Homem de 48 anos atirou contra a própria cabeça ao ver a viatura da PM. Mulher foi socorrida pelo SAMU e levada à Guanambi em estado grave.

Um homem, identificado como Claudinez Alves da Silva, conhecido como “Claudinho Pedreiro”, 48 anos de idade, cometeu suicídio com uma arma de fogo, na tarde desta terça-feira (15/5), na Rua Esmeraldino Pedro Andrade, no bairro Vermelho, no município de Urandi (BA), após tentar matar a sua própria esposa, identificada como Claudiana de Fátima Santana, de 30 anos de idade. A tragédia teria ocorrido depois de uma discussão entre o casal. Inconformado com a relação, Cláudio sacou um revólver e disparou três tiros na mulher, atingindo-a na perna, tórax e no ombro. Em seguida, ao visualizar a aproximação da viatura da Polícia Militar, o homem atirou contra a própria cabeça e morreu no local.

Segundo informações obtidas por Vilson Nunes, a mulher foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) ao Hospital Municipal de Urandi, no entanto, devido à gravidade dos ferimentos foi imediatamente encaminhada para o centro cirúrgico do Hospital Regional de Guanambi, onde permanece internada. Conforme a Unidade Hospitalar, o estado de saúde da paciente é gravíssimo. O corpo do falecido foi removido por uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) ao Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi onde passará por procedimentos técnicos, antes de ser liberado para os familiares. A arma utilizada na tragédia, um revólver calibre 38, marca Taurus, numeração suprimida com 4 cápsulas deflagradas e 1 intacta foi apresentada na Delegacia Territorial de Urandi.