Djalma Oliveira dos Santos e José Availson dos Santos Gama haviam sido sequestrados por homens encapuzados. Corpos foram encontrados no dia seguinte.

Na manhã desta terça-feira (8), foram encontrados dois corpos completamente carbonizados, dentro de um veiculo tipo Gol que também foi incendiado, em estrada vicinal pertencente ao município de Ponto Novo, próximo aos lotes do assentamento do MPA, antiga fazenda Pajeú. As vítimas foram identificadas como sendo Djalma Oliveira dos Santos e o outro José Availson dos Santos Gama, residentes nas Fazendas Pau Branco e Cabaças.

Sequestro no dia anterior

Por volta as 22h desta segunda-feira (7), os dois homens foram sequestrado na zona rural de Itiúba, e na manhã do dia seguinte, os copos foram encontrados carbonizados dentro de um veiculo Gol totalmente incendiado, na localidade de Pajeú, zona rural de Ponto Novo. As vitimas foram identificadas como, Djalma Oliveira dos Santos, conhecido popularmente como Hulk, de 33 anos, e José Availson dos Santos Gama, conhecido por “Cobra”, de 37 anos. Ambos residiam na fazenda Pau Branco zona rural de Itiúba, e Cabaças, também zona rural daquele município.

De acordo com Informações de familiares, no momento do sequestro, José Availson seguia transportando os alunos que estudam em Bela Vista de Covas, no veiculo Gol prata ano 2008, quando foi interceptado por quatro homens em um veiculo Palio. Encapuzados com luvas nas mãos e armados, os mesmos pediram para os alunos descerem do Gol. Em seguida fugiram com destino a localidade de Cabaças e lá segundo informações já chegaram atirando na janela da casa, mandando a outra vítima, Djalma, sair pois “era da policia”.

Com os dois fugiram levando também o gol que era conduzido por José Availson transportando os alunos. Finalmente na manhã desta terça-feira, os corpos foram encontrados carbonizados dentro do gol totalmente incendiado. A Policia Civil de Ponto Novo esteve no local, bem como o DPT de Senhor do Bonfim, fazendo a remoção dos corpos para o o IML de Juazeiro. A Delegacia de Homicídios de Itiúba investiga o caso.