Uma jovem de 18 anos morreu eletrocutada na noite de quarta-feira (31), ao encostar-se a um caminhão frigorifico de uma empresa de pesca, na Rua Conselheiro Luís Viana, no centro de Porto Seguro. De acordo com a polícia, Bárbara Santos Carvalho retornava da escola com o namorado e um pequeno grupo de amigos, quando passou pelo local e acabou tocando no veículo. A jovem sofreu uma descarga elétrica, sendo arremessada longe. Ela acabou morrendo no local. O caminhão estava estacionado em frente à loja da empresa Salmon. “Existe um fio no poste de onde eles puxam energia para o caminhão. Os peixes são guardados no baú refrigerado para evitar furtos”, afirmou o delegado Carlos Enes, em entrevista ao Radar64.

A polícia foi informada ainda que outras pessoas já tinham tomado choque elétrico no mesmo veículo. “Estão expondo todos ao perigo”, constatou o delegado. Carlos Enes informou que vai ouvir as testemunhas do acidente e solicitar que seja feita uma perícia no local. Uma funcionária da empresa de pesca, contatada pela equipe de reportagem do RADAR 64, falou apenas que o estabelecimento não havia sido notificado sobre o acidente. “Não temos nenhuma informação de como ocorreu o caso e nem fomos procurados pela polícia. Não vamos nos pronunciar no momento”, frisou ela. Bárbara estava cursando o ensino médio no Complexo Integrado de Educação de Porto Seguro (CIEPS).