A cabo da Polícia Militar Carina Santos Assis Carvalho, 40 anos, foi encontrada baleada na cabeça, na tarde desta quinta-feira (9), dentro da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), no bairro de Pau da Lima, em Salvador. Carina chegou a ser socorrida pelos próprios colegas para o Hospital São Rafael, que fica no bairro vizinho, mas não resistiu ao ferimento. Por meio de nota, o departamento de comunicação da Polícia Militar informou que a cabo “cometeu um ato extremo contra a própria vida” dentro da unidade em que era lotada.

No mesmo comunicado, a corporação afirma que lamenta a morte da policial e disse que presta apoio a familiares e amigos de Carina. A policial trabalhou na corporação por quatro anos. Confira a Nota de Pesar do Comando da PM-BA:

É com imenso pesar que a Polícia Militar informa a morte da cabo Carina Santos Assis Carvalho, 40 anos, que cometeu um ato extremo contra a própria vida na sede da unidade onde era lotada, a 47ª CIPM, no bairro de Pau da Lima, na tarde desta quinta-feira (9), em Salvador.

Assim que foi atingida, a policial foi socorrida por colegas para o Hospital São Rafael, mas ela não resistiu aos ferimentos.

A Corporação agradece o esforço da equipe do hospital em tentar salvar a vida de Carina.

Neste momento, policiais militares e uma equipe do Departamento de Promoção Social (DCS) fazem o acompanhamento dos familiares da militar na unidade hospitalar.