vez que foi encontrado o seu documento de identidade no interior da casa. Vitor e dois rapazes fugiram pelo mato, não sendo possível alcançá-los.

Na fazenda, foram abordados Vagner de Jesus Santos, Raí de Jesus Sena de Oliveira e William Silva dos Santos. Eles foram autuados em flagrante pela delegada plantonista Christie Correia. Dentro da casa foram encontrados 624 buchas de substância análoga à maconha, 163 gramas de um produto análogo à maconha em formato de tablete, uma balança de precisão, uma corrente em metal branco e um óculos esporte preto. Com Gabriel, foi encontrado um revólver Taurus, calibre .38 com quatro munições deflagradas e uma munição intacta. // 21ª Coorpin/Itapetinga.